Falta de motoristas no Brasil – 78% dos caminhoneiros acham que o salário é o problema

por Blog do Caminhoneiro

Em pesquisa realizada pelo Blog do Caminhoneiro neste final de semana, motoristas de caminhão empregados e alguns sem emprego, responderam ao questionário, que perguntou “Quais os motivos da falta de motoristas no Brasil?”

Com diversas respostas, o resultado mostrou que a maioria dos caminhoneiros é insatisfeita com o salário pago. Para 78% dos caminhoneiros que responderam, os baixos salários influenciam na saída dos caminhoneiros da profissão. Outro ponto que recebeu muitas críticas também foi a falta de estrutura nas estradas, com locais adequados para o caminhoneiro parar, descansar, usar banheiros e se alimentar.

A maioria dos motoristas que responderam ao questionário tem idade entre 25 e 40 anos, 66,7%, com motoristas mais velhos, entre 41 e 55 anos, representando 20,2% do total de respostas dadas.

Outro ponto citado por muitos dos motoristas é que falta às empresas programas de treinamento para aqueles que não tem experiência, e também o fato de das transportadoras recusarem candidatos de outras regiões.

Entre as respostas, alguns citam que se disponibilizam a realizar mudança de endereço, principalmente para as regiões Sul e Sudeste, que tem concentrado a maioria das vagas disponíveis, mas que seus currículos são recusados mesmo assim.

Os salários, como problema mais citado, levou a outra resposta em conjunto, o tempo longe de casa. Os motoristas acham que o salário pago é pequeno levando em consideração o tempo que se passa na estrada, sem poder ficar em casa.

Outros motoristas citam que o conjunto de problemas citados na pesquisa está inviabilizando a profissão, que além de salários baixos, destacou as questões de:

  • Falta de perspectivas de crescimento
  • Falta de oportunidade para motoristas sem experiência
  • Tempo longe de casa
  • Riscos inerentes à profissão, como acidentes e violência
  • Falta de reconhecimento
  • Falta de estrutura (pontos de parada, banheiros e etc.)
  • Custo de vida na estrada (alimentação e outros)
  • Excesso de regulamentações (Lei do descanso, exame toxicológico)

Falta de motoristas no Brasil

A falta de motoristas no Brasil começou novamente, de acordo com estudo realizado pelo Setcesp (Sindicato das empresas de transporte do estado de São Paulo). O sindicato realizou um levantamento de diversos dados, mostrando que o número de motoristas obtendo as carteiras de motoristas profissionais, das categorias C, D e E vem caindo, enquanto a idade média dos motoristas vem subindo.

Esse problema já é crítico em outros países e também chegou a ficar grave no Brasil antes de 2011, quando a falta de motoristas era estimada em 50 mil ou mais.

Devido às sucessivas crises econômicas enfrentadas pelo país, o número de vagas foi reduzido, e a conta se estabilizou por certo período, com a curva começando a se inverter novamente, para a falta de caminhoneiro, nos últimos anos.

O sindicato também destacou que cerca de 81% das empresas do estado de São Paulo já sofrem com o problema, e mais de 34% já estão passando por uma grande rotatividade de profissionais, que acabam ficando pouco tempo trabalhando e mudam de empresa e até de profissão.

Para 38% das empresas, algum veículo ou parte da frota está parada, sem motoristas suficientes para manter todos os caminhões rodando.

Além disso, o Instituto Paulista do Transporte de Carga (IPTC), que é vinculado ao Setcesp, mapeou mais de 500 vagas para motoristas de caminhões, carretas e outros, apenas no estado de São Paulo.

Se nada for feito para estabilizar esses números, o problema pode piorar muito nos próximos anos, ou até meses, dependendo da força da retomada econômica pós pandemia.

