FPT Industrial oferece soluções flexíveis




A FPT Industrial, uma das principais produtoras de motores industriais do mundo, investiu em tecnologia para desenvolver dois motores mecânicos especialmente para pequenos produtores que buscam aumentar a produtividade sem comprometer o orçamento. São os modelos N45 e N67, que equipam tratores na faixa de 101 a 130 cavalos (cv) e se encaixam perfeitamente na linha de crédito especial oferecida pelo Governo Federal no Programa Mais Alimentos.

“Desenvolvemos nossos motores com tecnologia MAR-I/Tier3 que garante, por meio de um sistema de injeção mecânico mais simples e acessível, a mesma potência e torque que soluções com motor eletrônico, ou seja, entregamos a produtividade necessária para o produtor com economia de recursos”, explica Alexandre Xavier, diretor de Engenharia da FPT Industrial na América Latina.

Nestas opções mecânicas, a FPT Industrial optou por priorizar a fácil manutenção e economia. “Importante destacar que nos itens de manutenção, a redução de custos pode ultrapassar 20% comparando-se a uma solução com motor eletrônico na mesma faixa de potência. A troca de óleo, por exemplo, pode ser feita a cada 500 horas e não mais a cada 300, o que maximiza a disponibilidade e evita tempo de máquina parada. Isso na ponta do lápis faz toda diferença”, acrescenta.

Os novos motores mecânicos MAR-I/Tier3 da FPT Industrial são encontrados nas marcas agrícolas da CNH Industrial e estarão expostos em destaque, na Agrishow 2017.

Na New Holland, os motores mecânicos equipam os tratores New Holland: série 30 (7630 e 8030), e na série T6 (110, 120 e 130). E na Case IH, os modelos são Farmall 110A e Farmall 130A. A FPT Industrial contribui diretamente com os atributos de qualidade dos novos equipamentos, como a economia de combustível, redução da emissão de poluentes e maior potência e torque, itens fundamentais quando se trata de operações em campos agrícolas.

Importante destacar que todos os motores da FPT Industrial – eletrônicos e mecânicos – passaram a contar com tecnologias inovadoras que permitem menores níveis emissões de poluentes e de ruído, atendendo à legislação MAR-I/Tier 3, que acaba de entrar em vigor, neste início de ano, no Brasil.





Deixe sua opinião sobre o assunto!