Tabela do frete é acusada de tirar renda do caminhoneiro e pôr no bolso das transportadoras




Herança da paralisação dos caminhoneiros, em maio de 2018, a tabela do frete de cargas é alvo de discórdia entre os dois extremos que brigam pela sua regulação.

Caminhoneiros autônomos, de um lado, se queixam do cálculo atual e da falta de fiscalização do seu cumprimento.

De outro, representantes do agronegócio e da indústria argumentam que a tentativa de controlar preços é impraticável e prejudicial à atividade econômica do país.

De acordo com a CNI (Confederação Nacional da Indústria), o tabelamento provocou redução de R$ 7,2 bilhões no PIB (Produto Interno Bruto), queda de 0,11%.

A proposta de nova metodologia para cálculos dos fretes mínimos desenvolvida pela Esalq-Log, da USP (Universidade de São Paulo), ainda está em fase de audiências públicas e o objetivo de se atender às demandas dos dois grupos parece longe de acontecer.

A princípio, a nova tabela entra em vigor em 20 de julho.

Para Pablo Cesário, da CNI, o tabelamento é uma política pública fadada ao fracasso. “Desde a implementação, os autônomos tiveram redução de 20% na receita, enquanto as empresas de transporte tiveram aumento de 28%”, diz.

De maio de 2018 até hoje, foram seis reajustes na tabela.

Para a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil), que ajuizou uma ação direta de inconstitucionalidade contra o dispositivo, esses ajustes criam imprevisibilidade para o produtor.

“No total, os preços do frete foram reajustados 6,12%. O IPCA entre maio de 2018 e março de 2019 foi de 3,93%, ou seja, o reajuste foi maior do que a inflação”, diz Elisangela Pereira, assessora técnica da entidade.

Para ela, a instabilidade nos valores do frete tem impactado sobretudo para os produtores que trabalham com venda futura. “Há um receio muito grande de comprar antecipadamente, porque não tem como prever os valores futuros do frete”, explica Pereira.

Leonardo Gadotti, presidente-executivo da Plural (associação das distribuidoras de combustíveis), diz que o setor perdeu 1% de volume de mercado no ano passado e critica a falta de resolução de um impasse que se arrasta.

Economia é o problema
“O problema do caminhoneiro nunca foi o preço efetivo do diesel, do pedágio ou do frete: o problema é que, por causa da desaceleração econômica, não tem carga para ser transportada no Brasil. Como resolver um assunto quando o problema é que o país precisa crescer?”

Em relação a fevereiro, o IBC-Br (Índice de Atividade Econômica do Banco Central) de março recuou 0,28% e emendou o terceiro resultado mensal negativo. Na comparação com o mesmo mês de 2018, o indicador caiu 2,52%.

Edeon Vaz Ferreira, diretor do movimento Pró-Logística, que une produtores de soja e milho, diz que a rentabilidade do setor está comprometida.

“Por causa do frete, estamos tendo aumento de custo entre 30% e 45% para a soja. Não conseguimos transferir nem parte dessa alta para o produto final, porque somos o único elo da cadeia que não põe preço no produto, o valor é definido pelas cotações internacionais”, diz.

“É incondizente com a lei de mercado você ter uma tabela obrigatória. A decisão foi tomada em um momento emergencial, de paralisação, mas ficou comprovado que não funcionou. Uma tabela de referência é aceitável, mas de forma obrigatória, não”, afirma Ferreira.

“Quando fizeram a tabela, mais do que dobraram o custo do frete, que chegou a ser de duas sacas de milho para embarcar uma”, diz Alysson Paolinelli, presidente da Abramilho.

Para ele, os caminhoneiros “deram tiro no pé”, porque agora os produtores estão buscando alternativas como a aquisição de frota própria, o que apenas aumenta a oferta já inflada de frete.

O setor de produção de cimento, um dos mais impactados pela paralisação, segundo a CNI, diz enfrentar sucessivas baixas, puxadas não só pelo frete, mas pela crise da construção civil.

“Para a nossa indústria, o custo de transporte antes do tabelamento era de 28% do faturamento líquido. Hoje, já passa dos 50%”, diz Paulo Camillo, presidente da ABCP (associação do setor).

Para Marco Polo Lopes, presidente do Instituto Aço Brasil, é preciso pensar em sugestões a curto e a médio prazo.

