Empresas de logística expressa investem em inovação para ampliar o e-commerce no Brasil

por Blog do Caminhoneiro

O crescimento do e-commerce no Brasil está diretamente relacionado com as inovações que o segmento de logística expressa precisa implementar. Isso é que apontam players do segmento como Fabien Mendez, CEO da Loggi, empresa especializada em entregas rápidas. “A venda do varejo por e-commerce no país é de 3%, enquanto que na China já é de 20%. Isso deve ao investimento em inovação que marcas como Ali Baba e Ali Express fizeram em entregas same-day e next-day. O foco principal dessa estratégia é planejar com foco na experiência do usuário”, aponta.

Mendez quer que a Loggi seja catalisadora dessa tendência de entregas rápidas no Brasil. “O prazo de entrega curto virou o principal fator de conversão de vendas. Cerca de 40% de clientes da Loggi tiveram um aumento nos negócios com a implantação do same-day e next-day. Sempre é bom lembrar que 40% pode representar a vida ou morte de um e-commerce”, diz o CEO, que proferiu palestra durante a XXI Conferência Nacional de Logística (CNL), organizada pela Abralog (Associação Brasileira de Logística) durante a Intermodal South America.

Para confirmar a tendência da logística expressa ser fator estratégico para o sucesso de um negócio no ambiente digital, Fabien Mendez apresenta outro dado: “Uma pesquisa da McKinsey & Company revela que se um e-commerce oferecer uma entrega same-day e next-day por uma taxa de 7%, 50% dos consumidores escolheriam essa opção. Em uma venda de R$160, o frete sairia, portanto, por R$11,60. Na Loggi temos condições de oferecer um valor até mais competitivo”.

Quem utiliza os serviços da Loggi, por exemplo, é a Amaro, marca digital de moda especializada na venda Direct to Consumer por preços acessíveis. “Neste sistema cortamos processos na cadeia logística para diminuir os custos finais para o consumidor. Com o auxílio da Loggi, implantamos entregas same-day em até 2,5 horas na Grande São Paulo e next-day nas grandes capitais. Quanto mais rápida for a entrega mais o e-commerce vai crescer no Brasil”, destaca o COO & CFO da empresa, Lodovico Brioschi Amaro.

Tecnologia ajudará a diminuir custos de condomínios logísticos

A inovação tecnológica também impactará positivamente o promissor segmento de condomínios logísticos no Brasil. Carlos Corsini, responsável pelo Gerenciamento de Propriedades, Gestão de Projetos e Obras da Colliers, destaca algumas iniciativas que já são realidade no segmento como o reuso da água e instalação de placas fotovoltaicas para diminuir gastos. “O impacto será maior na segurança, que hoje representa 45% do total dos custos condominiais, com a implantação de vistoria e segurança com drone, biometria, reconhecimento facial e telemetria”, ressalta.

O setor de condomínios logísticos está em crescimento no País. Segundo Abiner Oliveira, diretor de Indústria e Logística da NAI Brazil, só em 2017 foram fechados o equivalente a R$ 1 bilhão em contratos de locação, o que mostra o potencial do setor. “Só em 2018 já são 13,8 milhões de metros quadrados de estoque ocupados em condomínios logísticos. Em 2011, o ano todo registrou 5 milhões de metros quadrados”, frisa.

Outra empresa do segmento, a GLP, está apresentando na Intermodal South America a Calculadora de Eficiência Logística. O dispositivo mostra como otimizar a relação custo-benefício para o cliente na locação de galpões logísticos. O objetivo é chamar a atenção para alguns fatores importantes durante a escolha de um empreendimento. A calculadora, que foi desenvolvida na versão física e na versão digital (aplicativo gratuito disponível para IOS e Android), traz cinco funções customizadas que permitem uma análise da área de armazenagem que vai além do valor do metro quadrado (m²) da locação.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário