Caminhoneiros ameaçam fazer novas manifestações se piso do frete não for aprovado

por Blog do Caminhoneiro

Caminhão Scania T113H360 bitrem na BR-476 - Foto de Rafael Brusque Toporowicz - Blog do Caminhoneiro

Caminhoneiros fizeram, na semana passada, varias manifestações em diversas regiões do Brasil, em favor da aprovação do projeto de lei 528/2015, que estabelece a política do valor mínimo de fretes, pauta que vem sendo cobrada pelos caminhoneiros desde às grandes greves que ocorreram em 2015. O PL 528 foi apresentado em Março de 2015 e é de autoria do deputado Assis do Couto – PT/PR.

A votação ocorreria na última semana, mas foi adiada novamente para essa semana por um pedido de analise do deputado Edinho Bez. A votação deve ocorrer amanhã. O projeto dividiu os deputados, pois tal lei poderia causar aumento da inflação, pelo pressionamento dos fretes, defasados em cerca de 30%.

Para os caminhoneiros, principalmente autônomos, esse projeto poderia dar um alívio, já que os preços do fretes se mantém como em anos anteriores, ou ainda foram reduzidos, enquanto o preço dos insumos, como diesel e pneus, não param de subir.

Hoje as empresas de transporte e os caminhoneiros autônomos tem trabalhado no limite, levando prejuízos em muitas viagens. Com a lei, os embarcadores seriam obrigados à pagarem um valor de frete tabelado, e caso não seguissem a lei, seriam multados.

De acordo com o Deputado Paes Landim, “O tema constante da proposta afeta diretamente a economia das empresas, tem repercussão negativa para a economia brasileira devido ao aumento dos custos de transporte, aumento da inflação, perda de competitividade das exportações, criação de incertezas nos contratos de transporte e passivos trabalhistas.

Deve-se ainda considerar a situação econômica atual adversa, principalmente no tocante à manutenção e geração de empregos. Propostas que criam novas exigências trabalhistas por lei, sem levar em consideração as especificidades das categorias econômicas e profissionais e as diferentes realidades das regiões do país, são especialmente prejudiciais nesses contextos de dificuldade econômica.

Ademais, a proposição dialoga diretamente com a organização do setor rural, uma vez que se estabelecem valores mínimos para o frete, com aplicação imediata em âmbito nacional. Desta feita, a proposição traz, também, grande repercussão na redução da renda do produtor rural.”

O deputado Assis do Couto defende o projeto: “O presente projeto tem por objetivo estabelecer condições razoáveis à realização de fretes no transporte rodoviário de cargas em todo o território nacional, de modo condizente ao serviço prestado pelos profissionais do setor de transportes.”

Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

27 comentários
0

Artigos relacionados

27 comentários

Gabriel 07/12/2016 - 18:26

Sou caminhoneiro a trinta e dois anos nunca uma crise tão ruim se não chegar a um acordo adeus autonamo só fica empresa para lavar dinheiro ou dar golpe se nois autonamo.se unir ainda a esperança temos que fazer uma greve para todos em casa não sair ou vamos parar forçado estes vagabundos ladrões destes políticos nada fazem.

Claudio Santos 07/12/2016 - 04:14

Tá certo

Carlos Andre 06/12/2016 - 23:57

Nois motorista não se uni olha o disel alimentou [email protected] centavos por litro hj só se uni q agente consegui o q quiser

Paulo P Junior 06/12/2016 - 23:02

Esse filme eu ja vi. Foi cortado no meio. Nao deu em porra nenuma. E dificil convencer a todos pararem.

Jorge Euzebio 06/12/2016 - 22:58

Então temos que parar. Pois o nosso governo nunca fez ou fará algo para ajudar o caminhoneiro. Isso é uma realidade. Com todo o respeito. Só para comparar se foce professor. Funcionário público. E cainhoneiro. Aí a polícia manda dar tiro de borracha e por na cadeia

Nilberto Pereira Gomes 06/12/2016 - 22:07

falta de materia para publicar

Zé Cueca 06/12/2016 - 18:34

Na verdade não precisaria de ter nenhuma lei para estabelecer o preço minimo do frete. Nós é quem deveríamos ser os responsáveis por essa ação, ou seja; se o frete compensa, carregaremos se não compensa não carregaremos. Mas como somos uma categoria “gananciosa e individualista” acabamos por uns prejudicar toda a classe. Ademais as greves que ocorreram forma manipuladas pelas empresas e os desinformados entraram de “gaiatos” na briga dessa gente para derrubar o governo, agora a conta está chegando e novamente os empresário, “(claro que nem todos”), estão mobilizando a classe para fazer movimentos para eles. Penso que quem tem de faze movimento é empresário e transportador, a nós cabe carregar se conveniente ou dispensar a carga. No final quem levará o ônus do custo dessa greve somos nós caminhoneiro e os empresário que nos manipulam ficam com o bônus e os ganhos como sempre. Digo aos colegas, não vamos fazer greve neguma, vamos nos mobilizar e se preciso for passar uns dias de dificuldades e sair vencendo essa guerra. A luta tem de ser sem interferencial externa e somente dos caminhoneiros, afinal quem luta conquista, e quem nada faz reclama. Essa semana dispensei um frete por ser menor que minhas necessidades para manter meu caminhão, mas infelizmente um “colega” pegou o frete que já era baixo por menos de 26% do que eu havia iniciado o frete. Assim que está funcionando a nossa classe, e o pior ele sabia que eu havia iniciado uma combinação e veio oferecendo esse preço irrisório com pedágio e tudo por conta do “colega esperto”. Dentro em breve ele vai ficar comprando pneu sucateado em borracharias de beira de estrada. Nada contra as borracharias que nos ajudam muito.