Você pode responder à pesquisa por este link https://forms.gle/TbLNeo6nh5U6nrzW9.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

14 comentários
1

Artigos relacionados

14 comentários

Ezequiel Neto 24/11/2020 - 10:41

Salário condizente + respeito + reconhecimento + segurança para trabalhar. Se tiver isso vai sobrar motorista profissional. Além disso, os motoristas profissionais devem se respeitar e fazer como os americanos que não aceitam abusos, ilegalidade, salário baixo e falta de respeito. Simplesmente se recusam a trabalhar e boicotam as Empresas que acabam cedendo porque do contrário irão à falência e a roda da economia não gira. No Brasil, o camioneiro autônomo ou profissional se humilha, aceita salários vergonhosos e cargas a preços ínfimos que mal pagam as despesas do caminhão, o prato feito e os pedágios. Limitam-se a reclamar sem tomar atitude. Reclamar apenas vira hábito e a reclamação sozinha aprofunda a insatisfação. Atitude é uma pequena coisa que faz uma grande diferença. Amigo camioneiro, nem todos terão olhos para ver e coração para sentir o valor que você tem. Portanto, respeite-se!

Reply
Rogério 23/11/2020 - 21:30

Esse é um dos principais problemas salário,lugares adequados para banho e pernoites mtos dias para descarregar …

Reply
MARIO PRAIA GRANDE 23/11/2020 - 10:25

Bom dia, são vários fatores que atribui a falta de motorista, respeito, e covardia por parte das empresas, punem o maior operador logístico que é o motorista, não punem programadores, gestores, do manutenção, tec de segurança etc. Salários baixos, cargas horárias ececivas, folgas em casa com suas famílias, cestas básicas incompatível, diárias incompatível (tudo caro)falta de segurança nas rodovias Etc se eu fosse um empresário ouviria mais essa classe ,.

Reply
Gil Santos 22/11/2020 - 11:13

Vou resumir, 4 pontos críticos
Falta humanidade
Motorista tem família, não queremos ficar nas mãos de carrascos da operação que dificultam nossa ida em casa. Folga e luxo na profissão .
A logística de carga é descarga de 70’/. das Empresas é um lixo, desorganizada, deficiente e há até um grande desinteresse dos funcionários em agilizar o serviço
Quem dorme em calçada de posto de combustível ou na rua é cachorro vira lata.
O salário que os Empresários pagam, não vale a escravidão.
Com a dificuldade da profissão, risco de vida e é excessos de exigências na contratação, Vai falta motorista

Reply
Paulo Roberto Marchetti 22/11/2020 - 09:53

Bom dia todos bem a falta de profissionais, e divido ao salário baixo e muitos dia fora de casa.como todos já falaram, não tem condições de vc para num lugar descanso se vc não gastar algum dinheiro vc expulso do local.Assim fica difícil, além disso ainda tem seguradora que bloqueia vc por está devendo. Fora isto tem mais .

Reply
Roberio Mendes 21/11/2020 - 21:50

Tem muito motorista sem experiência , mais as empresa não dar uma oportunidade os motoristas , se as empresa desse uma oportunidade a eles não estavam assim.

Reply
Fernando 21/11/2020 - 17:18

Fui caminhoneiro autonomo por 23 anos, desisti da profissão em 2017. As vezes tenho vontade de voltar mas….. falta coragem. De fato, como vemos que nada muda em relação ao transporte, prefiro ficar distante. Essa falta de locais apropriados para paradas, principalmente em cidades grandes onde os postos de combustíveis(pernoite)adotam critério mais rigidos, somos as vezes obrigado à ficar nas ruas laterais, onde estamos expostos a qualquer tipo de roubo ou violência é, desanimador. Empresas principalmente multinacionais, sem a menor organização p/ carga e descarga, quantas vezes fiquei um dia p/ carregar e três p/ descarregar. Assim como herdei a profissão do meu pai , não indico a meu filho e nem sobrinho. Acredito como esta nos EUA , Europa , a falta de profissionais, aqui é questão de tempo. Isso é uma tragédia anuuciada.

