Quando carro e caminhão se misturam. [MB Actros MP4]

por Blog do Caminhoneiro

 

05. Actros MP4 2011

Quando eu era criança eu desenhava caminhões (ou tentava) de todas as maneiras, cópias, misturas, as vezes desenhava um caminhão qualquer só para inventar uma faixa decorativa nova. E uma das coisas que eu fazia era misturar elementos de carros nos caminhões, pegava o farol de um carro, retrovisor de outro, defletor de ar de outro, e no fim virava um Transformer misturando carro, caminhão, juntava a feiura do desenho com a feiura do próprio “caminhão” que surgira da minha mente de criança.

 

Detalhes á parte, eu era uma criança que imaginava em um dia ver um caminhão que conseguisse casar os elementos dos carros esportivos com seu Design pesado e robusto. Muito tempo se passou até que em 2011 eu vi, materializado (em foto), um caminhão com tais características, e confesso que não consegui imaginar até hoje se poderia ter vindo de uma maneira melhor. Quando a Mercedes-Benz lançou seu novo extrapesado Actros na Europa, o caminhão que misturou aspectos de um caminhão pesado e robusto com o luxo e requinte dos seus carros de luxo vendidos pelo mundo.

 

7096956937_dc1f6d3766_b

Actros MP4 de 2011

O ser humano que não conseguir achar semelhanças (tirando a marca da estrela de três pontas) entre o Actros e uma C180 Kompressor  com certeza é um herege (ou um míope, nada contra os miopes).

 

MB C-180 Kompressor

MB C-180 Kompressor

A grade com grandes réguas paralelas horizontais levemente curvadas em forma de “V”, os faróis com globo duplo, bifocais, o acabamento dos faróis de neblina,  compartilham do mesmo desenho no sedan e no extrapesado.  As curvas e vincos leves e harmoniosos que só os designers  alemães da marca da estrela sabem fazer, firmam ainda mais a semelhança entre tais veículos.

 

01. Actros MP4 2011

Tais características não ficaram limitadas apenas ao exterior, quando você olha o interior você tem mais certeza ainda que este extrapesado é um Sedan com mais de 500cv de potencia feito para arrastar trailers carregados com produtos de quaisquer tipo. Aqueles botões coloridos, velocímetros e manômetros com 1001 cores praticamente foram extintos no painel do Actros, dando espaço a botões pretos com detalhes em prata (alumínio escovado), trabalhando muito bem com as cores bege dos estofados eliminaram com extrema competência a impressão de interior “barato” que os caminhões da Mercedes-Benz tinham (ainda tem no Brasil) nos seus caminhões anteriores.

 

Tudo isso unido lhe torna um dos mais (se não o mais) lindos caminhões já produzidos. E ganhador de vários prêmios de design pelo mundo.

 

Interior Actros MP4.

Interior Actros MP4.

A MB não tem planos ainda para vende-lo no Brasil, infelizmente. Ficaria curioso de saber como ele viria pra ca, se seria muito “depenado” e como ficaria se fosse. Mas acredito que mesmo assim, seria um caminhão maravilhoso!

 

Espero que na fenatran deste ano tragam um modelo, nem que for para exposição, pois seria um grande prazer conhecer este veiculo de perto. Ver o que eu tentava desenhar quando criança, materializado.

 

H. David.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

6 comentários

Alexandre 22/10/2013 - 17:25

Concordo com o que você disse, boa matéria por sinal, mas corrija lá:

O modelo da MB não é o C 180 Kompressor, a linha Kompressor já foi extinta do mercado em 2009.

Reply
EMP3R 11/10/2013 - 21:35

Hélio, que bom te ver por aqui! Gostava muito das suas matérias no midiatruck.
Quanto ao Actros MP4, creio que ficaria bonito mesmo capado.
Uma pena não termos nem uma expectativa para lançamento aqui
Creio que por conta da idade da frota brasileira, caminhões com um design mais pretencioso são tidos como “feios” pela maioria, acostumados com os quadradões.
Talvez esse seja UM DOS impasses para a instalação dos mesmos por aqui.
Ficamos no aguardo, não é mesmo?

Reply
Hélio David de Almeida 11/10/2013 - 21:44

Boa noite Iago!
Opa, tamo aqui agora continuando os trabalhos, divulgue a quem conhecer agora que estou aqui! kkk
Então Iago, é uma pena mesmo, mas nem acreto que o design pretensioso seja o empasse, acredito que seja mais uma questão de mercado e planos, inclusive acredito que até o segundo semestre de 2015 esse Actros estará entre nos.
Questão de design é relativo, vide o novo FH, eu paricularmente achei um caminhão um tanto quanto impactante, com muitos elementos, ao cotrario do modelo anterior, e pelo que estou vendo, a maioria pensa a mesma coisa, mas é questão de costume, foi o mesmo impacto quando a Scania substituiu a série 3 pela série 4.

Obrigado pelo comentario, continue visitando e participando!
Abraço!

Reply
Manoel Cândido França 11/10/2013 - 09:38

Industrias de caminhões perdem em não fabricarem rapidamente no Brasil os seus novos modelos na Europa.
Exemplo dos novos modelos Mercedes Actros Axor e o Volvo FH e Iveco Satralis, rodando pelas estradas do continente europeu.
A Iveco tem o seu novo Satralis e espera o quê para colocá-lo à venda, promove uma expectativa desnecessária, o novo Cavalo da marca poderia estar rodando aos montes pelo País, mas não está, as suas lojas vazias de clientes, enquanto isso, a concorrência promove seus produtos com menores preços e novo design, a exemplo do MAN com o custo bem reduzido e o Scania Streamline.
Os modelos de Cavalos abrasileirados, deverão estar carregados de tecnologia moderna, recursos de reação rápida para respostas igualmente rápidas no trem de força.
O interior do nossos caminhões deverão ser “despojados de luxo e adereços”.
Os cavalos deverão ter agregados confortos como: o ar condicionado, porta trecos à mão do motorista, geladeira, vidros e travas elétricas, assentos super confortáveis e demais acessórios necessários à perfeita condução do cavalo aliviando o estresse do caminhoneiro.
Forrações de interior de cor clara e luxo, e outros babados que saltam aos olhos, são perfeitamente dispensáveis.
Fabricantes asiáticos são rápidos na remodelação dos seus produtos, exemplo dos veículos da marca Hyndai.

Lito França

Reply
Manoel Cândido França 11/10/2013 - 09:41

Quis dizer “Stralis” e não Satralis rsrsr

Reply
Hélio David de Almeida 11/10/2013 - 11:02

Muito boa sua opinião!
Obrigado pela visita e comentario!
Continue participando!

Reply

Deixe sua opinião sobre o assunto!