Opiniao do dono [Scania R440, na cegonha]

IMG_0577

Continuando a série sobre o que os donos dizem sobre seus caminhões, desta vez conversei com o dono de um sucesso de vendas da categoria extrapesada, o Scania R440.

O Scania R440 tem como destaque o Motor de 440 cavalos Euro 5 que veio para substituir o motor de 420 cavalos, após o programa Proconve P7 para diminuir as emissões de poluentes. Este motor possui 440 cavalos e tem o maior torque da categoria, e não tem deixado a desejar os frotistas no quesito economia/desempenho. Como resultado disso, foi o caminhão extrapesado euro5 mais vendido.

O caminhão em questão é um lindo R440 highline, 4×2, azul ultramarino equipado com cambio Optcruise, suspensão pneumática que trabalha atrelado a uma cegonha. O caminhão é bem novo, possui apenas 30 mil Km rodados e 2 meses de uso, mas já fez a revisão dos 5 mil Km, que não foi detectado nada relevante no caminhão.

IMG_0581

Não é novidade pra ninguém que o caminhão “passeia” na cegonha, o motor de 440 cavalos brinca com as cargas que alcançam no Maximo 18 Ton. Eu acompanhei o caminhão no trajeto de Sinop a Uberlandia, vazio, as médias variavam de 2,7 a 3 Km por litro andando “no sapatinho” entre 1400 e 1600 rpm. O consumo de Arla do caminhão tem mais autonomia por conta de um tanque de 100 litros adicionado na plataforma, proporcionando ao caminhao uma autonomia de aproximadamente 3 mil Km com 150 litros de Arla.

IMG_0592

O dono esta muito satisfeito com o caminhao, substituiu um Iveco Stralis 380 por ele e disse que as diferenças são muito grandes, principalmente no consumo e conforto. A escolha da compra foi por conta da fama e respaudo que a Scania já tem, e pela indicação de amigos.

Única reclamação que o motorista tem, e que eu pude perceber no acompanhamento, é o cambio Optcruise, que tem um delay (atraso) nas trocas de marcha muito grande, coisa de 3 segundos e meio, que parece pouco falando assim, mas em uma ultrapassagem apertada ou em um top que necessite de uma troca ágil, causa um certo “frio na barriga”.
No mais o dono esta muito satisfeito, e sabe que o caminhao não lhe trará problemas futuros por se tratar de um Scania.

IMG_0591

Ficha técnica:

Motor 13 litros – Proconve Fase 7

DC13 112 440 cv

Potência Máxima………………………………………………………………… 440 hp (324) kW a 1900 rpm

Torque Máximo………………………………………………………………2300 Nm entre 1000 a 1300 rpm

Capacidade de Óleo……………………………………………………………………………………………36 dm³

Freio Motor……………………………………………………………………………………… 261 kW a 2400 rpm

Cambio Optcruise 14 velocidades.

*Vou fazer outra analise de um R440, porem trabalhando em um serviço mais comum como Bitrem, para ter uma analise mais geral sobre o veiculo!.

Obrigado!
H. David.

QUER RECEBER NOSSOS CONTEÚDOS NO SEU WHATSAPP?
MANDE UMA MENSAGEM COM SEU NOME CLICANDO NO NÚMERO

042-98800-6519





RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS NO E-MAIL

Seu e-mail (obrigatório)


25 comentários em “Opiniao do dono [Scania R440, na cegonha]

  • 20/03/2019 em 09:54
    Permalink

    Alguém tem o plano de manutenção do SCANIA R440??? estou com muitas falhas no caminhão e preciso fazer uns comparativos.

    Resposta
  • 24/01/2019 em 10:32
    Permalink

    Bom dia!!! Estou querendo comprar uma vaga em alguma transportadora com cavalo e cegonheira. Conhece alguém? Abraço
    Helder 11.984480808

    Resposta
  • 08/06/2018 em 11:04
    Permalink

    Bom dia! Estou querendo comprar um Scania R440 6×4 2009 bug pesado. Gostaria de saber se ele é bom pra estrada de asfalto? Quero puxar tanque de combustível rodotrem, e o caminhão está muito bom de preço. E tem 650.000km.
    Ele consome mais do que o bug leve? Anda bem?

