O carro de olho no motorista

por Blog do Caminhoneiro

O carro de olho no motorista -  (2)A segurança de pedestres e motoristas é a engrenagem principal no desenvolvimento de novas tecnologias que possam permitir uma nova realidade nas estradas, objetivando uma significativa redução nos acidentes e principalmente no número de mortos e feridos.

Uma das marcas historicamente conhecida por sua prioridade na segurança é a Volvo Cars. A novidade agora é um sistema capaz de reconhecer o motorista do veículo e seus hábitos.

O poder de reconhecimento e distinção se um motorista está cansado ou mesmo, desatento pode está criando o carro do futuro, principalmente em segurança. Entre os recursos temos tecnologias que já detectam caso os olhos estejam fechados ou mesmo para onde o motorista está olhando.

“Essas tecnologias vão permitir ao motorista contar ainda mais com a ajuda do veículo na condução, que irá ajuda-lo quando necessário.” destaca Landfors , engenheiro da Volvo Cars e líder do projeto para as funções de apoio ao condutor .

Ao colocar um sensor no painel de instrumentos para monitorar aspectos como a direção em que o motorista está olhando, se seus olhos estão abertos, bem como a sua posição da cabeça e do ângulo , é possível desenvolver sistemas de segurança precisos que detectam o estado do motorista, capazes de ajustar o carro em conformidade .

Isto também significa que o carro vai garantir que ele não saia da pista quando ou mesmo chegue tão próximo do carro da frente quando observado que ele não está prestando atenção. Ainda será possível analisar se o motorista não está com sono, tecnologia já presente em diversos modelos no mercado brasileiro.

Analisando o estado do motorista – Considerando que o veículo possa ser capaz de detectar se um motorista não está prestando atenção na condução, os sistemas de assistência podem ser adaptado para atuarem de forma mais eficaz.

Entre as diversas tecnologias em teste encontramos sistemas de monitoramento da faixa de rolamento, aviso de colisão com freio automático por completo e piloto automático inteligente, que mantém velocidade e distância conforme os veículos na frente.

A mais recente tecnologia conta com um sensor instalado sobre o painel e de frente para o condutor. Através de LEDs com aplicação de luz infravermelha, fora dos comprimentos de onda visível pelo olho humano, é possível realizar esse monitoramento.

Ao monitorar os movimentos dos olhos o carro seria capaz de ajustar a iluminação interior e exterior seguindo a direção de onde os motoristas estão olhando. O carro também seria capaz de ajustar as configurações de assentos, por exemplo, simplesmente por reconhecer a pessoa que se senta atrás do volante.

A medição do sensor seria o principal indicativo. Essa tecnologia não salva nenhuma foto ou mesmo realiza função de vigilância do estado do condutor.

A tecnologia já está instalada em veículos de teste. A Volvo Cars também está realizando pesquisas em conjunto com parceiros para identificar métodos eficazes para a detecção de cansaço e desatenção.

A análise do estado do motorista, conhecida como “Driver State Estimation” também pode ter um papel importante para o desenvolvimento de veículos com condução autônoma, onde o carro seria capaz de determinar por si mesmo se o condutor é capaz de tomar o controle quando as condições para a condução autônoma não estejam mais presentes . Um sensor de análise do motorista poderia ser de grande ajuda neste processo.

Tarcisio Dias

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Deixe sua opinião sobre o assunto!