Petrobras publica nota sobre composição do preço do diesel




A Petrobras publicou ontem em seu site um texto explicando a forma que a estatal utiliza para chegar ao valor do diesel vendido nas refinarias, e também destacando os tributos e outras adições ao valor, que praticamente dobram o valor do combustível na venda final ao consumidor.

Leia a nota na íntegra abaixo:

Cada vez que um motorista abastece o seu veículo com óleo diesel no Brasil, cerca de metade do preço final pago por cada litro corresponde à parcela cobrada pela Petrobras em suas refinarias. Atualmente, a companhia responde por 54% do preço cobrado aos consumidores, os outros 46% são compostos por impostos, margens de revenda e adição obrigatória do biodiesel – que é mais caro que o diesel.

Quando comparamos os preços cobrados pelo litro do diesel aqui no Brasil com outros países, o consumidor brasileiro paga pelo combustível 13% menos que a média mundial. Ranking da publicação Global Petrol Prices (globalpetrolprices.com) mostra que, de uma lista de pouco mais de 150 países, 105 registram preços superiores ao Brasil. Os preços pagos pelo diesel aqui são inferiores ao cobrado em países como Peru, Japão, Canadá, África do Sul e Austrália. Em países da Europa, como Itália, França, Alemanha, Reino Unido, Noruega e Suécia, os preços chegam a ser o dobro dos registrados no Brasil. Entre aqueles que têm preços mais baixos que o Brasil, existem países que adotam uma tributação menor, como Estados Unidos, Chile e Indonésia, e outros possuem fortes subsídios governamentais, como Venezuela, Equador, Bolívia, Angola, Haiti, Arábia Saudita, Nigéria, Irã e Kuwait.

Nossa política de preços do diesel

Possuímos uma política de preços para combustíveis alinhada ao Preço de Paridade Internacional (PPI), que é formado pelas cotações internacionais mais os custos que importadores teriam, como transportes e taxas portuárias. O mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, o que dá liberdade às distribuidoras para importar os combustíveis. O preço também considera uma margem que cobre riscos como a volatilidade do câmbio e dos preços.

Partindo da referência de preços do mercado internacional, a Petrobras analisa sua participação no mercado interno e decide, de forma autônoma, se haverá manutenção, redução ou aumento nos preços praticados nas refinarias. Comprometida com a transparência, a empresa publica periodicamente os reajustes e preços dos combustíveis, além de detalhes de sua política.




Vale lembrar que, como a legislação brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, reajustes feitos pela Petrobras podem ou não refletir no preço final, que incorpora tributos e repasses dos demais agentes do setor de comercialização: distribuidores, revendedores e produtores de biocombustíveis, entre outros.

Entenda o mecanismo de hedge do diesel

Em relação ao óleo diesel, a política de preços da Petrobras prevê ainda que os reajustes nas refinarias não ocorram em período inferior a 15 dias. A empresa adota o mecanismo de hedge que permite flexibilizar a frequência entre os reajustes e manter o preço estável por curtos períodos de tempo, conciliando seus interesses empresariais com as demandas de seus clientes e agentes de mercado em geral.

O mecanismo de hedge pode ser aplicado em momentos de elevada volatilidade no mercado, de forma a conferir um resultado financeiro equivalente ao que seria obtido com reajustes diários.




23 comentários em “Petrobras publica nota sobre composição do preço do diesel

  • 25/04/2019 em 20:54
    Permalink

    É nisso que dá uma única empresa explora o petróleo Nacional. Se fosse varias haveria concorrência com isso preços melhores.

    Resposta
  • 25/04/2019 em 19:53
    Permalink

    Resumindo, quando a bolsa de valores,comeca querer cair,aumenta o diesel,os acionistas não pode perder.

    Resposta
  • 25/04/2019 em 19:43
    Permalink

    O governo subiu o diesel correto?? Aumentou o frete em 4% correto? Mas para os autônomos quando seu caminhão quebrar até os parafusos pra arrumar também vem por um caminhão e gerado esse valor ao caminhoneiro, a boia da caixa vai subir, a manutenção também…

    Resposta
  • 25/04/2019 em 19:38
    Permalink

    Em país onde existe a inflação camuflada tem geito não, nos países onde o preço é maior ou igual tinha que mostrar para o povo brasileiro valor do salário mínimo e média salarial aí vc vai ver o poder de compra deles.

    Resposta
  • 25/04/2019 em 18:58
    Permalink

    Quero que a Petrobrás exploda e feche para sempre, e desejo do fundo do coração que cada um dos acionistas da Petrobrás, sem nenhuma excessão vao para os quintos dos infernos.

    Resposta
  • 25/04/2019 em 17:49
    Permalink

    Enquanto o valor do diesel for altos alimentos e todos os produtos industrializados sofrerão taxas altíssimas por conta desse diesel caro valores que quebram o transportes que é também o consumidor final o dono de caminhão autonoau teria que pagar o valor do oleó teria que ser 1,90 o litro e ponto final tenho certeza que os tanques ia estar sempre cheio ganhariam mais lucros gastaria mais dinheiro no mercado e ficaria até mais fácil trocar o caminhão por um mais novo!!!