“O governo não pode ficar refém dessa ameaça constante de greve. Outros meios complementares, como a cabotagem, têm se mostrado positivos. Mudar a forma de alimentação dos caminhões, investindo em frotas movidas a GNV [gás natural veicular] também é primordial”, diz.

“Fortalecer aplicativos de intermediação de carga e permitir que caminhoneiros se tornem MEI [micro empreendedores individuais] seria algo palpável para amenizar essa crise”, diz Cesário, da CNI.

O impacto da tabela é sentido até em inovação. “Por causa do incremento no preço do fertilizante, menos produtores estão investindo em tecnologias no campo. Não está sobrando dinheiro”, afirma Pereira, da CNA.

Fonte: Gazeta do Povo




50 comentários em “Tabela do frete é acusada de tirar renda do caminhoneiro e pôr no bolso das transportadoras

  • 23/05/2019 em 15:52
    Permalink

    Uma vergonha essa reportagem, essa pessoa fala só de números e que não está na realidade do autônomo, para este repórter que fala pelos cotovelos e não sabe o que realmente acontece. os fretes baixaram e não houve reajuste de 6,12% como fala a Sra Elizângela. O que falta e fiscalização sobre as transportadora.

    Resposta
  • 23/05/2019 em 13:58
    Permalink

    Esses comentários são de quem não entende do assunto. Fico com pena deles não poderem arrecadar 50 bi pois com o aumento do frete o grande produtor do pode arrecadar 49bi .isto sim e a realidade canbada de hipócritas.

    Resposta
  • 23/05/2019 em 12:53
    Permalink

    Aos poucos o novo governo irá eliminar a dependência do transporte de carga para uma categoria que tem sido irresponsável por anos.
    O aumento do diesel é apenas a primeira ação. A construção de ferrovias que segue a todo vapor será a pá de cal.
    Restarão apenas as grandes transportadoras sem necessidade de contratar motoristas pela CLT. Basta contratar nos moldes da nova legislação advinda da reforma trabalhista.
    Felizmente e para o bem do Brasil, caminhoneiros estão em extinção.
    Avante Brasil! Viva Capitão Bolsonaro!

    Resposta
    • 23/05/2019 em 13:46
      Permalink

      O valor alto de frete q é pago pelas empresas já não chega ao caminhoneiro já bem antes da paralisação de 2018 e essa matéria posta pela Gazeta do povo tem como apontar como se é culpa da paralização,todo autônomo sabe q quando pega o manifesto da carga o valor do CTe e sempre maior e muitas vezes exagerado do que o valor q é passado para o autônomo que arca com as maiores dispensas do transporte,e assim mais uma vez a mídia tentando culpar a classe

      Resposta
  • 23/05/2019 em 11:58
    Permalink

    Naverdade os fretes ficaram muitos altos mesmos na tabela que nao sei quem fez os calculos.bastasse cada frete ter uma margem de lucro de 100 por cento e acabar com o tal frete de retorno que ė uma roubalheira do caminhoneiro. Pois os mesmos gastos que o caminhao gasta para ir ė o mesmo que gasta para voutar. Pois ė muito burro quem inventou isto.em partes os agricultores tem razao. Subiu muito os fretes e o que nos caminhoneiros qieremos ė que o disel baixe e fique pelo menos nos 50 por cento do valor das despesas do frete ou ate 30 por cento. Pois o que nos caminhoneiros queremos ė diesel baixo pra nos e pra agricultura que usa tambem o diese para cair o custo de produao e transporte. Chega da petrobras enricar e tirar o prejuizo dos larapios que a roubaram das custas dos caminhoneiros e da agriculturas.

    Resposta
  • 23/05/2019 em 11:30
    Permalink

    No meu.entender essa briga por tabela de frete só está acabando com a classe.pois só se vê transportadoras comprando caminhões e mais caminhões e colocando pra rodar no lugar do autônomo não vai mais sobrar cargas para motoristas autônomos vamos ter sujeitar a trabalhar co. Esse salário de fome quem não quiser morrer de fome.

    Resposta
  • 23/05/2019 em 11:28
    Permalink

    Se dizem que é prejuízo, porquê a maioria das embarcadoras são contra, entram com liminar ou recursos, se é prejuízo deixa ela valer e vamos pagar pra ver. Nós caminhoneiros queremos se é prejuízo é nosso ou vocês acham que mais alguém está preocupado com o prejuízo contem outra. Só a um interesse que o caminhoneiro não cresça.

