Negociações estabelecem novos valores mínimos para tabela de frete




Novos valores mínimos serão incluídos na tabela de frete. A ideia é fazer uma reanálise dos valores colocados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres, a ANTT, na última tabela publicada, e tentar chegar a um acordo com os setores envolvidos, até a próxima semana.

Isso foi o decidido na reunião dessa quarta-feira (24) entre governo, caminhoneiros autônomos, embarcadores e transportadores para resolver o impasse da tabela do frete.

De acordo com Norival de Almeida, presidente da Federação dos Caminhoneiros de Carga do Estado de São Paulo, cada setor deve enviar uma proposta que, de alguma forma, garanta o lucro.

A reunião foi conduzida pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, na sede do ministério.

Desde o começo desta semana, o governo federal trabalha para evitar uma nova greve dos caminhoneiros.

A última tabela, que começaria a valer no sábado (20), foi suspensa após insatisfação da categoria.

De acordo com os motoristas, a ausência de um piso mínimo para o frete, que garanta uma margem de lucro, prejudica os profissionais.

Outro ponto que gerou insatisfação da categoria foi a exclusão dos pedágios pagos pelos caminhoneiros no cálculo do piso da categoria.

A tabela da ANTT só definiu o cálculo que incluía o tipo de veículo, carga e distância percorrida.

A nova tabela rejeitada pela categoria foi elaborada pela ANTT e a Esalq-Log, a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da USP.

Segundo a agência reguladora, a tabela foi elaborada com a ajuda dos caminhoneiros, em audiências públicas.

Com o impasse, os motoristas que transportam cargas ameaçaram cruzar os braços novamente, repetindo a paralisação de maio de 2018, o que, por hora, está descartado pelos caminhoneiros.

Fonte: Rádio Agência Nacional




7 comentários em “Negociações estabelecem novos valores mínimos para tabela de frete

  • 28/07/2019 em 19:49
    Permalink

    Gostei da foto do 111 por coincidência era eu no volante.

    Resposta
  • 28/07/2019 em 19:17
    Permalink

    Tire os atravessador e as transportadoras e faça um aplicativo que as empresas anuncie suas cargas e manifestem sua carga pois os atravessador fica com no minimo 35%do frete tem uma sala um computador dois celular uma recepcionista e escreve na porta tramsportadora n caminhão tem com cinco seis anos já compram caminhões enguanto nos que vivemos ensima de um caminhão não conseguimos crédito pra comprar um equipamento novo mas o dono da farmácia do mercadinho da sorveteria dono do açougue nem sabe oque e caminhão tem crédito e compra e coloca nos de empregado deles

    Resposta
  • 28/07/2019 em 18:43
    Permalink

    Boa noite o nome autônomo para mim eu não tenho representante que fala em meu nome meus fretes eu coloco os preços o caminhoneiro autônomo está sendo usado pelas transportadoras tem que ter opinião formada somos autônomos uma boa noite a todos

    Resposta
  • 28/07/2019 em 15:47
    Permalink

    Esses caras que tão indo lá negociar não entendem nada, os pedágios estão nos arrebentando, tem que obrigar o embarcador à pagar os pedágios …
    Toda vez que vamos pegar um frete dizem que é preço cheio, ou seja, pedágio incluso, aí arrebenta com a gente …
    O que esses caras tão indo fazer lá? , Ou estão levando algum por fora …

    Resposta
  • 28/07/2019 em 11:24
    Permalink

    Que seja uma tabela simples, que todos entendam como as outras que eram por km rodados x. Quantidade de eixos é o óbvio.ok

    Resposta
    • 28/07/2019 em 19:04
      Permalink

      Nós que não temos vergonha e só não carregar frete que não gera lucro e que não paga PDG simples aí vai ver se não sobe o preço do frete tenho 32dois anos de estrada e não precisei de tabela não dá pra mim não carrego e só ter um aplicativo que as empresas anuncia suas cargas e tirar os atravessador que são os agenciador e os tramsportadora vc vão ver se o frete e ruim não e seria mais barato que custa lá no final e que temos que carregar e enriquecer os atravessadores que são o Vander do transporte enguanto esxisti esses bandos de sangue suga nunca vai melhorar

      Resposta
      • 28/07/2019 em 20:09
        Permalink

        O governo Tem que fazer valer a lei do vales pedágios e a lei da oferta e procura linha de crédito p caminhoneiros autônomos e deixa pau quebrar faz a economia girar o resto sefardita era assim antes todo mundo ganhava dinheiro era bom d mais agora virou uma miséria eles em vez de cuidar da economia do país ficavregulando fretes é p acaba kkkk

Deixe sua opinião sobre o assunto!