PRF e MP-RO realizam operação “Combustão” e prendem 17 por combustível clandestino




Na tarde da última quinta-feira (20), foi concluída, com êxito, a fase executiva da “Operação Combustão”, que teve início há aproximadamente oito meses e foi realizada em cooperação com o Ministério Público e o Poder Judiciário de Ariquemes/RO, contando, ainda, com o apoio do Exército Brasileiro, da Perícia Técnica da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros.

A operação começou com uma denúncia anônima feita à Central de Atendimento da PRF (via número 191) e desencadeou ações em campo por parte do Núcleo de Inteligência, que realizou a coleta de acervo probatório robusto quanto à prática corriqueira de comércio clandestino de combustíveis, bem como adulteração do material e seu depósito em condições irregulares, causando danos ambientais e gerando riscos à coletividade.

No início da manhã de quinta, mais de 30 policiais rodoviários federais efetuaram o cumprimento de 17 prisões e a apreensão de R$ 81.813,40 (oitenta e um mil e oitocentos e treze reais e quarenta centavos), de 4 armas de fogo, 47 munições e 8.820 litros de combustível (entre óleo diesel, álcool, gasolina, óleo vegetal e arla).

LEIA MAIS  Caminhão carregado com eletrodomésticos é recuperado em Pernambuco

Cumpre destacar que a Polícia Rodoviária Federal foi a única força policial envolvida na operação, demonstrando seu alto nível de profissionalismo e eficiência na realização de ação controlada por longo, devidamente ajustada com o Ministério Público e autorizada pelo Juízo da 3ª Vara Criminal de Ariquemes.

LEIA MAIS  PRF recupera caminhão roubado em SP há quase sete anos

Os indivíduos presos responderão pelo cometimento de delitos de diversas naturezas, como, por exemplo, crime ambiental, receptação e associação criminosa. As penas somadas podem chegar, em alguns casos, a mais de 40 anos de prisão.




Deixe sua opinião sobre o assunto!