BYD entrega primeira frota de ônibus 100% elétricos do Equador

Em uma cerimônia realizada em 12 de março, a BYD comemorou a entrega de 20 ônibus para integrar a primeira frota de ônibus elétricos do Equador, em Guayaquil, a maior cidade do país. Em abril de 2017, a BYD também entregou ao Equador a primeira frota de táxis 100% elétricos.

O evento contou com a presença do prefeito de Guayaquil, Sr. Jaime Nebot, que anunciou que o Estado pagará 50% dos custos de energia durante o primeiro ano de operação dos táxis e dos ônibus elétricos. Além disso, o governo fornecerá um bônus entre US$ 2.000 e 3.000 para cada motorista de táxi elétrico.

Nebot afirmou ainda que a compra de ônibus elétricos é um bom exemplo da diretriz do modelo de desenvolvimento da cidade para integrar “administrações centrais e locais, empresas nacionais e estrangeiras e cidadãos”. A cerimônia contou também com a presença de altos funcionários do governo da cidade, que destacaram a importância da cooperação que possibilitou a introdução da mobilidade elétrica no principal porto do Equador.

A frota será operada pela Saucinc, uma operadora de ônibus de Guayaquil. Antes da entrega, uma operação experimental foi realizada no período de novembro de 2017 a março de 2018, com um ônibus rodando uma média diária de 250 km em Guayaquil, durante a qual mais de 72.000 passageiros puderam experimentar um serviço de ônibus elétrico pela primeira vez. Estima-se que a operação da frota elimine 12,8 toneladas de emissões de CO2 e o consumo de 2,9 milhões de galões de diesel, representando um corte de US$ 8 milhões nos custos para o governo equatoriano, que atualmente subsidia combustível fóssil para transporte público. As tecnologias avançadas da BYD fornecerão aos motoristas um ônibus confortável e maior segurança nas estradas, com recursos como controle de limite de velocidade via software e câmeras internas.

José Silva, Gerente Geral da Saucinc, agradeceu à Autoridade de Trânsito Municipal (MTA) por “estabelecer padrões claros e permitir este salto tecnológico do uso de combustíveis fósseis para o uso de energia limpa no Equador”, além de destacar o apoio da BYD ao projeto, implementação e depois vendas. Silva acrescentou que os principais beneficiários serão os moradores de Guayaquil, que agora podem desfrutar de tecnologia de ponta em sua própria cidade; assim como os motoristas da Saucinc, cujo trabalho agora se tornará muito mais seguro e confortável.