Coluna FAGMAX – Gargalos logísticos no Porto de Santos – Os terminais de vazios e as filas de caminhões

Um dos maiores problemas do porto de Santos, o maior Porto da América Latina, é a limitação da logística no que diz respeito à retirada e entrega de containers vazios. Isso ocorre devido ao fato dos terminais de containers vazios trabalharem, geralmente, apenas durante o horário comercial (das 07:00 às 18:00 hs).

Desse modo, ocorre uma concentração do fluxo de caminhões no porto durante o dia, gerando trânsito e filas imensas para retiradas e devoluções de containers. Uma vez que “caminhão parado é prejuízo”, os custos de fretes são diretamente impactados, assim como o custo final dos produtos importados/exportados.

Uma solução para essa questão seria os terminais passarem a funcionar 24hs, diluindo o trânsito no porto e, consequentemente, reduzindo custos logísticos e aumentando a competitividade da indústria brasileira e os volumes exportados.

Atualmente, os terminais que armazenam containers com entrada sob regime de importação e com saída sob regime de exportação funcionam 24 hs, possibilitando o agendamento da entrada e/ou saída dos caminhões, e facilitando a viagem dos caminhoneiros, que têm flexibilidade para escolher o melhor momento para viajar, parar e descansar.

Vitor Aguiar Fagundes, Da Fagmax





Deixe sua opinião sobre o assunto!