    Resposta
  • 23/05/2019 em 10:22
    Permalink

    Bom dia irmaos camioneiros, venho de uma familia de tres geraçoes de camioneiros autonomo,, meu pai com um mercedez 1113 criou e educou 7 filhos e ainda ajudou encaminha-los, quatro filhos, foram para a estrada, todos como autonomos atualmente , so resta um na estrada, como autonomo, . Irmaos a logica desse comentario é que o AUTONOMO ESTA COM OS DIAS CONTADOS. Vivemos nas ultimas decadas um crescimento muito grande da industria, dos agronegocio, das commodyes, os AUTONOMOS que tinha os acessos AOS GRANDES LOTES,conseguiram avançar e formar grandes empresas de Logisticas. Por que o mercado exige rapideZ,, segurancça, confiabilidade e barganha de preços, ai so que tem UMA EMPRESA COM muitos caminhoes consegue..
    O AUTONOMO tem que ter noçao que sozinho, nao vai conseguir, OS AUTONOMOS PRECISAM SE UNIR EM COOPERATIVAS.
    FAÇO UM APELO AOS ADMINISTRADORES DESSE BLOG, QUE CRIE UMA PROPOSTA DE INTEGRAÇAO, ENTRE AS PESSOAS, QUE PREOCUPADAS RELATAM SEUS COMENTARIOS NESSE BLOG, E QUERO DIZER QUE ESTOU A DISPOSIÇAO PARA AJUDAR , O QUE PRECISA

    GRANDES COOPERATIVAS DE AUTONOMO , SENDO UMA CLASSE ORGANIZADA DENTRO DO ESTADO DE DIREITO.

    Resposta
  • 23/05/2019 em 08:53
    Permalink

    Bom dia só sei de uma coisa sou meramente um pequeno (mínimo empresário ) tinha 4 caminhões com muito esforço e trabalho honesto sempre com financiamento altos e algumas cartas de crédito de consórcios ,e com uma pequena reserva de recursos para manutenção .
    Hj com todo esse problema de governo,tabela,preço de diesel que está quase quebrando e sofrendo isso sou eu que só tenho mais 2 caminhão tive que vender 2 para pagar as contas já estou negativado nós bancos ,afundado em cartão de crédito estou pagando uma conta pelo país que não fui eu que fiz
    E em quanto ficam está briga eu como sempre trabalhei para sustentar minha família e ter uma velhice digna de qualquer ser humano
    Cada dia que passa estou perdendo mais minhas coisas e os governos e responsáveis pelo Brasil estou andando em passa de formiga vendo o Brasil só piorar cada vez mais

    Resposta
    • 23/05/2019 em 10:53
      Permalink

      Temos que parar o Brasil ,senão os autônomos vai desaparecer das rodovias vai ficar tudo devendo prós bancos e transportadoras e governos e matar suas famílias de fome
      Greve urgenteeeeee

      Resposta
  • 23/05/2019 em 08:52
    Permalink

    Na verdade os grandes vilões de toda essa situação é a Petrobrás e seus aumentos sucessivos no preço dos combustíveis, as concessionárias das rodovias que pouco fazem e cobram preços exorbitantes nos preços dos pedágios por eixo.

    Resposta
  • 23/05/2019 em 07:46
    Permalink

    Lógico que tirou ,,o autônomo não tem acesso as cargas das empresas por isso que perdeu dinheiro,,agora tem um porém volta como era antes guichê de cargas direto nas empresas pra carregamento e dá direito do autônomo ter acesso pra vc ver se não carrega ,, pelo ao contrário vai sair mais barato pras empresas pagar o frete pro autônomo do que passar as cargas pra transportadora ,,nessas condições vai abaixar o custo do produto chegando no consumidor um preço mais acessível

    Resposta
    • 23/05/2019 em 08:30
      Permalink

      André Leandro…
      Verdade amigo, deixa os autônomos tirarem cargas direto da industria para ver se a coisa não melhora para todos, mas enquanto o autônomo ficar nas mãos das grandes empresas ele só vai sofrer…

