Inteligência artificial gera negócios para o transporte rodoviário de cargas




Entre as principais economias do mundo, o Brasil é o país com a maior concentração no transporte rodoviário de cargas. Cerca de 60% do transporte de bens e mercadorias é feito por rodovias e a malha rodoviária é utilizada para o escoamento de 75% da produção no país. Uma das grandes dificuldades enfrentadas pelo setor é relacionada ao controle logístico, especialmente quando envolve o gerenciamento das cargas, gestão de frota própria e contratação de terceiros.

Especializada no desenvolvimento de sistemas de gestão para o setor de transporte e logística, a paranaense Gestran, que atua no mercado há 21 anos, encontrou na inteligência artificial uma solução para gerar e acelerar negócios.

A empresa desenvolveu o Fretefy, uma plataforma própria para o gerenciamento inteligente de cargas. “Utilizamos o DNA da Gestran, que já atua com transporte e logística, para criar uma solução que engloba toda a cadeia, desde o gerenciamento de cargas com a frota própria à contratação de transportadores terceiros e motoristas autônomos. Temos como objetivo também facilitar o frete de retorno para evitar que os veículos transitem vazios após chegar ao destino final”, revela o CEO Paulo Raymundi.

LEIA MAIS  Empresa desenvolve tecnologia que combate o jammer, utilizado pelos bandidos para roubar e esconder veículos

A Gestran investiu R$ 2 milhões no desenvolvimento do aplicativo. “O Fretefy é praticamente uma startup dentro de uma empresa tradicional do setor de transporte de cargas. Com esse investimento, aumentamos o número de colaboradores, grande parte deles atuando no gerenciamento do Fretefy, no suporte e atendimento aos clientes.”

Como funciona?

Na prática, quando a transportadora recebe uma nova carga e realiza o cadastro no Fretefy, a ferramenta analisa as características desta carga com a dos veículos disponíveis, além de avaliar o local e o horário de coleta e entrega – tudo isso em poucos segundos.

É possível cadastrar as cargas de três formas:

· Carga restrita – exclusiva para veículos da própria transportadora.

· Carga direcionada – quando a frota própria da transportadora não pode atender às demandas e é necessário buscar uma empresa parceira.

· Carga pública – a solução busca no mercado os veículos disponíveis para esta carga.

Para que os operadores possam administrar estas demandas de forma eficiente, o Fretefy disponibiliza o Painel de Gestão, no qual é possível monitorar em tempo real as cargas em trânsito e também aquelas que ainda precisam ser transportadas. A ferramenta também permite a avaliação de parceiros e motoristas contratados.

LEIA MAIS  Empresas pedem que ANTT adie regulamentação de multa por descumprimento da tabela de frete

Sobre a Gestran

A Gestran é uma empresa especializada no desenvolvimento de sistemas de gestão para o setor de transporte e logística. Oferece sistemas avançados para o transporte de cargas, focados na redução de custos e aumento dos resultados comerciais por meio da automatização de processos. Destaca-se no mercado brasileiro com a customização de módulos de acordo com as necessidades de cada empresa. Mantém uma política comercial flexível, que permite atender desde pequenas até grandes transportadoras de atuação nacional e internacional.




Um comentário em “Inteligência artificial gera negócios para o transporte rodoviário de cargas

  • 21/09/2018 em 20:51
    Permalink

    Dependência de transporte rodoviário;
    EUA: 70,6℅
    Brasil: 61℅

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!