PRF conclui ações da Operação Proclamação da República




Números preliminares mostram que, durante a Operação Proclamação da República deste ano, a Polícia Rodoviária Federal atendeu a 243 acidentes graves – aqueles que resultam em, pelo menos, um ferido grave ou óbito, com 1.093 feridos e 74 mortes. Este ano a Operação foi realizada entre zero hora de quarta-feira (14 de novembro) e meia-noite de domingo (18 de novembro). No ano passado, com o feriado caindo em uma quarta-feira, as ações foram realizadas entre os dias 15 e 19 de novembro, e a PRF contabilizou um total de 253 acidentes graves, que resultaram 1.262 feridos e 73 óbitos.

Assim, o comparativo entre os períodos da ação em 2017 e 2018 mostra que a redução preliminar no número total de sinistros graves alcançou o índice de 4% e de pessoas feridas 13%. Estes percentuais confirmam o indicativo percebido nos últimos 5 anos relacionados à redução constante no total de ocorrências de trânsito nas rodovias federais brasileiras, mas também revela que a gravidade dos acidentes ainda é preocupante, pois mesmo com as quedas nos números de acidentes graves e feridos, o número de óbitos não seguiu esta mesma tendência, apresentando estabilidade durante o feriado (aumento de 1%).

Na batalha contra a embriaguez ao volante a Polícia Rodoviária Federal realizou 32.915 testes de alcoolemia; destes, 750 motoristas foram reprovados. Em outras palavras, a PRF retirou de circulação centenas de condutores embriagados, que poderiam causar acidentes graves.

Durante as ações de fiscalização, que alcançaram 105.118 pessoas e 102.396 veículos, diversas outras infrações foram constatadas ao longo do feriado. Em relação às ultrapassagens indevidas, um dos comportamentos mais perigosos percebidos nas rodovias, 4.143 condutores foram flagrados e punidos. Quanto à falta do uso do cinto de segurança por parte do motorista ou passageiro, a PRF registrou 2.461 casos. Pelo fato de não usar os equipamentos obrigatórios para transportar crianças nos veículos (bebê conforto, cadeirinha e assento de elevação), 332 condutores foram autuados por desobedecer a lei, um aumento de 81% em relação ao ano anterior, quando foram registrados 183 destes flagrantes.

Combate à criminalidade

Ao longo dos quatro dias de operação a PRF prendeu 495 pessoas pela prática de diversos crimes. O órgão apreendeu aproximadamente uma tonelada de maconha (993 kg). Houve também apreensão de cigarros contrabandeados, num total de 120 mil pacotes.

RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS NO E-MAIL





Seu e-mail (obrigatório)






Deixe sua opinião sobre o assunto!