      Resposta
  • 23/05/2019 em 07:38
    Permalink

    de novo esse assunto de tabela de frete, nem os caminhoneiros autônomos aguentam mais, é só abrir o celular e lá está a mesma ladainha de sempre

    Resposta
  • 23/05/2019 em 06:54
    Permalink

    Sou leigo sobre leis mas dar uma linha de crédito para os autônomos de 30 mil para manutenção
    E para as transportadoras uma linha de crédito pra comprar caminhão zero com carência de meses pra começar a pagar e com taxas baixas
    O frete subiu e não foi repassado para os autônomos sem fiscalização só os intermediários ganham e muito .
    Deveria dar créditos e condições para nós autônomos que trabalhamos e não pra esses atravessadores disfarçados de transportadora

    Resposta
  • 22/05/2019 em 23:54
    Permalink

    Sou autônomo carreteiro…tem que tabelar sim..tem que acabar com transportadora, as empresas deveria passar frete direto..(Fretebras por exemplo) .a documentação de transporte deve ser simplificada…Agro negócio não consegue pagar tabela.. compre caminhão pra sua demanda… Governo deveria abrir um linha de crédito pra especial pra autônomo , pegando caminhão com mais de anos e sucateado… deveria também privatizar toda a Petrobrás menos segmento de diesel que deve ficar a comando do governo pra garantir seu preço baixo… óleo custaria algo entre $1.50 litros .
    Com essas atitudes estaria sim mantendo a inflação… distribuição de renda… movimento industria.

    Resposta
    • 23/05/2019 em 07:36
      Permalink

      Como que o governo iria hipoteticamente controlar o preço do diesel sem ter uma estatal de petróleo para segurar o preço, é uma ignorância acreditar que privatizar totalmente a Petrobras o preço do diesel cairia, impossível, nada irá mudar, pois o preço do petróleo é tabelado e o governo atual segue o preço internacional, enquanto Paulo Guedes for o capitão de navio que afunda nada irá mudar até o último rato abandonar o barco.

      Resposta
  • 22/05/2019 em 23:31
    Permalink

    Que crise!!!
    Compreendo perfeitamente o lado dos caminhoneiros, mas também existe a questão das comodites que tem seus preços regulados no mercado, onde as margens de ganho, são relativamente baixas.
    Boa sorte a todos nisso aí (governo, caminhoneiros e empresários)

    Resposta
  • 22/05/2019 em 23:26
    Permalink

    Irmaos camioneiros, vou dizer uma coisa pra vcs acordar e ver que temos varios ponto de vista para avaliar essa crise, que parece ser a pior ate hoje, alem do oleo com preços, alto, as transportadoras ganhando muito, o nao controle da tabela, o atual presidente da republica que tem a cabeça nos anos 60 e 70 nao evoluiu,acha que o comunismo vai comer as criancinhas, passou a criticar a CHINA , nossa maior compradora de graos, isso fez que os contratados de compra e venda de grao reduziu muito, ate que essa semana o vice-mourao teve ir la na china tentar convercer eles voltar a comprar, outra bobagem que o presidente pretende fazer e mudar a embaixada do Brasil de TelVive, para jeruzalem., so porque alguns profetas messianico de pastores brasileiroi querem, ora os arabes sao os que mais comprarm o produto halaun, para que nao sabe halaun é o frango,, gado etc.. sendo matado em direçao a MECA cidade santa para os moçumanos, isso pode dar um prejuizo enorme, volto a falar vcs tem que montar cooperativas de trasnportes em suas regioes.

    Resposta
  • 22/05/2019 em 23:04
    Permalink

    Não si trata de tabelamento transportes más de ganância de um sistema corrompido por poucos que sua ambição não tem limites

    Resposta
  • 22/05/2019 em 22:46
    Permalink

    Tá bom + viu pessoal ninguém fala sobre salário quase todos ainda na comissão é certo??
    Parece que uma lei sobre isso

    Resposta
  • 22/05/2019 em 22:44
    Permalink

    Quanta informações distorcidas, meu Deus, provavelmente esse blog está recebendo alguma coisa das grandes empresas, pessoal não caiam nessas informações distorcidas, querem criar confusão e fazer a classe ceder o q conquistamos.

