Governo vai estimular troca de diesel por gás nos caminhões




O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, pretende utilizar o programa Novo Mercado do Gás, que será lançado nesta terça-feira (23), como forma de estímulo para que a frota brasileira de caminhões passe a utilizar o gás natural veicular como principal combustível, diminuindo o consumo de diesel e o custo do frete do país.

Segundo informações do Departamento Nacional de Trânsito, Denatran, a frota a gás do país representa apenas 2,2% do total em circulação atualmente. Apenas 10,6% do gás que é comercializado no Brasil é utilizado para abastecer veículos. A maior concentração do produto está nas grandes indústrias e na geração de energia elétrica.

Os planos do governo incluem a substituição de todas as usinas térmicas movidas a diesel a medida que os contratos de fornecimento forem vencendo, realizando assim a substituição por gás. A ideia é baseada na retirada da Petrobras do mercado de transporte e distribuição de gás, atualmente a empresa possui 70% do mercado.

A tendência é que a participação da estatal continue sendo reduzida, já que a venda de sua participação no gás e no refino foi acertada com o Cade entre junho e julho, como uma troca para evitar a punição em dois processos por práticas anticompetitivas.

O acordo firmado prevê a venda de 8 das 13 refinarias da Petrobras, o que significa cerca de metade do mercado de derivados de petróleo. A empresa também precisará vender sua participação em 19 distribuidoras estaduais de gás, além do controle do gasoduto Brasil-Bolícia e os dutos de transporte que ligam as estações de tratamento no continente às plataformas. As vendas precisarão ser concluídas até o fim de 2021.

A ideia do governo é de que quando o Novo Mercado de Gás estiver consolidado, a conversão dos caminhões de carga seja estimulada a fim de atrair investidores na construção de infraestrutura de transporte e distribuição, fechando contratos de fornecimento com a Petrobras, que ficará restrita à produção de gás. O preço deverá cair pela metade.

“Não dá para dizer que haverá subvenção ao caminhoneiro. Não tem isso no momento, mas o preço vai cair tanto com essa expansão, que ficará atrativo fazer a conversão.”

A Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado estima que a troca faz sentido para os caminhoneiros que rodam mais de 250 km por dia, 22 dias por mês. Nesses casos, o investimento é pago com a redução do gasto com combustível, a economia podendo chegar a 50% sobre o litro de diesel e 65% sobre a gasolina.

Fonte: Diário de Pernambuco




24 comentários em “Governo vai estimular troca de diesel por gás nos caminhões

  • 24/07/2019 em 08:59
    Permalink

    Fico só observando. Como tem gente inteligente neste pais. Não sei como o país tem tanto problema.

  • 24/07/2019 em 01:26
    Permalink

    O GNV , DEVE TAMBÉM SER AMPLIADO PARA O TRANSPORTE PÚBLICO REALIZADO PELA ENORME FROTA DOS ÔNIBUS URBANOS. SEGUNDO EU SEI A MERCEDES-BENZ PRODUZ OU PRODUZIA MOTORES A GÁS E ENVIAVA PARA ALEMANHA ONDE ERA APLICADO EM ÔNIBUS.

  • 23/07/2019 em 21:10
    Permalink

    Seria engraçado se não fosse trágico esse monte de petralha esquerdista dos infernos torcendo contra o Bolsonaro. Kkkkk

  • 23/07/2019 em 20:37
    Permalink

    kkkk q bosta q ideia kkkkk

  • 23/07/2019 em 17:12
    Permalink

    Quando o governo começou a campanha para conversão nos automóveis, fiz a troca, e, somando todos os problemas, não achei que valeu a pena.
    Se forem produzidos veículos com motores específicos para o consumo de gas, e garantia de fornecimento, pode dar certo. Do contrário, não me arriscaria.

  • 23/07/2019 em 16:44
    Permalink

    Eu não uso gás no meu carro é eles acham que vou por no meu caminhão, esse governo tá de sacanagem com a nossa classe GREVE PRA CIMA DELES.

  • 23/07/2019 em 16:43
    Permalink

    Esse bolsonaro e sua equipe sao uma comedia nacional, nao sei se choro ou dou risada de tanta bobagem desse governo

  • 23/07/2019 em 16:05
    Permalink

    O gás custava 1,899 no governo Dilma. Já está custando 3,499. Qual o sentido desse preço?

  • 23/07/2019 em 16:02
    Permalink

    Precisamos é de ferrovias e transporte marítimo. Um país continental como o Brasil não pode transportar arroz, por exemplo, do Chuí até Recife por via rodoviária. Isso existe, e faz com que o preço final do produto seja muito caro ao consumidor.

  • 23/07/2019 em 15:58
    Permalink

    Quero ver eles conseguirem mover um caminhão com 300, 400 ou 500 HPs com GNV. Voltaremos a usar os antigos motores V8?

