Caterpillar apresenta nova motoniveladora 16M3

por Blog do Caminhoneiro

Motoniveladora Caterpillar 16M3 (3)A nova Motoniveladora Cat 16M3 apresenta melhorias de engenharia que aumentam a economia de combustível e a durabilidade estrutural, simplificam a manutenção, agregam conveniência para o operador e promovem a segurança do operador e das pessoas que se movimentam ao redor da máquina. A 16M3 está disponível em configurações que atendem aos padrões de emissões do motor no mundo todo.

A motoniveladora 16M3 é uma máquina essencial para a construção e manutenção de rodovias de transporte em minas, pois mantêm os caminhões operando com a máxima eficiência e o menor custo por tonelada de material movido. A 16M3 dispõe de uma armação da lâmina de 16 pés (4,9 m) e um peso operacional médio de 71.454 libras (32.411 kg). A motoniveladora tem o tamanho ideal para operações que utilizam caminhões de 150 toneladas (136 toneladas métricas) ou caminhões menores.

A 16M3 inclui um motor Cat C13 ACERT com o sistema de Potência Variável Otimizada Cat, que fornece classificações de potência líquida de 290 a 348 HP (216 a 259 kW). O motor está disponível em três configurações para atender a padrões de emissões globais: Final do Tier 4 do EPA (Environmental Protection Agency, Órgão de Proteção Ambiental) dos EUA/Estágio IV da UE/Japão 2014 (Final do Tier 4); equivalente ao Tier 3/Estágio IIIA/Japão 2006 (Tier 3); e equivalente ao Tier 2/Estágio II/Japão 2001 (Tier 2).

Um novo modo ECO, padrão para motores equivalentes ao Tier 2 e Tier 4, foi projetado para melhorar a economia de combustível, otimizando a velocidade do motor para 1.900 rpm no funcionamento das engrenagens, quando possível, sem comprometer o desempenho. Esse recurso selecionado pelo operador proporciona economias de combustível estimadas em até 4 a 5 por cento, em comparação com o funcionamento em aplicativos de carga leve a moderada com o sistema desativado. Um recurso de sistema de controle de motor adicional oferece potência consistente para o solo ao ajustar continuamente o motor para compensar perdas de potência para o ventilador de arrefecimento.

Outra novidade da 16M3 é o sistema “OK para Partida”, que verifica automaticamente o líquido arrefecedor do motor, o óleo do motor e os níveis de fluido hidráulico quando a chave está em Ligar. O sistema também monitora esses níveis e o nível de óleo do eixo da transmissão durante a operação e alerta o operador se os níveis caírem muito.

Trem de força e estruturas

Motoniveladora Caterpillar 16M3 (2)A transmissão Power Shift de acionamento direto Cat, com oito marchas de avanço e seis de ré, incorpora o sistema de Estratégia de Controle Eletrônico de Produtividade Avançada (APECS, Advanced Productivity Electronic Control Strategy) da Cat, concebido para suavizar as mudanças de marcha e promover a produtividade. O eixo da transmissão modular agora tem uma trava automática do diferencial padrão, o que assegura o travamento/destravamento apropriados para excelente tração e manobra, evitando, assim, possíveis danos causados pelo mau controle manual.

A 16M3 também possui um torque de frenagem dinâmico aproximadamente 15 por cento superior nos tandens traseiros, alcançado pela ampliação do diâmetro do disco do freio e da área do pistão. Um novo indicador de desgaste do freio manual simplifica a medição do desgaste do disco, eliminando a necessidade de remover os suportes do freio para verificar o desgaste.

O chassi frontal, a área dos rolamentos de articulação do chassi e o chassi traseiro da 16M3 foram especificamente projetados para garantir durabilidade em longo prazo com o maior peso e potência do novo modelo. A seção central deslocada agora é uma fundição de aço reforçada projetada para distribuir a tensão de modo eficiente e melhorar a durabilidade nesta área altamente carregada do chassi principal. O chassi traseiro é prolongado, incorporando duas fundições de para-choques para um maior contrapeso, e as placas de engate (na junta de articulação) são 50 por cento mais grossas do que as da 16M. O chassi mais longo melhora o equilíbrio da máquina e o controle de direção e permite acesso mais fácil para manutenção de rotina.

