Segunda-feira teve protestos de caminhoneiros em algumas rodovias do país




Após intensa movimentação nas redes sociais, caminhoneiros realizaram protestos em algumas rodovias do país nesta segunda-feira, em pontos isolados. Pelo menos Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro tiveram alguma movimentação de caminhoneiros, descontentes com a decisão do Ministro do STF, Luiz Fux.

Em SP, o protesto foi realizado por um pequeno grupo de motoristas na entrada do Porto de Santos. Por ser um movimento pequeno e pacífico, não foram registrados incidentes e não houve bloqueio de tráfego que prejudicasse as operações do porto. Também aconteceram protestos em Pindamonhangaba-SP, mas sem interrupção de tráfego.

Na Dutra, em Barra Mansa-RJ, também foi registrado um protesto com congestionamento de cerca de dois quilômetros em ambos os sentidos da rodovia. A manifestação durou algumas horas, e alguns caminhões retornaram para as origens por não poder rodar.

A rodovia Presidente Dutra, teve o tráfego normalizado após as 10 horas da manhã de ontem, quando a PRF interveio sobre o protesto.

Os caminhoneiros decidiram entrar em greve na última quinta-feira, quando ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu as multas pelo não cumprimento do piso mínimo de fretes.

Boa parte dos caminhoneiros acredita que o impasse entre transportadores e embarcadores sobre o piso mínimo de fretes será resolvido pela gestão do Presidente Jair Bolsonaro, que assume no próximo dia 01 de janeiro.

Dois ministros do governo de Jair Bolsonaro já adiantaram que irão estudar o tema para chegar à uma definição já no início do mandato. Osmar Terra, Ministro da Cidadania, e Tarcísio de Freitas, Ministro da Infraestrutura, adiantaram que terão um carinho especial pelo tema.





Deixe sua opinião sobre o assunto!