  • 23/07/2019 em 15:39
    Permalink

    O único incentivo que o governo vai dar é aumentar ainda mais o diesel e baixar ainda mais o frete!!!! Um país com um governo perdido desse não vai a lugar nenhum!!!!!

  • 23/07/2019 em 14:21
    Permalink

    Era só o que faltava. Já pensou um constellation no GNV? Por raiva é apelido kkkkkk

  • 23/07/2019 em 14:17
    Permalink

    Com certeza isso seria um tiro no pé,alem do mais a economia não é lá essas coisas, depois vem os aumentos descabiveis e todo mundo além de ficar com cara de bobo teve uma despesa com adaptação e manutenção sem contar com a vistoria que é um troço nojento. Sinto muito mas não quero nem dado esse treco aí,o país não é sério isso na minha opinião é mais uma cilada. É só baixar o preço do diesel. E o bio diesel ninguém fala nada? Solução tem,é só colocar em prática.

  • 23/07/2019 em 14:00
    Permalink

    Só conversa fiada iqual o empréstimo para os autônomos ninguém nem viu a cor desse dinheiro

  • 23/07/2019 em 13:46
    Permalink

    Bateu morreu

  • 23/07/2019 em 13:23
    Permalink

    Meus amigos gas nao vai melhorar nada so vamos ter gastos pra conversao e depois mais impostos a pagar podem apostar

  • 23/07/2019 em 13:09
    Permalink

    kkkkkkkk muito bom !

  • 23/07/2019 em 13:01
    Permalink

    Em questão de economia eu aprovo, mas em questão de segurança eu desaprovou completamente. Combustíveis como gasolina, álcool e díesel as pessoas não respeitam em medida de segurança como deixar o veículo ligado enquanto abastece, telefone celular ligado e fumando. Agora imagina o gás que é autamente explosivo! Quase sempre se vê posto e carro explodindo eatando gente na hora de abastecer, isso com todo cuidado, imagina com estes berolos abastecendo com celular perto e fumando e etc!
    Com certeza apesar de ser mais caro, prefiro o díesel e viver que pagar barato no gás e correr o risco de morrer numa explosão!
    Tô fora!

  • 23/07/2019 em 13:01
    Permalink

    Aí depois aumenta em 100% no valor é fica pior que agora, ainda mais o gasto que todos vão ter na adaptação , esquece isso no Brasil, outro tiro no pé

  • 23/07/2019 em 12:46
    Permalink

    Sempre é bom inovar, mas acredito que vai demoooooooooraarrrrrrrrrrrrrrr.
    Poderia investir em rodovias onde todos trafegam, independente do que seja.
    Obs: menos trens e aviões.
    Pedágios deixaria de existir se aplicassem em rodovias…….

  • 23/07/2019 em 12:45
    Permalink

    Aí tem caroço nesse angu, seria muito bom! Quero vê os investimentos bilionário, na canalização dos postos de combustíveis de todo o Brasil! Rapaz olha se isso vai acontecer nunca, nem daqui a 10 15 20 anos!!! Vai beneficiar quem!!! Modificando a motorização do caminhões rsrs é cada piada q somos obrigados a vê e ouvir, no governo Itamar foi carros movidos a álcool rsrs fiasco total, nem os ônibus foram pra frente movidos a gás!

  • 23/07/2019 em 12:41
    Permalink

    O problema não é o valor do diesel e nem se o combustível será o gás! Do que adianta o valor do combustível cair pela metade se o frete também cair pela metade? O problema do caminhoneiro se chama atravessadores o cara recebe frete de 100 paga o imposto e tira 10 por cento do dono do caminhão a título de comissão! Por isso as transportadoras tudo de frota nova carreta nova pneus novos e os coitados dos caminhoneiros cantando moeda pra viver! Conheço dono de transportadora que tem 15 carretas e 180 agregados! Aí te pergunto oque da dinheiro e caminhão?
    Com certeza não né! O negócio de transporte e atravessador!

    • 23/07/2019 em 13:58
      Permalink

      Governo nenhum prioriza o transporte autônomo ou empresarial mas o transporte num todo. O gás natural tem a vantagem de não poluir como polui o diesel, só isso. Um comentário acima disse a realidade, com mais investimentos e todos migrando para o gás natural, é lógico que o preço do gás também vai subir, é a demanda. Quanto ao autônomo, eu já fui um, fiz contas e cheguei a conclusão de que não vale a pena ser dono de um ou dois caminhões aqui no Brasil.
      Preferi ser empregado, onde tenho vantagens e não louco com dívidas.
      Abraço.

  • 23/07/2019 em 12:22
    Permalink

    que se foda os produtores de petróleo

Fechado para comentários.