Frete sai até 45% abaixo da tabela em leilão da Conab




Empresas que têm vencido leilões da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para transportar grãos pagam frete até 45% abaixo do preço mínimo de referência da estatal, que considera a tabela nacional criada pela Lei 13.703/2018.

Em 22 trechos arrematados em dois dos quatro pregões realizados para o escoamento de milho neste ano os valores ficaram abaixo do piso, mostra levantamento da Superintendência de Logística Operacional da Conab. A estatal diz que nessas operações o preço mínimo do frete é para um caminhão com seis eixos.

Como as empresas dispõem também de caminhões maiores, com nove eixos, podem arrematar o direito de transportar o cereal com fretes inferiores aos de referência. “Não significa dizer que está abaixo do mínimo, uma vez que a Conab desconhece a frota da transportadora. Se usar um caminhão de nove eixos, o valor da tabela é outro”, justifica a estatal.

A Conab se protege. Como a responsabilidade pelo cumprimento da tabela de fretes é da transportadora, empresas participantes de leilões de escoamento precisam assinar uma declaração de que cumprem a lei logo após vencerem os remates.

Fonte: Estadão




11 comentários em “Frete sai até 45% abaixo da tabela em leilão da Conab

  • 10/06/2019 em 21:34
    Permalink

    Gente e lavagem de dinheiro de politico

  • 10/06/2019 em 20:38
    Permalink

    Cada ação tem uma reação nos temos que apresenta projetos que reduza os custos dos caminhoneiros autônomo. Ninguém apresentou projeto não tô entendendo Instituto Nacional dos negócios de transporte INNT

  • 10/06/2019 em 20:30
    Permalink

    Tabela de frete é tiro no pé, já falei.

  • 10/06/2019 em 19:53
    Permalink

    O que não consigo entender é essa história de frete para nove eixos ser msis barato, afinal se vc tem um caminhão vc vai cobrar por tonelada transportada ou pela quantidade de eixo?

  • 10/06/2019 em 19:37
    Permalink

    O transporte acabou…. Não dá mais pra segurar… Governo, antt, transportadoras querem acabar com o pequeno, o autônomo…. Desisto…

  • 10/06/2019 em 19:16
    Permalink

    Esse termo que o vencedor do leilão da Conab assina é o mesmo que os presos assinam quando sai na saidinha de fim ano para não roubar

  • 10/06/2019 em 16:15
    Permalink

    Negócio é vender a muriçoca pra Gerdau e ir pescar no mato grosso que dá mais lucro, desisto dessa profissão.

  • 10/06/2019 em 16:01
    Permalink

    Como se pode acreditar num país assim?

  • 10/06/2019 em 15:17
    Permalink

    Conab, governo e muito menos a ANTT, tem vergonha na cara!

  • 10/06/2019 em 10:58
    Permalink

    Por isso que o mercado está ruim… ao invés de valorizar o frete, esses urubus jogam o valor lá embaixo para ver quem troca mais figurinhas (leia-Se trocar dinheiro).

    • 10/06/2019 em 17:52
      Permalink

      E agora como é que fica a parte dos 30 por cento que era destinado aos autos

Fechado para comentários.