Caminhões conectados Scania: 2,9 bilhões de quilômetros de dados todos os meses

O número de caminhões Scania conectados em todo o mundo não para de crescer, e aliados a planos de manutenções oferecidos pela Scania, o tempo de atividade dos veículos aumentou significativamente.

Lançados há dois anos, os planos de manutenção flexível Scania já tem mais de 70 mil clientes em todo o mundo. Quando comparado com 2017, o crescimento na assinatura dos contratos cresceu 68%. Os planos de manutenção flexíveis oferecem aos transportadoras a oportunidade de realizar as manutenções nos veículos de maneira mais programada, com o menor tempo de parada possível.

“Este é um dos vários sinais de que a conectividade está transformando o transporte pesado. Do ponto de vista do cliente, os resultados da adoção da conectividade Scania desde 2011 vem se tornando cada vez mais benéficos anos após ano. O menor tempo fora da estrada e o planejamento mais inteligente significam um sistema de transporte mais eficiente e mais sustentável”, afirma Karin Rådström, vice-presidente executiva e chefe de vendas e marketing da Scania.

Até o final de 2018 eram mais de 360 mil caminhões e ônibus Scania conectados em todos os países onde a montadora atua. A Europa é a líder, com mais de 90% dos caminhões Scania rodando no continente conectados. Outros países, como o Brasil, seguem uma tendência de crescimento acelerado.

Esses 360 mil veículos Scania rodam mensalmente mais de 2,9 bilhões de quilômetros. Quando o sistema foi apresentado, em 2011, foram percorridos apenas 62 milhões de quilômetros no ano inteiro.

Com essa gigantesca quantidade de dados nas mãos, a Scania consegue fornecer serviços sob medida para os clientes, como os Planos de Manutenção com Planos Flexíveis da Scania, um serviço de manutenção do veículo baseado em dados operacionais em quantidade de uso em tempo real.

Nesse plano flexível, os dados de cada veículo são monitorados individualmente, ajudando a decidir as necessidades de cada manutenção. Assim, por exemplo, as trocas de óleo e filtro podem ser feitas no melhor momento possível, o que reduz a quantidade de tempo na oficina, melhorando a economia do cliente e tornando as alterações de peças tão sustentáveis ​​quanto possível.

“A conectividade é inestimável em pesquisa e desenvolvimento. O volume de dados operacionais dos veículos rodoviários da Scania é dobrado a cada 20 meses. Os engenheiros se beneficiam de todas essas informações ao projetar novos recursos ou melhorar as funções existentes. Eles podem se aprofundar em todos os dados anteriores para determinar, por exemplo, o desgaste dos componentes e a durabilidade como ponto de partida para um projeto ideal ”, afirma Claes Erixon, vice-presidente executivo e chefe de pesquisa e desenvolvimento da Scania.

E os dados em tempo real dos veículos conectados também estão ampliando a gama de serviços que a Scania pode oferecer aos seus clientes. A conectividade é a base do Scania Fleet Management, com seus insights sobre estilos de direção, produtividade e economia, o que pode melhorar o desempenho do veículo e aumentar a segurança. Isso é vital para a economia operacional, a segurança nas estradas e o impacto ambiental, e permite que a Scania também forneça treinamento de motorista e treinamento pessoal, bem como sistemas com foco no motorista.