PRF da Bahia flagra caminhoneiro dirigindo há dois dias sem descanso

por Blog do Caminhoneiro

10440686_783010511723377_8020988968055622458_nDurante a Operação Copa do Mundo, Policiais Rodoviários Federais flagraram um motorista profissional dirigindo há mais de 48 horas sem parar sob influência de rebites.

Ao abordar um caminhão, carregado com verduras, no KM 429 da BR 116, os Policiais Rodoviários perceberam que o condutor estava trêmulo e com pupilas dilatadas, sinais que caracterizam estar sob efeito de substâncias psicoestimulantes.

No interior da cabine do caminhão, os policiais encontraram 25 comprimidos de anfetaminas, comumente conhecidas como “rebites”, para inibir o sono, além de dois canudos, utilizados para a inalação de drogas.

Ao ser questionado, o motorista confessou estar dirigindo há dois dias sem parar para descansar, fato constatado através da análise no disco tacógrafo. O condutor, de 53 anos, foi conduzido ao complexo policial de Feira de Santana e não teve o nome divulgado.

Infelizmente, tem se tornado cada vez mais comuns os casos de motoristas que usam de substâncias para inibir o sono e dirigir por mais horas seguidas. A grande responsabilidade sobre os horários, premiações para carga entregue antes do previsto e outros abusos fazem com que muitos profissionais recorram a tais drogas.

Esse é um problema grave, e que muitos jovens, antes mesmo de terem carteira de motorista, aprovam e contam vantagens nas redes sociais, como se o uso de rebites e outras drogas fosse um sinal de status na estrada.

Porém, o único resultado que aparece é a maior exigência de experiência por parte das empresas, que não entregam a chave de um caminhão na mão de qualquer motorista. Quem acaba pagando o pato são muito motoristas bons e que não usam drogas, que não conseguem um emprego, por ter pouca ou nenhuma experiência, e a reputação de toda a classe de motoristas, que só piora aos olhos do povo em geral, que desconhece que a maioria dos caminhoneiros são homens de bem, trabalhadores e responsáveis, que honram a profissão que têm.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-98800-6519

19 comentários
0

Artigos relacionados

19 comentários

luiz alberto 24/12/2016 - 22:05

Infelizmente eu tenho que concordar que o maior responsável por isto é o próprio motorista que se sujeita a estes “agendamentos de cargas” com horários muito apertados ,e a pouco inteligente competição entre motoristas para cumprir o horário mesmo a custa da saúde futura , ao respeito com demais usuários da via ,da sua vida como a dos demais.
Mas também acho que ao invés de só punir o caminhoneiro(elo mais fraco) o ministério público,que tenho certeza ,sabe destes horários ,muito apertados de “agendamentos” ou pelo menos deveria saber, que constrange o motorista ao uso de todo tipo de droga ,para ficar acordado ,dirigindo por horas a fio.Deveria examinar o manifesto de carga ,onde deveria constar também o horário de PARTIDA e não só o de Chegada no cliente ,deveriam fazer um estudo criterioso sobre velocidades médias possíveis nas estradas (que eu particularmente estimo ,tendo um caminhão com boa razão de subida em no máximo 55 Km/h, nas principais rodovias do país de pista dupla ,e 42 Km/h em pista simples *Br 153, 116 e mais algumas do mesmo padrão , as estaduais de alguns estados são tão ruins que chega a ser impossível uma estimativa de velocidade média) Ai sim estipular uma tabela de tempo de viagem após o manifesto emitido e o “agendamento ” de chegada baseado em velocidades médias possíveis ,tempo para alimentação e descanso. Mas parece que as autoridades se omitem ,por algum motivo , que muitos supõem seja o poder de embarcadores e clientes e só punem o motorista que se sujeita a este regime análogo a semi escravidão e que normalmente tem pouco conhecimento legal. Quando começarem a punir embarcadores e clientes por constrangimento a jornada exaustiva e levar a público as empresas que tem essas praticas e os cidadãos que também são usuários de rodovias ,boicotarem o produto destas empresas , ai poderá haver a possibilidade de mais segurança nas rodovias ,com menos motorista profissionais estressados com a possibilidade de perda do “Prazo de Entrega”,famigerado “Agendamento”,mas enquanto isto não acontecer ,teremos noticias como esta da matéria . ( mais fácil punir ao fraco do que ao poderoso ,que financia campanha politica)