Reply
Milton Barbosa Silva 21/11/2020 - 14:48

Sou motorista carreteiro e ais empresas não querem motorista de responsabilidade querem motorista que large o caminhão na rua não tenha cuidado porque exigem muito e não tem o menor respeito com o profissional não tem folga não querem dá plano de saúde e só querem motorista que more na mesma cidade eu estou aqui em Conquista e aqui na Bahia não tem vaga pra motorista em empresa nenhuma isso tudo é mentira todos esses sites são propaganda enganosa fala dê respeito com quem está desempregado essa e a minha concepção não existe falta de motorista

Reply
RodrigoUberlândia 21/11/2020 - 14:09

SOU MOTORISTA CARRETEIRO fico 50 dias fora de casa e ainda tem que brigar pra poder folgar só quem estar na estrada sabe que a ocasião faz o ladrão e a empresa ta cagando e andando pra vc choffer
Acho é pouco tem que faltar cada vez mais choffer na praça e assim essas grandes e pequenad empresas melhoram esses salarios de passa fome..

Reply
raimundo Sergio Rodrigues Vieira 21/11/2020 - 13:42

Depende muito da região onde se concentra esses dados,sou paraense estou há 10 meses desempregado, enviando currículos para várias empresas, possuo documentos atualizados, disponível para viagem e até agora nada.

Reply
Edmilson de Jesus Silva 21/11/2020 - 13:29

A falta de motorista no Brasil e salário baixo descarga sem planejamento o motorista ficar uma semana pra faser uma descarga falta de planejamento o motorista tem que ficar horas pra carregar ou descarregar quem quer essa vida com um salário que não compensa.

Reply
Erivelto 21/11/2020 - 13:14

E de grande valia assim agi as empresas de transportes dando um chicote para qualquer um bater em nós motorista.

Reply
Norman Wesley Matos de Azevedo 21/11/2020 - 12:46

Na minha humilde opiniao a falta de motoristas treinados e capacitados não é culpa só dos míseros salarios e falta de estrutura fisica de apoio ao motorista. A culpa é dos empresarios que não buscam melhorias reais na equipe de profissionais. 99% dos empresários brasileiros, em geral, é o amadorismo. Não buscam conhecimentos, atializaçoes e etc … Boa parte é composta de analfabetos e semi analfabetos. A maioria quer manfar e não comandar. Falta comando e sobre desmandos nas empresas brasileiras. Assim como os politicos não tem compromissos com municipios, estados e a federação, os empresários não tem compromisso com suas empresas. Só visam lucros e nada mais.
Mas, a principal culpa e dos caminhoneiros, que aceitam servir recebendo muito pouco em troca.
Falta uniao em todos os setores e moldes de transportes no Brasil. Precisamos de bons salários, condiçoes para trabalhar com dignidade, programa de descanso, entre outros. Caminhoes novos é o de menos. Caminhoes sao pagos com o nosso suor e dedicacao diretamente e, por esses e muitos outros motivos, é que devemos ter participaçao nos lucros.
Nossos sindicatos sao fracos e muito mal administrados, além de negociáveis. Nenhum pai quer levar vosso filho para o ” mau caminho” ! Nos queremos o melhor para eles e não o pior. Na atual situação os bons pais jamais indicarão a categoria como uma boa profissão para seus filhos.

Dificilmente esse cenário irá mudar e a culpa é a falta de compromisso dos empresários para com suas empresas e funcionarios.
Querem ter bons profissionais e ótimos lucros com bons resultados ?

Fica a dica !

Reply
Márcio José 21/11/2020 - 12:27

Me chamo Márcio sou caminhoneiro as empresas anuncia as vagas e ao mesmo tempo diz que não tem vaga para o estado em que eles anuncia suas vagas. Por sermos de outros estados, fazemos os cursos mopp e outros, temos disponibilidade para viagens em todo território nacional, e vcs empresários, psicólogos dizem que não tem vaga em seu estado. Agora me responda aí empresário, psicólogos vcs comtratam motorista só pra roda no pátio e nas ruas de seu estado.

Reply

Deixe sua opinião sobre o assunto!