PRF prende caminhoneiro por adulteração de placas no Paraná




A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu em flagrante um caminhoneiro que adulterou as placas de seu veículo na manhã desta terça-feira (24) em Balsa Nova, na região metropolitana de Curitiba.

Com o objetivo de não ser cobrado posteriormente pelo não pagamento de tarifas de pedágio, ele usou uma fita adesiva branca para transformar a letra ‘C’ em ‘O’ e o numeral ‘3’ em ‘8’.

O veículo foi abordado por volta de 7h30 pelos policiais rodoviários federais na BR-277, em frente à Unidade Operacional São Luiz do Purunã.

Ao receber a ordem de parada, o motorista, de 49 anos de idade, parou em um local distante da equipe da PRF, desceu correndo pela porta do passageiro e retirou a adulteração da placa dianteira.

LEIA MAIS  Caminhão é apreendido pela PRF após evadir pedágio na BR-277

Em questão de segundos, ele voltou ao veículo, também pela porta do passageiro, e sentou no banco do motorista, como se nada tivesse acontecido.

Já a placa traseira ainda estava parcialmente adulterada. O crime de adulteração de sinal identificador de veículo automotor prevê pena de três a seis anos de prisão.

Minutos antes da abordagem, o caminhoneiro havia passado pela praça de pedágio de Witmarsun sem efetuar o pagamento da tarifa.

LEIA MAIS  PRF flagra 33,5 toneladas de excesso de peso em caminhão na Paraíba

Nesta mesma praça de pedágio, em novembro de 2015, uma trabalhadora da concessionária CCR Rodonorte morreu aos 25 anos de idade, após ser atropelada por um caminhão. O motorista tentava passar pela cancela sem efetuar o pagamento.

O motorista preso hoje portava R$ 1.260 em dinheiro e R$ 900 em cheque, o que demonstra que a eventual insuficiência financeira não foi motivo para ele cometer o crime.

A PRF encaminhou a ocorrência para a Delegacia da Polícia Civil em Campo Largo.




Deixe sua opinião sobre o assunto!