O sistema de publicidade no Blog do Caminhoneiro vai mudar

Desde que o Blog do Caminhoneiro começou a monetizar o conteúdo, em 2013, a venda de espaços de publicidade dentro do site (banners) é feito por períodos de tempo, geralmente 30 dias, que podem ser mais longos ou menos longos, dependendo de cada cliente ou campanha.

Neste ano, estávamos planejando uma alteração nesse formato de venda, que seria colocada em prática em 2023, mas, na última semana, fomos notificados pelo Google, principal indexador do site, sobre isso. Para o Google, o envio de acessos ao Blog do Caminhoneiro e a qualquer outro site de notícias passou a ser condicionado à “Experiência de Página” para os leitores.

Isso quer dizer que o leitor tem que ter acesso direto ao conteúdo, com a publicidade sendo apenas complementar, sem atrapalhar ou ocupar em excesso a tela, especialmente a primeira dobra (primeira visualização do site, assim que carrega).

Por isso, teremos que reduzir a quantidade de banners existentes no site, dos atuais oito, para apenas quatro. Isso vai reduzir o impacto visual dos banners para os leitores.

A principal vantagem, como já citada, é a melhoria da experiência de página. Isso trará maior público ao site, pois é fator de indexação do Google, nosso principal gerador de tráfego.

O menor número de banners sendo exibido a cada acesso ao site também dará maior destaque a cada banner, individualmente. Isso reduzirá a concorrência pela atenção do leitor aos anúncios, o que poderá aumentar o número de cliques para cada anunciante, além de oferecer a possibilidade de gerar cliques mais valiosos, onde será reduzida a possibilidade de clique acidental na publicidade, por exemplo.

No novo formato de anúncios do Blog do Caminhoneiro, ao invés de períodos de tempo, iremos vender quantidades de visualizações, e os anúncios não terão mais uma posição fixa dentro do site, sendo exibidos, por meio de um algoritmo que adquirimos, de forma aleatória.

A nossa proposta inicial de valor será de R$ 400,00 por 100 mil visualizações, ou R$ 0,004 por impressão de anúncio (visualização). Chegamos a esse valor levando em consideração o valor que nos é pago pelo Google, por meio do Adsense, que atualmente nos paga, em média, US$ 160,00 a cada 100 mil visualizações de anúncios (US$ 1,60 de RPM (Receita por mil impressões), levando em consideração a média entre março e maio). Em cotação atual, o valor pago pelo Google como anunciante, por meio do Adsense, é de R$ 838,00 a cada 100 mil visualizações. Para anunciar no Facebook, o valor estimado para 100 mil impressões é de R$ 900,00.

Limitaremos a exibição máxima de cada anunciante a 1 milhão de exibições. Mensalmente, são estimadas entre 4 e 6 milhões de exibições de todos esses espaços, sendo até quatro banners vistos em cada página. Esse número foi obtido com base no número de acessos do Blog do Caminhoneiro, sempre superior a 1 milhão de acessos mensais, mantendo uma média de 1,5 milhão por mês.

Para nós, o valor estabelecido para os anunciantes diretos, que tem parcerias de longa data com o Blog do Caminhoneiro, é mais baixo do que o pago pelo Google, por se tratarem de empresas altamente qualificadas para o nosso público, fornecendo produtos e serviços voltados especificamente a caminhoneiros e empresas do setor. Ou seja, esses anúncios são relevantes ao público, e é interessante para o leitor que continuem sendo exibidos.

A alteração passará a valer já a partir do próximo dia 1º de julho, sendo implementada na madrugada do dia 30/06 para 1º de julho. Para os anunciantes que ainda tem saldo de dias restantes, os anúncios passarão a serem veiculados dentro dos novos espaços, mas pelo período de tempo previamente contratado, mantendo-se as artes já existentes no site, a não se que haja interesse, por parte do cliente, na alteração.

No novo formato, cada anunciante contará com dois formatos de banners:

  • Mobile 400×400 pixels em JPG, PNG ou GIF.
  • Desktop 800×100 pixels em JPG, PNG ou GIF.

Não serão aceitas outras medidas ou formatos, mas poderemos recortar e/ou converter para o que é aceitável. Cada empresa poderá exibir até 3 artes diferentes, sendo três mobile e três desktop.

Uma empresa que paga hoje, por exemplo, R$ 1.000,00 na publicidade mensal, terá 250 mil visualizações de anúncio, que poderão ser espalhados em todos os dias do mês, ou mesmo em períodos mais curtos ou longos, dependo da campanha e do interesse particular de cada anunciante.

Quando o número total de visualizações for obtido, aquele banner para de ser exibido automaticamente. No mês seguinte, caso haja renovação, o banner será atualizado, para voltar a ser exibido.

As métricas, com a quantidade de cliques e impressões dos anúncios serão obtidas por meio de integração com o Google Analytics. Os links podem conter parâmetros de acompanhamento fornecidos pelos anunciantes.

Como é uma alteração grande nos espaços, o Blog do Caminhoneiro entende que algumas das empresas anunciantes não queiram renovar a publicidade. Porém, somente dessa forma o Blog do Caminhoneiro continuará a ser competitivo no setor de notícias, se mantendo na posição de destaque que obteve ao longo dos anos.

Nos links abaixo, pode-se observar os atuais espaços ocupados pela publicidade e os novos espaços, onde os banners passarão a ser exibidos.

Exibição atual

Exibição futura

Conheça o NIKOLA TRE movido a hidrogênio Caminhões comemorativos viram febre entre transportadoras Centenas de vagas de emprego para caminhoneiros Conheça o super caminhão futurista da Peterbilt 300 vagas para caminhoneiros brasileiros em Portugal