Inmetro passa a permitir outras formas de fixação quinta-roda

por Blog do Caminhoneiro

O Inmetro publicou, na última segunda-feira (13/7), a Portaria nº 239/2020 que permite outras formas de fixação de quinta-roda utilizada em veículos destinados ao transporte de cargas pesadas e de produtos perigosos, atendendo a demanda do setor de transporte e logística.

Essa portaria traz a possibilidade de fabricantes nacionais e importadores poderem utilizar uma quinta-roda cuja fixação ocorre diretamente no chassi, retirando a necessidade de utilização de acessórios como a mesa (onde a estrutura da quinta-roda fica apoiada), para acoplá- la ao veículo.

“Com isso, o Inmetro passa a aceitar um produto inovador, que ainda não é fabricado no Brasil. Estamos falando de um produto mais robusto, que suporta cargas maiores e que anteriormente não podia ser certificado”, assinala Isabela Alves, técnica responsável pela elaboração do novo regulamento.

Ela destaca que essa abertura será importante apoio para o desenvolvimento da indústria brasileira à medida que aumenta a capacidade de transporte do País, pode reduzir custos e mantém a segurança dos veículos. “É preciso ressaltar que, mesmo com essa inovação, os requisitos de segurança previstos na portaria anterior estão assegurados”, sublinha Isabela, se referindo à Portaria 236 que regulamentou a quinta-roda, em 2008.

Leia a Portaria nº 239/2020 na íntegra

Fonte: Inmetro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

9 comentários

Duarte 19/07/2020 - 15:36

O nosso país com milhares de pontes e viadutos da década de 60/70 onde os tops da época eram os melhores fnm e os 1113 . Agora fica a pergunta aos estudados e responsáveis pela aprovação dos 9 e 11 eixos. Será que os viadutos e pontes aguentariam peso ?? Até quando ? E quem será os responsáveis ? Ou não precisa ter responsabilidade basta apenas assisnar ??

Reply
Ademilson 18/07/2020 - 19:41

Do jeito que brasileiro é retardado e adora arrastar peso vai ser brecha para mais uma porcaria como o nove lixo o país não possue rodovia para essas porcarias sem falar no quanto ele destrói o frete hoje liberar um 11eixos seria a última pá que faltava para enterrar de vez o autônomo para transportadora e viável que não pensa em nada além do próprio umbigo(lucro) não vê o quanto atrapalha e atrasa a viagem dos outros tanto outros caminhões como os pé de breque onde muitos acabam com estresse forçam uma ultrapassagem fazenda merda

Reply
Wellington Freire de souza 18/07/2020 - 09:37

mais tem muito motorista fuleragem, o nove eixo ja dá trabalho pra andar imagine um 11 eixo.fazer entrega nas cidades é um desengata e engata de novo e restrições em varios estados e não temos pontes e viadutos estradas pra isso sem contar a questão de frete que eles tomam dos outros e imagine estacionar nos postos e as ultrapassagens

Reply
Emerson 17/07/2020 - 19:12

O DENIT DEVERIA PROIBIR 9 EIXO. AI VEM UM RETARDADO FALAR EM 11 EIXO ESSE DEVE SER UM DOS MOTORISTA MAIS FRACOS QUE POSSAMOS IMAIGINAR

Reply
FELIPE JOSE DUARTE DO NASCIMENTO 18/07/2020 - 21:53

Amigo ele criticou o 9 eixos e condenou uma possível liberação do 11 eixos. Ele está certo. Infelizmente a ANTT, assim como ANEEL, ANAC e etc, está fechada com os empresários. Já rodei na Argentina e lá, tem Vanderleia DOIS eixos transportando 28t. Aqui para arrastar 28t tem que ter 3 eixos e ainda orar para não esbarrar com um balanceiro safado multando por 120kg de excesso em um eixo e com total de 8t num carro que transposta 28t. Essas limitações que existem aqui, servem apenas para ferrar o autônomo.

Reply
Paulo César 17/07/2020 - 19:11

Motorista e uma BOSTA mesmo; 9 eixo já é uma DESGRAÇA, imagina um 11 eixo, eita raça.

Reply
Luis Roberto dos Santos 17/07/2020 - 15:44

Não temos estrada, e pontes apropriadas para nove eixos, já tem gente falando de nove eixos…tinha que ser no máximo cinco eixos…igual no Estados Unidos…mais segurança…acredito que possa até melhorar o frete…pois ia precisar de mais veículos pesados gerando mais emprego…

Reply
Celestino Gonçalves Filho 17/07/2020 - 15:33

Seria excelente um rodotrem de 11 eixos. É claro que para tocar um destes, pela responsabilidade e segurança, o condutor já deveria ter experiencia no de nove eixos.

Reply
Ricardo 17/07/2020 - 12:32

“Estamos falando de um produto mais robusto, que suporta cargas maiores e que anteriormente não podia ser certificado”, será um possível spoiler para uma nova tentativa de regulamentação do rodotrem 11 eixos? Kkk

Reply

Escreva um comentário