Na cabine

A nova tela sensível ao toque e colorida, com uma estrutura de menu intuitivo, permite ao operador monitorar o desempenho da máquina, definir parâmetros para se adequar a situações de operação e acessar informações de serviço para diagnóstico inicial de falhas. A nova tela também mostra leituras da Inclinação Transversal do Controle de Nivelamento Cat e o nível de DEF (Diesel Exhaust Fluid, Fluido de Escape Diesel).

Motoniveladora Caterpillar 16M3 (1)Além disso, um novo teclado com botões de um toque iluminados substitui a maioria dos interruptores de três posições utilizados anteriormente, além de facilitar o trabalho do operador. Os joysticks de Controle Avançado (uma opção de adaptação) aumentam o controle dos sistemas de Inclinação Transversal do Control de Nivelamento Cat ou AccuGrade e também têm provisão para um controle hidráulico auxiliar.

Também padrão na 16M3 é o Sistema de Gerenciamento de Informações Vitais (VIMS, Vital Information Management System) Caterpillar, que fornece informações em tempo real sobre a integridade da máquina e sobre seus arredores, tendências, eventos e outras informações vitais para suportar a produção e o planejamento.

Segurança e serviço

O sistema de câmera retrovisora padrão apresenta imagens nítidas na nova tela de informações ou em uma tela LCD opcional acima do espelho retrovisor. Também padrão, um indicador de cinto de segurança alerta o operador se o cinto não estiver travado e registra o incidente como um código de falha.

A plataforma de acesso aprimorado opcional possui escadas, passadiços e corrimãos que permitem o acesso à cabine ou ao compartimento do motor por ambos os lados da máquina. Uma configuração de acesso de serviço disponível tem escadas, passadiços e corrimãos para facilitar o acesso ao compartimento do motor por qualquer um dos lados. Portas duplas permitem o acesso aberto ao motor e utilizam dobradiças de tambor de aço inoxidável para facilitar a remoção. Um pacote de combate a incêndio disponível facilita a instalação da maioria dos sistemas de combate a incêndio recomendados adequados para a 16M3.

Os intervalos de serviço foram ampliados para a 16M3: o filtro de ar e os pré-filtros do motor têm o dobro da vida útil, em comparação com a 16M, e os intervalos de serviço para a hidráulica principal, o piloto e os filtros da transmissão dobraram de 500 horas para 1.000 horas quando os filtros de amostragem S•O•S SM (Scheduled Oil Sampling, Coleta Programada de Amostra de Óleo) e os filtros Cat são utilizados. Além disso, os intervalos de troca de fluido da transmissão/do eixo traseiro são estendidos de 1.000 horas para 2.000 horas com a amostragem S•O•S.

Na cobertura do motor, a folga acima da tampa da válvula permite a manutenção dos injetores, dos freios de compressão e das válvulas sem a remoção de componentes principais. O projeto modular do eixo traseiro permite a remoção dos comandos finais no chassi, diminuindo bastante o tempo de serviço.

A 16M3 também usa um novo pacote de arrefecimento modular, o que facilita a remoção e instalação de componentes no sistema de arrefecimento, proporcionando uma economia de tempo estimada em 20 por cento em comparação com a 16M. Portas de limpeza oferecem acesso fácil aos núcleos de arrefecimento.

Um tanque de combustível metálico durável tem projeto modular e pode ser reparado com sistemas de combustível de rápido enchimento que comportam até 150 gpm (567,8 litros). O novo tanque de derivação do radiador é fabricado em metal. Nos modelos equipados com um tanque de DEF, ele foi estrategicamente posicionado no nível do solo para facilitar o enchimento quando o tanque de combustível estivesse sendo abastecido.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-98800-6519

Artigos relacionados

Escreva um comentário