Reply
Valdir Colatto 23/06/2014 - 18:54

Esclarecendo, nossa proposta reforma da lei 12619, lei dos motoristas. Descanso 12 horas/ dia, 8 horas ininterruptas inter- jornadas e 4 horas distribuídas durante o dia conforme plano de viagem. De volante, jornada de 12 horas, com o máximo de 5,5 horas ininterruptas e 4 horas de paradas obrigatórias intercaladas. Das 12 horas de volante, serão 8 horas normais, até 2 horas extras e até 2 horas opcionais, por acordo coletivo entre empresas e motoristas contratados. Para motoristas autônomos também obrigatoriedade de descanso e máximo de 5,5 horas de volante ininterruptas.

Reply
Na Rodagem a 35 anos 18/06/2014 - 23:10

Fala e facil migao mais quero ver senta num caminhao com horario a ser feito maluco e oque liga e pila 4 joga na mente e tudibaoo mano rebite nao tira conciencia..

Reply
na rodagem 15/06/2014 - 22:24

Eu acho errado usar drogas mas ja usei muito rebite dirojo a mas de 35anos e nao me arependo pois foi ele que me deu o que tenho trabalhei de empregado muito tempo era comisionario nuca usei nenhuma outra droga pois nunca me envolvi com nenhum acidente pois vejo outros gue se envolve com acidente por falta de rebote pois o sono nao brinca pois respeite as sua vida e a dos outros pois ainda rodo e nao precizo mais usa so frotista e se algum dia preciza eu uso.

Reply
edison werner silveira 13/06/2014 - 16:42

mau ganha para sustentar a familia e entra nessa de sustentar traficante acorada para vida tua esposa e teus filhos estao te esperando so que hum dia tu nao vai foltar mas se liga bobo

Reply
Fábio 12/06/2014 - 21:00

Autonomo usando rebite, até entendo (mas não aprovo de maneira alguma). Empregado fazendo isso é trouxa, otário e deve procurar um médico urgente…

Reply
Betoferradura 12/06/2014 - 16:06

O brasileiro é uma merda mermo… ficam cobrando austeridade, policiamento, combate a corrupção, salario melhor, saúde padrão fifa, segurança padrão fifa, educação padrão fifa e etcetera e tal. Mas todo mundo tá esquecendo que alguém tem que trabalhar pra pagar essa merda toda, algum ferrado tem que se arrombar pra poder pagar esse monte de bolsa preguiça, bolsa folgado, bolsa corrupção e tal e ainda ficam querendo que trabalhemos somente 8 horas por dia???? Vai virar uma republiqueta CUBANA essa merda de pais…Vocês sabem porque o pneu do caminhão e redondo??? É pra isso mermo, é pra rodar muito, rodar tudo, vai e volta rapidinho. Quem gosta de ficar parado vendo a vida passar é quem tem estabilidade no emprego, caminhoneiro autônomo tem que andar feito o papa-léguas, deixem de preguiça brasileiros vamu trabalhar pra essa terra crescer e assim diminuir a miséria humana…

Reply
Leo Coe 12/06/2014 - 11:29

Pretendo voltar a estrada ainda este ano, não bebo, não uso drogas. E sinceramente não tenho pena nenhuma de quem usa. Pois é a escolha dos fracos, psicologicamente despreparados para enfrentar as agruras do dia a dia da estrada. Esta gente que dirige bebada, drogada, só pensa em si mesmo. Se acham injustiçados pela sociedade, se sentem perseguidos, culpam o uso deste tipo de coisas, pelo estresse do dia a dia. Pura bobagem, pois se assim fosse, todas categorias usariam drogas, motoristas de busungas, caçambeiros, taxistas, etc.. Usa pq quer ser o fodão para o patrão,ou, para os colegas. Tem mais que sair da rodagem o que exerce a função de motorista, seja em que setor for.

