Governo divulga inverdades sobre manifestação dos caminhoneiros




O Governo Federal tem deixado os caminhoneiros extremamente descontentes com suas afirmações sobre a mobilização que acontece em todo o país. Nos últimos dias, o presidente Michel Temer anunciou que havia feito uma acordo para acabar com a greve, o que de fato não ocorreu, pois o acordo foi feito com entidades que não estão mobilizadas junto com os caminhoneiros, e disse que o movimento é feito por uma minoria.

Essas afirmações criaram uma grande onda de manifestações contra o governo nos protestos que acontecem em todo o país. A adesão de motoristas tem sido muito alta. A grande maioria parou por vontade própria e se mantém nos bloqueios lutando pelas reivindicações da categoria. Ou seja, não é feito por uma minoria.

O acordo citado pelo presidente no pronunciamento também não aconteceu. Por causa das atitudes do governo em outras greves dos caminhoneiros, a Abcam diz que não arreda o pé dos protestos até que as reivindicações sejam atendidas. Em outras greves, o governo fez acordos do tipo com os caminhoneiros, mas as reivindicações daqueles protestos seguem engavetadas.

LEIA MAIS  Letsara Transportes tem novas vagas para motoristas internacionais Mercosul

O que houve na reunião de quinta-feira, entre o governo e “representantes dos caminhoneiros”, foi que o governo fez um acordo com esses representantes, mas os termos não foram aceitos pela Abcam, entidade que realmente tem representado os interesses da categoria nesse movimento.

É como se eu tivesse um problema com o governo, e ele negociasse a solução com o meu vizinho. Além de acordos do tipo não interessarem aos caminhoneiros, ainda inflamam mais os protestos.

Outro ponto que foi divulgado pelo ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Sérgio Etchegoyen, é que o uso de força contra caminhoneiros já se mostrava efetivo, com a liberação da portaria da Reduc, refinaria da Petrobras em Duque de Caxias-RJ. De acordo com ele, a unidade já voltava a operar com normalidade.

LEIA MAIS  Congresso vota textos do pacote dos caminhoneiros

Porém, durante o pronunciamento, uma equipe de reportagem da BBC Brasil estava na portaria da empresa, bloqueada pelos caminhoneiros, e não houve liberação. A unidade continua paralisada por conta da greve dos caminhoneiros.

Esse tipo de divulgação de inverdades é muito grave. Os caminhoneiros nos protestos não estão acompanhando as notícias pela TV. Eles se comunicam sobre os vários pontos de bloqueios pelas redes sociais, mensagens e ligações telefônicas. Essas informações divulgadas pelo governo chegam aos caminhoneiros, mas o desmentir das informações é muito rápido, e os caminhoneiros se exaltam ainda mais contra o governo.

Como já havíamos publicado aqui no site anteriormente, o movimento dos caminhoneiros em todo o país poderia se tornar um grande manifesto popular contra o governo se não houvesse diálogo. E foi o que aconteceu!




29 comentários em “Governo divulga inverdades sobre manifestação dos caminhoneiros

  • 27/05/2018 em 22:21
    Permalink

    Meus amigos caminhoneiros, o Brasil inteiro ta vendo a revolução que vocês estão proporcionando ao nosso país. Vocês sao os que movem este pais, se mantenham firme nessa guerra contra esse governo podre que só fala em “medida provisória”, façam o filho da puta do Temer enfiar essas medidas provisórias no orifício anal dele!!! To revoltado com o que esse cara ta fazendo, e vcs sao a nossa salvação!
    Continuem firmes e mostrem pra esse lixo de governo quem manda nessa porra!!!!!!!

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!