A MULHER NA ESTRADA

No dia-a-dia vencendo obstáculos
Caminhões rasgam velozes as estradas.
Antes, só dirigidos por braços másculos.
Hoje, por mãos delicadas e unhas pintadas.

Antes, no acelerador, pés descalços ou chinelos,
Levavam os brutos, rápidos, a romper o asfalto.
Agora são acelerados por pés delicados e belos,
Calçando bonitas sandálias ou sapatos de salto.

Antes, a cabine era ambiente simples e rústico.
O motorista dormia com desconforto sem tamanho.
Nas cabines atuais, ar condicionado e som acústico.
Elas não vão dormir sem se perfumar e tomar banho.

Antes o caminhoneiro andava com roupa cheia de graxa.
Além de motorista, tinha de ser mecânico e borracheiro.
Hoje são elas, roupas coloridas e a calça de cintura baixa.
Embelezam-se e embelezam também seu estradeiro.

LEIA MAIS  PRF prende motorista com CRLV falso na BR 116 em Jequié-BA

As mulheres encaram as longas distâncias.
São batalhadoras e enfrentam a tudo sem medo.
Quando pequenas, escolheram em suas infâncias,
em vez da boneca, brincar com caminhão de brinquedo.




Ao volante, cheias de charme e elegância
As mulheres enchem a estrada de brilho.
Chegam em casa, ouvem clamor de criança.
Querem atenção da mãe, a filha e o filho.

Viajando a bordo de qualquer caminhão.
Desse Brasil não tem caminho desconhecido.
Além dos filhos, da casa cuida da arrumação.
Ainda tem que ser mulher para seu marido.

LEIA MAIS  Aprenda num Webinar: os perigos de não usar software de logística

Ao volante demonstra o mesmo talento
Dirigindo e fazendo tudo que for preciso.
Se com outro motorista há desentendimento
Desarma qualquer discussão com um sorriso.

Se precisar, viram a noite dirigindo.
Ao amanhecer, o rosto está sereno.
Encaram o sufoco do indo-e-vindo.
Com alegria, o trabalho fica suave e ameno.

Os caminhões que cruzam o Brasil
Levam a carga e também esperança.
A mulher ao volante é um ser gentil.
Coragem do adulto e singeleza da criança.

Roberto Dias Alvares




Um comentário em “A MULHER NA ESTRADA

  • 22/10/2018 em 14:15
    Permalink

    Elas são as rainhas do tapete preto. Além disso conquistaram um espaço quase exclusivo dos homens

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!