Beto Mattos Betinho 06/12/2016 - 21:31

Fazer manifestação agora em dezembro é fácil, tudo para mesmo. Quero ver fazer quando começar a safra, ai a pressão é grande

Fladimir Forasteiro 06/12/2016 - 19:48

Com essa aumento no diesel agora nos autonos acabamos com o resto que faltava

Facundo Facundo 06/12/2016 - 18:44

De novo…

Thiago Pereira Ribeiro 06/12/2016 - 18:24

Para, estou escutando isso faz tempo.

Luis Antonio Soares Reinehr 06/12/2016 - 17:43

So vou acredita quando as grandes empresas pararem

Luis Antonio Soares Reinehr 06/12/2016 - 17:42

Vao so gasta disel de novo. Nao vai adianta nada.

Paula soares 08/01/2017 - 18:07

Eu só acho q o Brasil ta mas mãos dos CAMINHONEIROS .pena q eles não sabe o poder q tem nas mãos, parem todos caminhão durante 3 meses pra ve se eles não sobe o frete. e 3 mês parado todos ai vê quanto falor tem os CAMINHONEIROS se não ficam louco e sobi os fretes ai vai faltar tudo ….
não é fácil vida de caminhoneiro tem q dar mas valor e ainda fazem reportagens e coloca na Globo falando q os caminhoneiros são drogados mas drogados tem em todos lugares não são todos drogados duvido q la no governo não tenha neim um q e drogado mas respeito c todos….
..

Richardson Lamas 06/12/2016 - 17:37

Já era pra está parado

Neilton Sousa 06/12/2016 - 16:55

greve dessa página ta começando ja tem mais de ano. Porra q repete mais q disco furado. Kkkkkkkkkk…

Luciano da Silva 06/12/2016 - 16:54

Aqui na minha região já subiu 17 centavos por litro já amanheceu com preço novo ja

Luciano da Silva 06/12/2016 - 16:53

E pra ajudar mais um pouquinho uma altinha básica no dieselkkkkkk

Adriano Sales Pupo 06/12/2016 - 16:49

Não vai dar em nada mais uma vez

Andre Luiz Jungton Santini 06/12/2016 - 16:36

Caminhoneiros ameaçam a fazer novos protesto!!!!!
Eu sou Caminhoneiro também mas essa cena o Brasil já viu muito bem, e nunca dá em nada,.
Tem que ter a força de sindical junto para isso dar certo, mas como o sindicato dos Caminhoneiros tem rabo preso com o governo. Nada disso vai para frente enquanto tiver esse maldito de sindicatos

Andre Luiz Jungton Santini 06/12/2016 - 16:46

O governo faz isso com as transportadora, porque nunca ninguém bateu de frente com o governo, já basta os impostos caros que todos nós pagamos, e todo ano é a mesma coisa.

Andre Luiz Jungton Santini 06/12/2016 - 16:46

Falta união de todos, de todas as categorias

Julio César Sampaio 06/12/2016 - 16:59

o que podemos fazer..e agora com este aulmento de combustivel sò vai piorar mais ainda..o que vai ser desta vez????? novamente abaixar a cabeça e trabalhar trabalhar….e o pior d tudo é ficar calado por que é a unica coisa que nos resta nada mais por que nao teremos apoio c nao c apoiarmos em nos mesmos…

Andre Luiz Jungton Santini 06/12/2016 - 16:59

Falta união

Andre Luiz Jungton Santini 06/12/2016 - 17:00

Quando isso acontecer, quero ver quem vai poder para e calar a classe de caminhoneiros

Aurélio Strapasson 06/12/2016 - 22:45

É mais fácil o Fidel Castro ressuscitar do que os Caminhoneiros fazerem uma greve digna e decente!
Fizeram uma mini greve no dia 29 e 30 passado e a resposta foi em 0,17 centavos na bomba de diesel!
Kkkkkkkkk
Lastimável que haja uma classe sem união e principalmente sem que se valorizem como a minha classe!

Gabriel filho 07/12/2016 - 19:57

Concordo os presidentes de sindicatos se tranca em uma sala com ministro dos transportes e donos de trasnportadoras sai com a conta bancaria gorda e fala que a greve acabou que o governo aceitou as propostas so quer um prazo e fica por isto mesmo no ia caminhoneiro autônomo que se ferre.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: