Exame toxicológico agora tem valor máximo que pode ser cobrado do caminhoneiro

por Blog do Caminhoneiro

A Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) e a ABTOX (Associação Brasileira de Toxicologia), firmaram um acordo para que o exame toxicológico realizado por motoristas profissionais na rede de laboratórios credenciados tenha um valor máximo de referência.

Com a parceria, o caminhoneiro que realizar o exame na rede credenciada ABTOX não poderá pagar mais do que R$ 187,00 pelo procedimento. A medida foi tomada devido à exigência da realização do exame com maior frequência para os motoristas profissionais, que deverá ser realizado a cada 2 anos e meio (30 meses), independente do prazo de validade da CNH.

Caso o valor pago pelo caminhoneiro seja maior do que o estipulado pelas entidades, ele poderá solicitar reembolso, por meio de um canal criado para atender os motoristas.

Como funciona o reembolso?

Para solicitar o reembolso, o caminhoneiro deve acessar o site da CNTA (www.cnta.org.br), clicar no banner do reembolso que o redirecionará para um formulário simples, onde o caminhoneiro deverá preencher corretamente e anexar os documentos solicitados a fim de comprovar o pagamento acima do valor.

Após completar todas as etapas, a solicitação é encaminhada para a ABTOX, que fará o procedimento necessário para que o reembolso seja feito ao caminhoneiro. Serão ressarcidos apenas aqueles que fizeram o exame nos laboratórios credenciados à ABTOX dentro do período de vigência do novo calendário indicado na Deliberação do CONTRAN nº 222/2021, que vai até 31/12/2021.

Para conferir quais são os laboratórios credenciados e tirar dúvidas, acesse o site da ABTOX: www.abtox.org.br

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR
CLIQUE AQUI PARA PARTICIPAR DO NOSSO CANAL DO TELEGRAM

Deixe um comentário sobre o tema!