    Resposta
  • 08/02/2018 em 16:26
    Permalink

    Na transportadora que trabalho nós temos 03 Scanias R480 e 03 Mercedes Axor. Digo com certeza que Scania é só ilusão, o veículo é mais caro quando novo, as revisões são absurdamente caras, as peças são muito caras quando apresenta qualquer problema . Para ter uma idéia, a revisão de 120 mil kms fica em R$7 mil reais. Temos Scania que está com 270 mil kms e tivemos que mexer em itens que os Mercedes com 800 mil kms ainda não mexeram. Confesso que os Scania fazem uma economia um pouco melhor de combustivel do que os Mercedes, mas os problemas que apresentam e o preço das revisões e peças não compensam essa economia. Se você está na dúvida qual caminhão comprar, minha dica é: Não compre Scania, pois repito, é só ilusão. Pesquise outras marcas mas não compre Scania.

    Resposta
  • 13/04/2014 em 23:07
    Permalink

    Olá hélio, sempre trabalhei com caminhão munck, e agora estou tendo a oportunidade de ser dono. Estou comprando um scania G470 6×4 ano 2011 230 mil km e modificando pião e coroa para adaptar ao serviço rodoviario. Optar por um 6×4 é porque pretendo puxar rodotrem. Só que na busca de um bom carro me surgiu um MB actros 2646 6×4 2012 700 km , scania é sem duvida uma excelente marca, mas a zero km também é uma boa marca, o que você me diria para me ajudar nessa escolha, obrigado.

    Resposta
    • 08/02/2018 em 16:34
      Permalink

      Desculpe entrar no meio da sua dúvida com o Hélio, cara, não fica com o Scania, muito melhor pegar o Actros. Conforme meu relato abaixo, na empresa que trabalho temos 03 scanias e 03 axor. Scania é furada, peças são absurdamente caras, revisão com preço astronômico, e dos três Scania que temos, 02 apresentam problemas crônicos com a bomba/modulo do arla e diferencial

      Resposta
  • 07/10/2013 em 12:24
    Permalink

    Oi Hélio
    Não sou caminhoneiro, mas sempre tive curiosidade em saber mais a respeito das condições atuais dos transportadores de veículos ( cegonheiros). O q vc poderia me dizer em relação as oportunidades de entrar no segmento de veículos, é muito difícil agregar em empresas do segmento? (sada, transmoreno, brazul, transzero etc..)

    Resposta
    • 07/10/2013 em 13:24
      Permalink

      Olha Marcelo (ou Marcel, não entendi kk), eu conheço bastante gente agregado na Sada, desde motoristas até donos de vaga, e te adianto, hoje eles tem o melhor frete e o melhor serviço dos transportes “normais” (quando digo normal eu retiro cargas de excesso lateral, produto extremamente valiosos, entre outros). É fácil de se notar isso olhando a frota de caminhões que utilizam, que na maioria das vezes são novos e com potencia superior a demandada, e não falta carga pra eles. Lembro que em meados de 2001 um parceiro nosso ficava dias em Belem do Para esperando carros batidos para voltar, porque sabia que não adiantava voltar a Betim vazio que iria esperar la na fabrica mais tempo. Hoje em dia é PROIBIDO carregar carro na volta, é bate volta sempre!

      Então um serviço tão vantajoso não é tão fácil de se ingressar, e nunca foi,para você agregar em uma destas empresas você tem que adquirir o que eles chamam de “vaga”, em meados de 1999 um amigo meu vendia sua vaga na Sada por cerca de 250 mil reais, hoje motoristas de la dizem que, na Sada sul, gira em torno de 2,5 milhões a tal “vaga” (em empresas como a Tegma parece ser mais alto ainda o valor).
      Eu acredito que isso seja apenas um “susto” para que ninguém se meta a entrar no que “é deles” e não vire bagunça, acredito que hoje quem tem vaga la são pessoas que já tinham e adquiriram a preços mais “camaradas” por serem antigos do transporte (porque chega a ser inviável você investir cerca de 3 milhões em 1 caminhão), o que eu não discrimino de forma alguma esta atitude, porque podem falar o que for dos cegonheiros, mas eles são até hoje, a classe transportadora (entre graneleiros, bauzeiros, tanqueiros) mais unida que eu já vi!

      Obrigado pela visita e comentário!
      Continue visitando e participando!

      Resposta
      • 12/10/2013 em 22:42
        Permalink

        Hélio
        Sua resposta foi ótima, esclareceu todas as minhas dúvidas.
        Muito Obrigado!

