ANTT flexibiliza prazos para transporte de cargas

por Blog do Caminhoneiro

Como medida para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do Coronavírus, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou, nesta segunda-feira (23), uma resolução flexibilizando os prazos para o transporte rodoviário de cargas.

Entre as alterações, está a ampliação do prazo de validade dos certificados do Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC). Os vencimentos, que estavam previstos para ocorrer entre 1º de março e 30 de junho deste ano, valerão agora até o dia 31 de julho.

A normativa também suspende, até o dia 31 de julho, a exigência do Certificado de Inspeção Técnica Veicular (CITV) para circulação de caminhoneiros autônomos ou por empresas do ramo de logística, além de dispensar a emissão do Código Identificador da Operação de Transporte (CIOT), realizada pelo cadastramento da Operação de Transporte, nos casos de contratação de TAC ou TAC-equiparado por pessoas físicas para o transporte de cargas.

Pesagem

No último domingo (22), o Ministério da Infraestrutura, através do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), anunciou que vai suspender as atividades dos postos com balanças de pesagem nas rodovias federais.

A medida vale para as rodovias administradas pelo DNIT e pelas concessionárias privadas. A Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), assim como entidades representativas do transporte de cargas, já foram comunicadas. O objetivo é evitar um maior tempo de retenção e de contato entre profissionais do transporte de cargas.

O Governo Federal também prepara, junto a entidades que representam o setor, uma série de medidas de orientação e de triagem em pontos estratégicos dos principais corredores logísticos do país.

Fonte: Ministério da Infraestrutura

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

2 comentários

José Carlos 24/03/2020 - 19:46

Nesse momento crítico de transporte de cargas
Seria muito bem aceito a liberação de veículos
Com AET trafegar sem restrições de horários

Reply
Leovaldo Gonsalez 24/03/2020 - 12:00

E o piso mínimo de fretes?…nosso salário mínimo pq vcs não fiscalizaram e puniram os criminosos atravessadores de frete?
Agora não querem que paremos e vem com estas medidas que só beneficiam vcs?
Vcs sabem de onde vem os vossos salários?

Reply

Escreva um comentário