    Resposta
    • 22/05/2019 em 22:48
      Permalink

      Blog patrocinado pela Sontracargo, o mesmo q usou uns youtubers motoristas pra tentar convencer q complemento serve para aumentar o faturamento sendo q a maioria dos complementos da uma carga a preço de nada…

      Resposta
  • 22/05/2019 em 22:30
    Permalink

    Boa noite aos irmaos camioneiros penso que urgentemente os autonomos devem se reunir em suas regioes e criar cooperativas de transportes assim conswgue buscar lotes, com as embarcadoras, industrias etc…PORQUE QUE NESTE MOMENTO QUEM ESTA GANHANDO SAO AS TRANSPORTADORAS QUE MUITAS NAO TEM UM CQMINHAO NA ESTRADA. ACORDAM IRMAOS

    Resposta
  • 22/05/2019 em 22:27
    Permalink

    Situação descabida infeliz na.materia apresentada. Oque tem que fazer baixar Óleo Diesel bastante e não subir por um longo periodo. Mercado vai se ajustar tem que valer a lei oferta e procura Tabelamento não funciona. Governo está passando a conta de seu passivo para a sociedade tentando inventar metodologias exdruchulas. Impacto social e.a.confusao ocasionada deve ser resolvida rapidamente. Alguém com propriedade muito miope está tratando deste assunto não acredito nos absurdos de várias matérias jornalísticas.

    Resposta
  • 22/05/2019 em 22:01
    Permalink

    Vergonhoso esse saúde coloca um bandido pra falar mentira dizer que o frete aumentou de 30 % 45% essa maior vergonha o ninguém do blogrevida isso, isso é coisa de politico ladrão isso é mais vergonhoso de ir no cabaré e encontrar a própria mulher lá faz outra matéria blog.

    Resposta
  • 22/05/2019 em 21:38
    Permalink

    Duro para nós autônomos, são os atravessadores que levam uma fatia, a ANTT que não fiscaliza nada, não temos facilidades para financiar, se pegamos carga abaixo da tabela e colocamos no pau, não conseguimos mais carregar com os mesmos, resumindo, a corda só estoura para os mais fracos, NÓS.

    Resposta
  • 22/05/2019 em 21:29
    Permalink

    Sou caminhoneiro e na minha opinião guando fazemos greve pedindo melhores preços de fretes e óleo dizel e pedágio mais barato, esquecemos de pedir melhores salário para quem e motorista empregado assim só estamos melhorando o lado das transportadoras porque ,ela consegue só benefício,o motorista continua ganhando pouco e os agregados também será prejudicados,ela consegue comprar caminhão fazer o motorista pagar e ainda tirar o agregado da empresa

    Resposta
  • 22/05/2019 em 21:21
    Permalink

    As transportadoras quer comprar mais caminhão porque o governo da moleza pra eles porque não facilita para o autônomo? É muita grana que meia dúzia de vagabundo deve tá levando nessa história toda. Isso é um país serio?

    Resposta
  • 22/05/2019 em 20:57
    Permalink

    E NA MINHA OPNIAO TERIA ABAIXA PRECO DIESEL E LIMITAR A QUANTIA DE CAMINHAO P GRANDES TRANSPORTADORAS OU EXIGIR QUE UMA PORCENTAGEM SEJA P TERCEIRO

    Resposta
  • 22/05/2019 em 20:39
    Permalink

    Eu tenho até vergonha de ser caminhoneiro só por causa dessa lei que não regularizar a tabela de frete no pais da transportadora tá rachando de ganhar dinheiro nas custa dos caminhões e nada da NTT fiscalizar parece que tá sendo manipulado pelos trasportadora desse jeito vai quebrar os pequenos caminhoneiro e vai em Ricardo mais ainda as trasportadora

