Como evitar roubos de carga no final de ano

O Brasil ocupa a 8ª posição do ranking de países mais perigosos para o transporte de cargas, de acordo com o Joint Cargo Committee. Segundo números da NTC&Logística e do Setcesp (Sindicato das Empresas de Transportes de Carga em São Paulo), o roubo de cargas causou prejuízo de R$ 1,574 bilhão em todo o país, em 2017.

Durante o final do ano, os números aumentam, em razão do abastecimento do comércio para as festas de Natal e Reveillon e, dessa forma, os cuidados devem ser redobrados.

Para ajudar empresas e motoristas a evitarem esses sinistros, a Buonny, empresa que atua na área de gerenciamento de riscos e logística, reuniu dicas importantes. Confira:

  • Realize paradas para abastecimento, refeição, banheiro e pernoite apenas nos postos autorizados;
  • Pare sempre em locais seguros, com boa iluminação e bem movimentados;
  • Nunca dê carona ou informe sobre a carga e itinerário a terceiros;
  • Realize o pernoite no horário estabelecido pelo Transportador;
  • Fique atento a movimentações estranhas durante a viagem e principalmente durante as paradas;
  • Evite sabotagem no veículo. Após uma parada, examine as partes vitais de seu caminhão;
  • Comunique imediatamente sua Central de Monitoramento sobre qualquer situação suspeita.

Em casos extremos, siga as seguintes instruções:

  • Se baterem propositalmente em seu caminhão, permaneça com as janelas fechadas, portas trancadas e dirija-se a cabine policial mais próxima;
  • Caso você seja abordado fique calmo e anuncie seus movimentos. Não faça movimentos bruscos e procure obedecer para não irritar o assaltante.

Deixe um comentário!

O Royal Eagle é um Scania 143 como você nunca viu T112MC – Scania desenvolveu modelo exclusivo para a Nova Zelândia Você lembra do seriado “As Aventuras de BJ” nos anos 1980? Caminhões chineses são equipados com cabine de modelo da década de 1970 Conheça o transporte Piggyback, muito usado nos Estados Unidos