Venda de veículo a gasolina ou diesel pode ser proibida no Brasil em 2030

Daqui a 10 anos será proibida a venda de veículos novos movidos a combustíveis fósseis, como gasolina ou diesel. É o que estabelece projeto de lei que institui uma política de substituição de automóveis movidos a combustíveis fósseis a partir de 1º de janeiro de 2030, aprovado nesta quarta-feira (12) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Os veículos movidos a biocombustíveis, como o etanol, ou os carros elétricos continuarão liberados.

O PLS 304/2017, que segue agora para votação na Comissão de Meio Ambiente (CMA), determina ainda que a partir de 2040 ficará proibida a circulação de qualquer automóvel de tração automotora por motor a combustão. São abertas, no entanto, algumas exceções à regra. Pelo projeto, automóveis de coleção, veículos oficiais e diplomáticos ou carros de visitantes estrangeiros poderão continuar circulando no país, ainda que usem combustíveis fósseis.

Segundo o autor da proposta, senador Ciro Nogueira (PP-PI), outros países estão tomando decisões semelhantes. O Reino Unido e a França querem proibir a venda de veículos movidos a combustíveis fósseis a partir de 2040, a Índia, a partir de 2030, e a Noruega, já em 2025. Ele afirma que esse tipo de veículo é responsável por um sexto das emissões de dióxido de carbono na atmosfera, gás proveniente da queima de combustíveis fósseis e importante agente causador do efeito estufa, que leva ao aquecimento global.

Ciro sustenta que já se encontram disponíveis soluções tecnológicas que permitem o enfrentamento dessa questão. As principais são os automóveis movidos a eletricidade, carregados pelas tomadas da rede elétrica, como já ocorre em outros países, e, sobretudo no Brasil, os automóveis movidos a biocombustível

O relator, senador Fabiano Contarato (Rede-ES), observa que a reorientação do mercado de uma cadeia produtiva insustentável é permitida pela Constituição.

“Segundo nossa Lei Maior, a ordem econômica tem como princípio, entre outros, a defesa do meio ambiente, inclusive mediante tratamento diferenciado conforme o impacto ambiental dos produtos e serviços e de seus processos de elaboração e prestação”, aponta no relatório.

Fonte: Agência Senado

QUER RECEBER NOSSOS CONTEÚDOS NO SEU WHATSAPP?
MANDE UMA MENSAGEM COM SEU NOME CLICANDO NO NÚMERO

042-98800-6519





RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS NO E-MAIL

Seu e-mail (obrigatório)


2 comentários em “Venda de veículo a gasolina ou diesel pode ser proibida no Brasil em 2030

  • 14/02/2020 em 11:50
    Permalink

    Que venham os biocombustíveis.

    Nosso etanol e o isobutanol para mover os automóveis e o biodiesel 100% puro para mover os caminhões.

    Porém, há uma coisa que sou totalmente CONTRA e inclusive tentarei mover ações judiciais para reverter a proposta da extinção das cadeias de produção dos motores.

    O motor por si só não é o centro do problema, mas sim a gasolina e o diesel. E hoje em dia as cadeias produtivas para esses motores empregam milhares de pessoas. Pensando nesses empregos é que sou total apoio para manter e inovar os motores para combustíveis limpos.

    Resposta
  • 13/02/2020 em 18:31
    Permalink

    Isso é loucura… Os automóveis elétricos são muito caros…. Pra esse senador é fácil fazer isso… Ele mesmo ja recebe uma fortuna em salário e benefícios …. Olha não tem oque inventar … Fica quieto… Não se pode comparar o Brasil com a Europa…. Se ele e o dono do projeto e quer carro elétrico… Vai morar na Europa… Como inventam cada coisa…. Porque ao invés de mexer nisso … Não colocam o sistema ferroviário em todo o país, melhoram as condições da saúde, ensino, segurança, rodovias, dimnuem os próprios salários, enfim para de levar vida mansa e ficar matutando coisas mirabolantes para encarecer a vida cotidiana.

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!