  • 07/10/2013 em 08:44
    Permalink

    Essa linha foi lançada em janeiro de 2012, com esse curto espaço de tempo é praticamente impossível de chegar a 800 mil km. Como já foi mencionado acima, o produto é “verde”, vamos ver no futuro, e sobre o delay do Opticruise, está chegando a 4ª geração do produto, vamos aguardar. Eu tenho uma caída por Scania, porém o FH atualmente é o produto mais acertado, não o melhor, mas sim o mais regular. Belo post!

    Resposta
  • 06/10/2013 em 07:52
    Permalink

    o ” atraso nas trocas de marchas” na verdade e um dispositivo que ajuda preservar a vida util do cambio, onde tendo muito torque com uma passada de marcha suave, isso nao e problema e soluçao pois sabemos, quem anda de sacania, e muita força/torque para um cojunto de relaçao que nao acompanha, mas ele nao perde jiro.

    Resposta
    • 06/10/2013 em 12:59
      Permalink

      Concordo com você Anderson, até já sabia deste dispositivo, seria como uma embreagem que se solta de vagar.
      Porém hoje os veículos com mais tecnologia usam sistema de embreagem dupla que trabalha justamente para evitar este atraso. Nos carros este atraso é tirado para ganho de velocidade/tempo, nos caminhões poderia ter o intuito de evitar a perda de desempenho na subida, ou na ultrapassagem, porque eu discordo de você na parte que você disse que o caminhão não perde o giro.
      Ele perde sim, cerca de 300 RPM do que se fosse uma troca manual, pois o sistema também não programa o motor para subir o giro quando embreado, e ele perde bastante do seu “gas” em uma subida. Isso eu presenciei na pratica por 2 dias, nao foi conversa do motorista.

      Abraço!
      Obrigado pela visita e comentario!

      Resposta
  • 05/10/2013 em 20:54
    Permalink

    Tente fazer sobre o iveco stralis 460 eurotronic, estamos querendo comprar um e não soubemos muito a respeito

    Resposta
    • 05/10/2013 em 23:35
      Permalink

      Vou procurar algum proprietario Felipe!
      pode deixar!
      Abraço!
      obrigado pela visita e comentario!

      Resposta
      • 06/10/2013 em 11:48
        Permalink

        eu que agradeço, bom trabalho ai

  • 05/10/2013 em 00:09
    Permalink

    olá , parabéns pela iniciativa é bem interessante mais sobre o delay do Optcruise é quando ele está atuando no modo automático ou no manual que ocorre?

    Resposta
    • 05/10/2013 em 13:55
      Permalink

      No modo automático, inclusive quando esta acionado a “potencia” dele q ele muda de marcha com a rpm um pouco mais elevada, o delay ocorre nas duas situações, normal e na “potencia”. No manual nao pude conferir!

      Resposta
  • 04/10/2013 em 18:33
    Permalink

    boa gostei muito disso mas estou interessado com o caminhão international 9.800I vcs
    podem fazer uma avaliação com esse caminhão? e aguardo esse teste e abraços e tudo de BOM!

    Resposta
    • 04/10/2013 em 20:33
      Permalink

      Johnny estou tentando achar algum dono do Internacional, ja entrei em contato com o concessionário da minha cidade, eles vao me passar o telefone de alguem logo logo!
      Abraço!
      Obrigado pela leitura e comentario!

      Resposta
      • 07/10/2013 em 12:14
        Permalink

        opa valeu e estou muito curioso com esse international abraços e tudo de BOM!!!

  • 04/10/2013 em 17:16
    Permalink

    É justamente por isso que eu disse no final do post que vou fazer um com um 440 tracionando um Bitrem. Eu achei interessante fazer mais por conta do cambio e do conforto!
    Quanto a kilometragem eu não procurei me informar certo. Mas boatos que esses novos motores, nenhum ultrapassa a faixa dos 700/800 mil Km, nosso 113h rodou 1 mihão e 400 mil Km sem abrir o motor, só trocou casquilho, e baixava pouco óleo.
    Ainda são caminhoes “verdes”, vou a procura de caminhoes mais “maduros” para confirmar. Se voce procurar ai tem uma analise de um FH 400 bem rodado, e por enquanto ta normal!
    Abraço, Obrigado pela visita!

    Resposta
  • 04/10/2013 em 12:23
    Permalink

    Falar o que?? Esse opinião foi café com leite! rs…Maquina bem conhecida, Potencia carregando pluma…M as dizem que o Scania roda 500.000km ai tem q abrir o motor, enquanto os Volvo rodam o dobro antes disso…Procede??

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!