    Resposta
  • 25/04/2019 em 16:49
    Permalink

    É o óleo diesel aqui eu já abastece até de 4.10 no MS é agora o óleo tá 3.60 por que no Chile posto com bandeira petro lá o óleo diesel e 1 real.tem coisa errada aí ne Brasil tanto imposto caro aqui o pobre vai afundar mais e mais.e o imposto não trás retorno nenhum a área da saúde educação tudo bagunçado falta médico falta salário pra médico salário pra professor educado para crianças atendimento pra pessoas do SUS.esse país precisa de vergonha na cara fazer reforma de previdência não. Fazer reforma dos tributos. País governado por homens sem vergonha.ainda bem que eu não votei.Eu pego é com Deus pra min ajudar e todos que São trabalhadores.

    Resposta
  • 25/04/2019 em 16:39
    Permalink

    É simples para resolver o problema é só tirar o monopólio da mão da Petrobras e todas as que tiverem capacidade de refinar e vender o combustível ao preço de concorrência a Petrobras eu diria fim do cartel da Petrobras fim do cartel da Petrobras

    Resposta
  • 25/04/2019 em 16:35
    Permalink

    Porque só a Petrobras quer ter louco se a Petrobras fosse um pouco inteligente e abaixasse o preço do combustível deste ano ele viável para as pessoas ir e virela ganharia muito mais dinheiro por ter mais consome em vez disso ela monopoliza os combustíveis cobrando preços absurdos aumentando diariamente sem nenhuma preocupação se as pessoas vão ou não ter condições de usar o seu próprio combustível isso para mim é uma vergonha uma estatal brasileira abusando seus próprios donos só pensando entre lucro e benefícios próprios esquecendo da verdadeira essência que a população

    Resposta
  • 25/04/2019 em 15:16
    Permalink

    e papo tem e que para porque esses aumento e fora da realidade do brasileiro o governo vem com essa piada de credcré no BNDES o caminhoneiro que combustível mas para não dívida força#greve#

    Resposta
  • 25/04/2019 em 15:11
    Permalink

    O problema não é o preço do combustível e sim a tabela que ninguém paga, já tá dando nojo de tanta enrolação desse governo em fiscalizar a tabela.

    Resposta
  • 25/04/2019 em 15:10
    Permalink

    a questão de custar mais caro em outros países, não significa que temos que pagar também, afinal a nossa economia passa bem longe da economia desses países de primeiro mundo como a Noruega por exemplo, a nossa realidade e bem diferente…

    Resposta
  • 25/04/2019 em 14:34
    Permalink

    Se a Petrobrás é minha como insistem em dizer, então eu deveria abastecer meu caminhão de graça!

    Resposta
  • 25/04/2019 em 14:10
    Permalink

    Esses países mais caro o preço não produz igual o Brasil e sim compram o petróleo

    Resposta
  • 25/04/2019 em 14:06
    Permalink

    Então já que vocês querem fazer comparações ,faz a dos salários recebido pelos operários brasileiros e os impostos que pagamos aí sim vocês vão ver uma grande diferença

    Resposta
    • 25/04/2019 em 15:22
      Permalink

      Concordo com vc eles estão comendo da paralisação todos vão ser afetada mas infelizmente e unico caminho quer o corruptos entender até porque nos continuamos na escravatura oque mudou foi nan apanhar e usar corrente

      Resposta
  • 25/04/2019 em 13:25
    Permalink

    “Preço de Paridade Internacional (PPI), que é formado pelas cotações internacionais mais os custos que importadores teriam, como transportes e taxas portuárias.” Ora, se não se importa o combustível, por que o trouxa aqui tem que pagar como se importado fosse?

    Resposta
    • 25/04/2019 em 18:13
      Permalink

      Simples !! Pagamos porque somos todos trouxas

      Resposta
  • 25/04/2019 em 13:13
    Permalink

    Dolarizar gasolina e diesel até da pra engolir mas álcool que e produzido aqui e demais

    Resposta
  • 25/04/2019 em 12:53
    Permalink

    TEM QUE EXPLICAR OS 55% DA PETROBRAS…..

    Resposta
    • 25/04/2019 em 14:24
      Permalink

      E fácil explicar as porcentagem das suas responsabilidades (Petrobrás), quero ver explicar as grandes porcentagens dos lucros… talvez assim seria mais calcular os valores de responsabilidades /valores de lucros !!!

      Resposta
    • 25/04/2019 em 14:28
      Permalink

      Petrobrás tem servir o país com qualidade e preço justo porq taxas se agora somos auto-suficiente em petróleo nosso petróleo tá sendo exportado e depois importamos vê se pode tudo p agregar preços só biodiesel torna diesel mais caro pra q adicionar essa porcaria q torna nosso diesel mais caro e ruim o etanol teve produção Record 21 por cento a mais esse ano pra q agregar ao barril de petróleo sobe toda hora produto nacional deveria sobre taxar a importação dele p sobrar mais aqui preço cairia não acha q 56 por cento da Petrobras e muito abaixa lucro dela e os impostos a coisa anda esse sobe e baixa da Petrobras e p trouxa quando sobe e na hora os postos já mudam preços quando baixa não chega na bomba aí já sobe de novo ninguém vê isso demais

      Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!