Iveco pronta para o Rally Dakar 2018




Uma nova edição do Rally Dakar está se aproximando e a Iveco se prepara novamente para ser protagonista. A marca tentará repetir os feitos de 2012 e 2016 quando chegou ao topo do pódio com Gerard De Rooy, que não estará na disputa em 2018.

Com a ausência do piloto holandês, o argentino Federico Villagra será responsável por liderar a equipe oficial da Iveco, tentando superar a 3ª e a 4ª colocação que obteve em 2016 e 2017, respectivamente. Nessa ocasião, o piloto de Córdoba, onde a planta da montadora está localizada no país, irá pilotar mais uma vez o poderoso Iveco Powerstar 4×4, com o qual foi o campeão do último Rali de Marrocos.

“Foi uma grande responsabilidade dirigir o caminhão Iveco no Rali de Marrocos e, felizmente, conseguimos uma vitória muito importante, porque foi o primeiro de uma equipe argentina nesse tipo de corrida. Para nós, além de ganhar, foi a possibilidade de trabalhar de acordo com um resultado, definindo as tarefas de cada um, conhecendo-nos um pouco mais e sabendo o quão longe podemos fazer em um teste tão exigente quanto o Dakar 2018”, ressalta Villagra.

LEIA MAIS  PRF flagra o transporte de 93,5 toneladas de excesso de peso no MT

Além do “Coiote”, como é conhecido Federico, a equipe Iveco é composta pelo piloto holandês Ton van Genughten e o piloto Artur Ardavicius, do Cazaquistão, que também estarão a bordo do Powerstar 4×4.

O Dakar viverá em 2018 a 40ª edição do evento, que acontece novamente na América do Sul, a partir de 6 de janeiro. A largada será em Lima, Peru, e a corrida segue para a Bolívia rumo ao território argentino, chegando no dia 20 em Córdoba. Os pilotos de caminhão terão que superar 14 estágios, dos quais sete serão em dunas fora de pista e um será em formato de maratona. O rali irá cobrir cerca de 9 mil km, com um “bônus” de cinco dias de corrida numa área acima de 5 mil metros de altitude.

“Temos a certeza de que continuaremos demonstrando a excelente confiabilidade de nossos caminhões nas estradas do Rally Dakar, permitindo que os talentosos pilotos da equipe apresentem um ótimo desempenho na competição”, afirma Pierre Lahutte, presidente mundial da Iveco.

Nas últimas seis edições do Rally Dakar os pilotos Iveco se tornaram um “clássico” do cartão postal da final da disputa, com presença no pódio em cinco vezes. O holandês Gerard De Rooy, que também possui dois títulos com a marca, 2012 e 2016, repetiu a façanha em diversas edições. Por sua vez, Federico Villagra fez história, quando em 2016, competindo pela primeira vez na categoria de caminhões, tornou-se o primeiro argentino a entrar no pódio da categoria quando obteve um terceiro lugar.

LEIA MAIS  Helio Storch - Há 50 anos na profissão de motorista

Equipe Iveco De Rooy

Iveco Powerstar #501

Federico Villagra (piloto) / Arturo Yacopini (navegador) / Adrián Torlaschi (mecânico)

Iveco Powerstar #509

Ton van Genughten (piloto) / Peter Willemsen (navegador) / Bernard der Kinderen (mecânico)

Iveco Powerstar #508

Artur Ardavicius (piloto) / Serge Bruinkens (navegador) / Michel Huisman (mecânico)




Deixe sua opinião sobre o assunto!