FPT Cursor 13 na Copa Truck: uma prova de resistência




Primeiro campeão da história da Copa Truck, ao faturar a Copa Centro-Oeste em 2017, Beto Monteiro volta às pistas na principal categoria de caminhões preparados do Brasil embalado pela força e robustez do motor Cursor 13 da FPT Industrial, uma das principais produtoras de motores industriais do mundo. A marca fornecerá dois motores Cursor 13 para os caminhões de Beto e o companheiro da equipe Lucar Motorsports, Luiz Lopes, participando também como patrocinadora do time dos pilotos.

Protagonista das disputas do Rally Dakar e do Africa Eco Race, o motor Cursor 13, de 13 litros, é reconhecido pela confiabilidade nas pistas, assim como no transporte de cargas e aplicações agrícolas, em tratores e colheitadeiras. Os propulsores de cerca de 520 cavalos foram especialmente preparados para a Copa Truck, alcançando incríveis 1.200 cv de potência. O grande salto é possível graças à preparação especial de componentes, como pistões, comando de válvulas e cabeçote.

“Essa preparação nos levou à vitória na primeira Copa em 2017, além dos títulos Brasileiro e Sulamericano de 2013. O Cursor 13 é o motor que nos faz ganhar corridas, trazendo bons resultados. A maior qualidade do motor FPT é a resistência. Você consegue andar com grande potência e excelente resistência nas pistas, mesmo em altas temperaturas”, afirma Beto Monteiro, que participa das disputas com caminhões há 15 anos.

LEIA MAIS  Cummins Brasil amplia qualidade de testes de motores da rede

Depois de um primeiro ano marcado por novidades, a Copa Truck retorna em 2018 em 25 de março, com a estreia da Copa Sul no Autódromo Internacional Zilmar Beux, em Cascavel (PR). Até o final do ano serão quatro copas e a grande final consagrará o campeão brasileiro em 2 de dezembro, em Curitiba.

Como funciona a Copa Truck

Agora reconhecida como campeonato brasileiro, a Copa Truck chega ampliada em 2018, segundo ano de realização: são nove etapas distribuídas entre quatro copas regionais, incluindo a a Mercosul, com provas em Buenos Aires (Argentina) e Rivera (Uruguai). Cada copa funciona como seletiva para a grande final em Curitiba. Três pilotos, ganhadores das copas de ouro, prata e bronze, respectivamente, estarão automaticamente classificados para a decisão. Na primeira edição, em 2017, a Copa Truck contou com seis etapas com vencedores independentes, em copas regionais – Centro-Oeste, Nordeste e Sul/Sudeste. O vencedor foi conhecido no encerramento da temporada, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

Deixe sua opinião sobre o assunto!