Litoral paranaense recebe a segunda edição do Festival de Gastronomia Caiçara

por DINO

A tradicional culinária caiçara será celebrada, de 15 a 24 de julho, na segunda edição do Festival de Gastronomia Caiçara. O evento vai exaltar a Cambira, prato que tem como data comemorativa, no município de Pontal do Paraná, o dia 18 de julho. Para degustar a Cambira tradicional e outras delícias típicas, o público poderá escolher entre os trinta restaurantes inscritos no Festival.

O prefeito de Pontal do Paraná, Rudisney Gimenes Filho, conta que a segunda edição do Festival de Gastronomia Caiçara busca consolidar Pontal do Paraná como centro gastronômico do litoral. “O evento que já foi um sucesso de público em 2021, será ainda maior este ano”, disse.

Para Gilberto Keserle, secretário municipal do turismo e desenvolvimento econômico de Pontal do Paraná, além do resgate cultural das tradições do litoral, o evento tem como objetivo movimentar a economia do município fora da alta temporada.

Valorização da pesca artesanal – A ONU declarou o ano de 2022 como o Ano Internacional da Pesca e da Aquicultura Artesanais como forma de tornar visível a importância do setor para o cumprimento dos objetivos estabelecidos na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

O objetivo deste ano internacional é valorizar socialmente as contribuições da pesca artesanal e da aquicultura, em termos alimentares e econômicos, e promover o diálogo e a cooperação para fortalecer as famílias que dependem dessas atividades.

O Paraná tem registradas 60 comunidades de pescadores e um total de cerca de quatro mil famílias que vivem da pesca artesanal. Patrimônio Cultural Imaterial de Pontal do Paraná, a pesca artesanal da tainha reúne todos os anos os caiçaras para a prática ancestral.

Cambira, a grande estrela – Patrimônio da cozinha brasileira, a Cambira é originalmente preparada com peixe seco e defumado, acompanhada da banana e pirão. Há mais de 300 anos, os portugueses introduziram o sal na região, que passou a ser utilizado na conservação do peixe – especialmente da Tainha que é abundante no litoral do Paraná. O nome (Cambira) remete ao cipó muito presente no litoral, conhecido por sua flor de cor roxa, que era a base do varal usado para a defumação. Uma vez seco, o peixe vai para a panela de barro com água e especiarias (tomate, pimentão, coentro, pimenta e bananas), e vira um caldo grosso. O prato é servido com pirão, salada e arroz.

Concurso desafiador – Em paralelo ao FGC, também acontece o concurso gastronômico que premiará estabelecimentos pelos melhores pratos caiçara. Entre as categorias estão o Prato Feito Caiçara, o Petisco Caiçara e a melhor Cambira Tradicional. A ideia da promoção é desafiar a criatividade de comerciantes e cozinheiros para estimular as vendas e apresentar ao público a qualidade da culinária local. 

O Festival de Gastronomia Caiçara é realizado pela Prefeitura Municipal de Pontal do Paraná com apoio da Adetur Litoral, Governo do Estado, Sebrae e Comtur.

Sobre Pontal do Paraná – Criado em dezembro de 1995, Pontal do Paraná tem 26.636 habitantes, segundo estimativa do IBGE/2018. Fica no litoral a uma distância de 100 km da capital Curitiba e tem como atividades principais o turismo, comércio, pesca e artesanato. Dos 50 km de extensão em praias do Paraná, 23 km se encontram em Pontal do Paraná, tornando o município totalmente voltado às atividades praianas. Tem 48 balneários, incluindo Pontal do Sul – principal ponto de partida para a Ilha do Mel.

SERVIÇO:

Festival de Gastronomia Caiçara

Data: 15 a 24 de julho de 2022

Instagram: https://www.instagram.com/gastronomiacaicara/

Siga o Blog do Caminhoneiro nas redes sociais

Conheça as miniaturas incríveis feitas por Rodrigo Krause Iveco Glider – O conceito da Iveco para a IAA de 2010 Conheça o caminhão mais rápido do mundo, que pode passar de 600 km/h Scania Frostfire está finalmente pronto Oportunidades de emprego para caminhoneiros em todo o Brasil