Copa Truck define finalistas e um campeão após dia acidentado em Tarumã

Etapa 8 foi marcada por dois graves acidentes, mas também pelo título antecipado de Danilo Alamini na Super.

O encerramento da maratona de quatro corridas da Copa Truck em Tarumã com a oitava etapa contou com quase todos os elementos possíveis: um campeão antecipado, dois acidentes gravíssimos, quatro vencedores diferentes e cinco finalistas definidos.

A começar pelos acidentes: Kleber Eletric, na classificação, e PP Fernandes, na corrida 1, sofreram os maiores acidentes da temporada 2022: ambos se acidentaram na mesma curva e capotaram, com a cabine se separando do chassi, que se incendiou. No caso de Kleber, foi uma escapada; já PP se envolveu em um enrosco com Daniel Kelemen.

Ambos escaparam ilesos e os danos foram apenas materiais. Já os equipamentos tiveram perda total e, caso queiram correr na finalíssima em Goiânia, no dia 6 de novembro, terão de construir novos caminhões do zero. “Jesus estava on naquele momento. Perdemos o caminhão, mas o importante é que estamos inteiros Deus sabe o que faz”, comentou Eletric. “Graças a Deus os danos foram só materiais. Tanto o Kleber quanto eu escapamos sem um arranhão, o que mostra a segurança dos caminhões da Copa Truck”, completa Pedro.

Já o campeão antecipado foi Danilo Alamini, que não imaginava fechar a conquista com uma etapa de antecipação após o susto em Interlagos. Mesmo com as vitórias dos rivais Felipe Tozzo e Fabio Fogaça, o catarinense, Alamini completou ambas as provas do dia e fechou o domingo com 42 pontos de vantagem – como teremos só mais 40 pontos em jogo, Danilo pôde fazer a festa. “Realmente não tinha pensado em nenhum momento com a conquista deste título aqui em Tarumã, mas ele veio e só posso agradecer a quem me apoiou, a torcida de Santa Catarina meu time e meus patrocinadores”, conta Alamini, campeão em sua quarta temporada na categoria.

Na divisão principal, no entanto, tudo está em aberto. Roberval Andrade e Beto Monteiro venceram, garantindo uma vaga entre os que brigarão pelo campeonato em Goiânia ao lado de Wellington Cirino, Felipe Giaffone e Paulo Salustiano. Tirando Roberval e Salustiano, os outros três tiveram de descartar 19 pontos por conta do regulamento que permite eliminar os dois piores resultados – e isso embolou a tabela de pontos: Cirino vai para Goiânia com 234 pontos, contra 239 de Beto, 224 de Roberval, 223 de Felipe Giaffone e 199 de Paulo Salustiano.

“Como não tinha pontos para descartar, precisava ir para cima e eu fiz. Fechamos a etapa dupla com uma pole, duas vitórias, outros dois pódios e uma grande chance de brigar pelo bi em Goiânia”, destacou Roberval, que já foi campeão em 2018 de Scania. “Vou disputar com outros três grandes pilotos e não vou dar vida fácil. Eu quero muito conquistar esse tricampeonato e me manter como o maior campeão da categoria”, encerrou Beto.

Deixe um comentário!

Caterpillar apresenta caminhão gigante totalmente elétrico Caminhoneiros estão cada vez mais procurados pelas transportadoras Caminhoneiro recém contratado depena caminhão nos EUA Eficiência dos motores diesel chega a um novo patamar Projeto quer acabar com valores de fretes muito baixos