Histórias de um Carreteiro (segunda parte)

por Blog do Caminhoneiro

Fenemê D-11.000 - FNM

Lá adiante uma subida,
faz seu possante gritar alto.
Engata a marcha reduzida,
e segue firme rasgando asfalto.

Levando soja, carregamento de valor
uma Fiat turbo cento e noventa.
Trucada e com potência no motor.
Puxar esta carga ela aguenta.

O cavalo Fiat ficou pra trás.
Uma antiga GMC lá na frente.
Urrando, muito barulho ela faz.
Levando madeira, caminhão valente.

Cavalo FNM trucado puxando
uma pesada carga de sucata.
Lento, seu reboque vai levando.
Contornando um pedaço de mata.

A cabine do seu Mercedão
oferece há ele muito conforto.
Canta pra disfarçar a solidão.
Levando um container ao porto.

Inicia uma ultrapassagem,
numa Scania jacaré.
Continua sua viagem.
Rezando a Deus com muita fé.

Ultrapassa uma quinze dezenove,
carregando mais peso do que pode.
Lentamente ela se move
Inacreditável que ainda rode.

Uma carreta Volvo bicuda avança.
Passando por todos em velocidade.
No volante o motorista não se cansa.
É ali uma parte de sua felicidade.

Ultrapassado por uma Scania bem veloz,
carregada com muito cimento.
Pelo rádio amador ele escuta uma voz.
Amigo da estrada diz pra ficar atento.

Um cavalo Cargo trucado,
Todo equipado vem logo adiante.
De alumínio, seu reboque fechado.
Segue em velocidade constante.

Constellation e Titan Tractor trucados,
Volkswagen caminhões representantes,
aceleram passando embalados.
Seguindo firme já se vão distantes.

A chuva torna a estrada escorregadia.
Os pneus cortam a água que na pista cai.
Seu caminhão prossegue com valentia,
Seguindo para seu destino ele vai.

Dezenove trinta e quatro equipado,
o Mercedes vem logo ali atrás seguindo.
Com seus três eixos, o possante trucado.
Experiente motorista que vai dirigindo.

Fazem a parada para descansar.
Pois é difícil esta vida estradeira.
Após um banho e o delicioso jantar,
se reúnem em torno da fogueira.

Canções cantadas ao som do violão.
Conversam e histórias são contadas.
Seu universo, a estrada, o caminhão,
e as aventuras nas longas jornadas.

Ali próximo os brutos estacionados.
Tantos quilômetros, agora silenciosos.
Estas máquinas poderosas lado a lado.
Conduzidas por estes heróis valorosos.

Na estrada em um vai e vem infinito.
Caminhões de todas as idades.
Rodando na estrada, um bailado bonito.
Fazendo transporte a todas as cidades.

Outro Mercedes Benz LPS trucado,
puxando um reboque de óleo vegetal.
Cintilando, o brilho do cromado.
Pisca os faróis dando sinal.

Dois caminhões cheios de história,
rodando lado a lado pela estrada.
Levando do transporte a memória.
No primeiro posto fazem parada.

Conversam sobre os brutos.
Dirigi-los, uma grande alegria.
Levam vários tipos de produtos.
Rodam felizes pela rodovia.

O caminhão rasga a madrugada,
como uma flecha segue veloz.
O caminho é longo, não tem parada,
No rádio a música é a única voz.

O caminhão segue ligeiro.
Mostra força o trucado.
Quer chegar logo, ser primeiro,
no destino estar estacionado.

Lá fora um frio intenso.
Na cabine o aquece o calor humano.
No coração um amor imenso,
maior que a carga que vai levando.

A chuva bate no para-brisa.
O caminhão rasga a noite sem medo.
No acelerador, mais forte ele pisa,
pois precisa chegar bem cedo.

Ver um irmão de estrada perecer.
Perder a vida no estradão.
Nem sempre esta luta consegue vencer.
Aumenta o giro e as batidas do coração.

Caminhoneiro, o seu destino
é fazer o transporte desde cedo.
Divertir-se na estrada como menino.
Só aumentou o tamanho do brinquedo.

Poema de Roberto Dias Alvares

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

2 comentários

robertosantista 27/04/2014 - 07:57

Em Maio mais uma estória da estrada cheia de ação e aventura. Aguardem para ver qual será o caminhão escolhido para protagonizar esta história.

Reply
robertosantista 08/03/2014 - 10:32

Os próximos capitulos das histórias de estrada, trarão aventuras e situações inusitadas como dificuldades e perseguições. Estou trabalhando em histórias que tragam bastante dinamismo e tornem a leitura mais agradavel ainda.

Reply

Deixe sua opinião sobre o assunto!