Reply
guto 11/06/2014 - 22:07

Muitos falam,criticando,apoiando.Mas apenas quem convive no trecho diariamente,sabe que a pressão é muita.Creio que devemos nos perguntar o que,leva um profissional da estrada aos 53 anos utilizar drogas,muitas vezes a rotina massacrante,leva o profissional aos poucos há situações ,pois a ausencia da familia,pressão dos embarcadores ,insegurança,acaba levando muitos a situaçoes desesperadoras(Drogas);Parabéns aqueles que suportaram,pois são verdadeiros heróis,apesar das segue las adquiridas,e vamos ter compaixão daqueles que tombaram,pois nenhum de nós estamos livres das adversidades…Abraços.

Reply
kleber 11/06/2014 - 20:44

Não posso acreditar no que li neste blog, tem irresponsável que defende o uso de anfetaminas nas estradas. Com certeza estes são os que defenderam a mudança na lei do descanso, estes são os que prestam para transportadores que só visam o lucro acima da vida. Defendo que todos que forem flagrado, que sua habilitação seja caçada e que o caminhão seja confiscado, igualmente como arma de fogo irregular, só assim acabaríamos com estes matadores da estrada.

Reply
adriano 11/06/2014 - 19:52

Rebite emagrece e tira o sono,verdadeiro 2 em 1 deveria ter a venda liberada parar a motoristada.

Reply
Evaldo fraga neto 11/06/2014 - 19:37

Ribite é remedio de emagreçer,faz vc suar,ai ele tomam com conhaque ,ele não morreu do ribite ele morreu bebado ou drogado,é mas facil proibir bebidas na beira das estradas,em paradas de onibus.

Reply
Evaldo fraga neto 11/06/2014 - 19:32

Falar é façil senta la no caminhão pagando prestação,sem direito a nada,TUDO QUE VC TEM ANDA DE CAMINHÂO PICHAR E FACIL.

Reply
leo 11/06/2014 - 18:42

isso na Rio Bahia (br 116) e muito comun , se a PRF abordase mais motorista nao ia ter lugar pra prender drogado, ribitado imperito e imprudente no volante.

Reply
Celestino G.Filho 11/06/2014 - 17:44

Hoje vi a segurança dispensada a uma equipe que está treinando por aqui. Fiquei pensando: se fizessem 0,5% desta segurança nas estradas brasileira onde são concentrados os roubos, os ladrão teriam que mudar de país. Isto só não é feito porque os governos não acham importante pois custa caro e não dá votos

Reply
adriano 11/06/2014 - 17:20

Não se preocupem o governo vai dar um jeito desse tipo de coisa ser legal dentro da lei é só o pessoal para de usa drogas um tempo antes da renovação da cnh e tá tudo certo.

Reply
Leo Coe 11/06/2014 - 14:49

Um coitado, idiota e viciado em drogas aos 53 anos. Deve ser retirado da rodagem, ir trabalhar em outra atividade. Não comprometendo a terceiros e, se possível se tratar do efeito do uso de drogas. Espero que a PRF continue com este tipo de abordagem, retirando definitivamente da profissão os drogados da estrada. Temos sim, excelentes profissionais e ótimos candidatos, mesmo entre os sem experiencia comprovada em carteira. Passem a dar oportunidade a estes, não faltará bons motoristas para substituir os que fazem uso de drogas.
E aos jovens candidatos aconselho, caso sejam induzidos ao uso por algum empregador, chefe de trafego de empresa, denuncie ao Min. Trabalho. Paz na estrada..

Reply
Reinaldo 11/06/2014 - 15:45

Está aí o efeito de não ter uma regulamentação mais severa quanto ao tempo de direção, sempre vai ter um otário se matando e matando vidas em nome do trabalho.

Reply
odair 11/06/2014 - 20:19

efeito da lei concerteza mas os que se dizem entendidos,tivessem deixado 8 horas,mas querem aumentar taí agora á culpa é do motorista,e o exame toxicológico tem ser de 6 em 6 meses.Agora pergunta pro motorista se tinha que entregar como carga horaria?vão ter todas as respostas para lei nova.

Reply

Escreva um comentário