    Resposta
  • 22/05/2019 em 19:30
    Permalink

    Papo de grandes transportadoras e minoria de latifundiarios produtores de cereais e carne.no meu ver produtores que estao achando o aumento inviavel que parem a producao e fechem suas portas.como varias empresas e autonomos no setor de transportes ja fizerao no decorrer .segundo.reajustes nos precos de graos e insumos dever partir e serem praticados dentro do pais ou seja facao SEUS precos para suas devidas materias primas como a tabela do frete esta sendo praticada dentro do brasil.o frete nao tem nenhuma afronta ou intervencao de nenhum pais para outro .terceiro.produtor e consumidor final DEVEM sim pagar pelo aumento assim assegurando o comercio e que produtos ou alimentos cheguem nos seus respectivos .no meu ver acho injusto caminhoneiro que ja segurou mais de 10 anos a carga inflatoria nas costas ter que pagar por esse preco sozinho. Lembrando que caminhoneiro tambem e consumidor .como um cidadao citou no texto o problema e a diminuicao da economia e escases do frete entao isso nao tem nada a ver com reajuste de tabela (assim foi citado ) a ideia de caminhoes com gnv e otima e apoio os produtores comprarem frotas .assim vao gerar empregos e pagar impostos ao governo fazendo assim aumentar a arecadacao tributaria do mesmo.PESSOAL pelo amor de deus deus nunca vi tanta burrice tolisse e despreparo escritos nesse texto. O frete tem que aumentar conforme o reajuste do diesel e o povo tem que pagar o aumento e dar gracas a deus que existe transporte e simples por favor voces que sao contra os reajustes comprem caminhoes que e uma otima opcao a economia do brasil agradece. A MEI na modalidade de transporte e so s valida para viagens municipais nao nao intermunicipais e menos interestaduais corrigindo oque um sr ignorante escreveu no texto. Nos precisamos? Sim.entao nos vamos pagar .governo deve cumprir com a tabela e ignorar a minoria contra as decisoes

    Resposta
  • 22/05/2019 em 19:21
    Permalink

    E só os banco parar de financiar caminhões a 100% e pararem de liberar grandes volumes de caminhões e os autônomos vão para frente mas enquanto tiver firmas comprando duzentos ,trezentos caminhões com carência de dois anos pra paga vai quebra o terceiro porq nenhuma paga tabela c tiver é raro pagarem o autônomo vai quebra porq os morto de fome não sabem rapartir o pão querem pra eles só

    Resposta
  • 22/05/2019 em 19:06
    Permalink

    A tabela de frete atual já está ficando defasada se comparando a 1 ano atrás se continua nesse ritmo daqui a pouco tá tão defasado quanto o salário do motorista

    Resposta
  • 22/05/2019 em 19:00
    Permalink

    covardia o que fizeram com agente (autônomos) mas pra quem é motorista de transportadora é indiferente

    Resposta
  • 22/05/2019 em 18:56
    Permalink

    Sera que eziste tabela de frete que o agronegocio fala tanto se daqui ijui. a rio grande ta 60 00 a ton. Empreza 68.00 isto e tabela que o agronegcio fala sao 530 km .Entao pergunto teria que ser quanto esse frete 40.00 mais ou menos. Cascavel. X. Paranagua 68.00. Pt. 600 km isso e tabela ?

    Resposta
  • 22/05/2019 em 18:17
    Permalink

    Motoristas autônomos . É primeira vez k vejo um comentário realmente sério, vamos todos amadurecer está idéia. A micro empresa individual ,vai ser a médio prazo .mas é a solução. Teremos as mesmas condição de disputar frete no mercado com astransportadoras

    Resposta
    • 22/05/2019 em 18:41
      Permalink

      Esqueceu que tem que pagar seguro tbm ?

      Resposta
    • 22/05/2019 em 21:06
      Permalink

      Não sou caminhoneiro.
      Tenho transporte de passageiros.
      Para ser justo aos autônomos e Empresas.

      Esse negócio de atrelar aumento do Diesel ao Frente, aceito por alguns líderes de caminhoneiros não é a solução.
      Ex.
      Economia Fraca, não tem.Frete.
      Frete reajustados com aunento do Diesel , sera repassado este aumento aos consumidores.
      Esses consumidores somos nós e parentes .

      Idéia
      O Governo terá que fazer sua parte
      A ideia e subsídio ao Diese e desconto em pedágiosl para aqueles que tem cadastro na ANTT

      Seria para transportadores em Geral
      Cargas
      Passageiros.

      Só ASSIM não aumentariamos o Frete e conseguiamos baixar preços tantos no transportes de cargas e passageiros.

      Lembre que somos consumidores.

      Governo tem que fazer sua parte, então.

      Empresas e autônomos cadastrados na Antt teria subsídio no Diesel
      Valor Diesel S10 Rs 3.00
      Diesel Comum Rs 2.70

      Seria a maneira justa.

      Só consegue isso com Luta.

