Polícia Civil prende quadrilha especializada em roubar carretas na Bahia e Minas Gerais

por Blog do Caminhoneiro

A Polícia Civil prendeu quatro suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em roubar veículos articulados em Minas Gerais e na Bahia. As investigações foram conduzidas pela Delegacia Regional de Curvelo (MG). Os resultados da Operação Mercúrio foram divulgados nesta sexta-feira (22).

“As apurações começaram em agosto depois que o grupo subtraiu um cavalo mecânico, um reboque e um semirreboque em Curvelo. O motorista foi abordado e levado para um matagal, onde ficou com um dos criminosos. No dia seguinte, ele [assaltante] foi resgatado por um comparsa e a vítima se soltou e pediu socorro na Polícia Rodoviária Federal”, fala o delegado Robert Carvalhaes Levy.

Posteriormente, a PRF fez uma barreira e conseguiu abordar os dois criminosos, que foram presos. O caminhoneiro reconheceu a dupla de assaltantes e contou para a Polícia Civil que foi abordado enquanto trafegava em baixa velocidade. Ele ainda falou que os criminosos estavam armados e o mantiveram como refém sob ameaças. Com o roubo, ele teria um prejuízo mínimo de R$ 300 mil, mas o veículo foi recuperado.

Roubar para vender

Após a prisão dos dois homens, a Polícia Civil conseguiu identificar seis envolvidos. “Representamos pelas prisões preventivas, que foram todas deferidas, mas dois continuam foragidos. Eles tinham como objetivo principal roubar os veículos, mas também davam um jeito de ganhar dinheiro com a carga que era transportada. Os crimes eram cometidos principalmente no Norte de Minas Gerais e Sul da Bahia”, explica Robert Carvalhaes Levy.

O delegado destaca ainda que, após os roubos, a quadrilha adulterava os chassis e placas. “Eles atuavam com o objetivo de vender os veículos, conseguimos recuperar quatro deles, que ainda estavam com a quadrilha.”

Sobre os suspeitos

Os presos têm entre 20 e 40 anos, são naturais de MG e BA e já têm passagens por crimes contra o patrimônio, um já foi detido por tráfico de drogas. Eles estão nos presídios de Curvelo e Montes Claros.

Os envolvidos podem responder pelos crimes de roubo qualificado, por uso de arma de fogo e participação de mais de duas pessoas na ação; organização criminosa e adulteração de sinal identificador de veículo.

Fonte: G1

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário