Caminhoneiros de Goiás já podem fazer curso de reciclagem preventivo




Motoristas goianos com habilitação categoria C, D e E, que exercem atividade remunerada, poderão se beneficiar com a reciclagem preventiva a partir de 1º de março. Eles terão a opção de fazer o curso ao atingir entre 14 e 19 pontos na Carteira Nacional de Habilitação, evitando a suspensão do direito de dirigir. A medida vai beneficiar inicialmente 2,8 mil condutores de caminhão, ônibus e carreta que já se encontram nessa situação.

Ao acumular 20 ou mais pontos na CNH, o condutor tem o direito de dirigir suspenso por um período que varia de seis meses a um ano. Após cumprir a suspensão, ele passa por um curso de reciclagem e só então obtém a carteira novamente. No caso da reciclagem preventiva, o curso é feito antes que os 20 pontos sejam alcançados e a pontuação é retirada, mas as multas permanecem. O benefício só pode ser utilizado pelos condutores profissionais (não é válido para categorias A e B) uma vez a cada 12 meses.

A iniciativa foi elogiada pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário de Goiás (Sindittransporte), Alberto Magno. Ele afirma que grande parte dos motoristas profissionais perde o emprego quando tem a CNH suspensa. “A legislação permite que o condutor impedido de dirigir seja demitido por justa causa. Então, essa medida vem resolver um problema não só de trânsito mais social”, alerta.

LEIA MAIS  Instaladas comissões de Medidas Provisórias do acordo com caminhoneiros

O curso de reciclagem preventivo é previsto pela Lei nº 13.154, de 2015 e regulamentado por portaria do Detran-GO. Ele tem duração de 30 horas-aulas. A solicitação do curso pode ser feita em qualquer unidade Vapt Vupt. Para participar, o motorista paga uma taxa de R$ 116,61. São oferecidas turmas aos finais de semana.

2 comentários em “Caminhoneiros de Goiás já podem fazer curso de reciclagem preventivo

Deixe sua opinião sobre o assunto!