      Tenho transporte de passageiros.
      Sofrido com o diesel e pedágios

      CAROS.

      VAMOS A LUTA

      Resposta
  • 22/05/2019 em 18:09
    Permalink

    Engraçado NÃo vi nenhum comentario sobre o aumento do preço do diesel desde q liberou a Petrobras a aumentar quando quisesse.O Diesel chega a representar até 70 % (setenta por cento do valor do frete).Explica ai Petrobras porque o Diesel brasileiro é o mais caro do planeta se somos grandes produtores.Vão recuperar a roubalheira que fizeram na Petrobras dos caminhoneiros.Vergonha !

    Resposta
  • 22/05/2019 em 17:52
    Permalink

    Nunca em toda minha vida de carreteiro eu vi carreteiros te vantagens em greve , e tenho certeza que nunca irei. vê
    Greve de carreteiro só dá lucro e alto aos sindicalistas , donos de sindicato que vai lá faz uma reunião embolsa a grana deles e pronto
    Nunca deu certo greve de caminhoneiro porque nossos governantes que não estão nem aí com o povo vocês acha que eles vão se preocupar com nós carreteiros
    Políticos só pensa neles só pensa em cargos elevados onde conseguir mas fortunas para eles próprios
    Não acredito nem em líder de greves de caminhoneiro são outros que também atroco duma grana erola nós também
    Fasa greve crie tumulto parem quanto tempo quiser pinte o sete
    Mas tenha certeza de uma coisa nunca teremos vantagens algumas éssa é a verdade

    Resposta
  • 22/05/2019 em 17:41
    Permalink

    Sou Pedro, autônomo, proprietário de um caminhão, pelo jeito que estou vendo não dou mais três anos para a existencia do caminhoneiro autônomo.Pois a greve do ano passado, fomos usados para favorecimentos das grandes empresas.Hoje existe uma tabela de fretes só para elas.Hoje eles têm uma frota própria com caminhões melhores que o nosso; e não deixam as grandes empresas passarem o frete para nós autônomos.Se o governo não tomar uma posição, para redução do imposto para as empresas repassarem o frete direto para os autônomos, os mesmos serao extintos.

    Resposta
  • 22/05/2019 em 17:32
    Permalink

    Pois é, o preço injusto se pago para o autônomo está tudo bem!!! Ou seja, tem que transportar de graça, para sustentar o agronegocio, tenha vergonha na carã senhores produtores!!!! Falar que a soja subiu o custo em 35% só por conta do preço justo pago para o frete, então compre caminhao e coloca na estrada!!! Será que a alta do custo também não está no diesel das suas máquinas que sobe a cada 10 dias!!!

    Resposta
    • 22/05/2019 em 18:18
      Permalink

      Esses varões do agronegócio são uns chorões não sabe mais ondevpir dinheiro vivem vidas de reis vá na festa de peso de Barretos verás quanto ostentação vendem tudo em dólar financiam custeio pelo Banco do Brasil e caixa a juros quase zero se dólar oscila diz que tomou prejuízo governo negocia dívida e até anistia com dinheiro do povo estão milionários e não podem pagar um frete que preste só falta o chicote eco tronco escravos desses malditos já somos

      Resposta
    • 22/05/2019 em 19:08
      Permalink

      Agricultores estão comprando caminhoes, e estao dando preferência para transportadoras,jaque vai paga um frete tabelado que pague p quem lê oferecessser um melhor servico.
      Uma coisa n entendo , se o frete é tão ruim pq tem tantos querendo comprar caminhões?

      Resposta
      • 22/05/2019 em 22:02
        Permalink

        Eu sabia Que ia dar nisso agora temos que apresentar projeto de redução de custos para todos.

  • 22/05/2019 em 16:37
    Permalink

    Gostaria que tanto a CNI quanto a CNA, apresentassem dados concretos do que propala, como (a) tabelas de frete que sofreram aumento neste período e especialmente as que aumentaram, que tiveram reajuste a cada aumento; (b) o quanto percentualmente representa o frete no valor da mercadoria em 4 momentos distintos sendo: em 21/05 dos anos de 2019, 2018, 2014 e 2009, (c) bem como o aumento (só) do diesel neste mesmo período e então, depois disso podemos tirar as conclusões de quem são os vilões.
    Suspeito que teremos surpresas…

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!