FreteBras investe R$ 30 milhões para aumentar segurança dos caminhoneiros

por Blog do Caminhoneiro

A plataforma de carga FreteBras anunciou a realização de um investimento de R$ 30 milhões para ampliar as medidas de segurança para os usuários da plataforma. As ações visam proteger as empresas e principalmente os caminhoneiros, tornando o FreteBras cada vez mais seguro.

“Um estudo realizado pelo Grupo Tracker, em 2020, indica que a taxa de roubos e furtos de caminhões oscilou bastante ao longo do primeiro semestre do ano passado e terminou o ano com uma pequena queda. Apesar disso, ainda há muita preocupação e discussões a respeito da segurança nas estradas e, por isso, assumimos o compromisso de sermos protagonistas na luta contra esta realidade”, explica Bruno Hacad, Diretor de Operações da FreteBras.

A preocupação da empresa com segurança não é de hoje, e cresce cada vez mais.

“Temos um processo rigoroso de validação das empresas que se cadastram na FreteBras, onde checamos uma série de documentos antes de liberar a empresa para publicar suas cargas na plataforma. Historicamente, aprovamos apenas 30% de todos os cadastros solicitados na plataforma”, completa Hacad.

“Em janeiro já lançamos o ‘Alerta de Frete Suspeito’, um sistema que notifica nossa equipe sobre fretes suspeitos na plataforma em tempo real. Todas as publicações apontadas como suspeitas passam por uma verificação detalhada para garantirmos que está tudo certo. Hoje a taxa de cargas seguras publicadas em nossa plataforma é de 99,58%. Isto não é suficiente. Queremos 100%”, afirma Luiz Gustavo Felício, Diretor de Tecnologia da FreteBras.

O FreteBras passou a contar também com a função Check-in Privado, que garante ao caminhoneiro a possibilidade de buscar fretes no FreteBras sem que seus dados sejam divulgados para as empresas contratantes. Isso garante segurança e é um medida alinhada às determinações da Lei Geral de Proteção de Dados.

Até o final de março, a plataforma também vai contar com um sistema de avaliação, onde os caminhoneiros poderão qualificar as empresas, e vice-versa, ao final de cada frete.

Com a nova função, os caminhoneiros que utilizam a FreteBras podem conhecer o histórico das empresas antes de fechar a contratação do frete. Ao mesmo tempo, as empresas também terão acesso às avaliações feitas por outras transportadoras a respeito dos motoristas.

“A partir do final do primeiro trimestre, os caminhoneiros passarão a ter acesso a um inédito histórico de avaliações das empresas, trazendo maior confiança aos profissionais da estrada na hora de escolher e aceitar um frete”, pontua Hacad.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados