Governo Bolsonaro irá rever política de valores dos combustíveis

O Presidente Jair Messias Bolsonaro anunciou pelas suas redes sociais que o governo federal já debate formas de de reduzir o valor do diesel e gasolina, uma das principais reclamações da população brasileira.

“Sabemos que uma das principais reclamações do brasileiro é o preço do combustível e temos conversado com os ministérios responsáveis para absorver tal demanda e até poder diversificar. Lembro que os estados carregam consigo enorme responsabilidade na tributação dos combustíveis”, escreveu o presidente, em publicação no Facebook.

O preço do diesel, com constantes variações de valor, desagrada os caminhoneiros. Em 2018, ainda durante o governo Temer, o assunto foi uma das principais reivindicações dos caminhoneiros durante a greve nacional, que durou onze dias.

Para reduzir o custo do combustível, o governo da época reduziu artificialmente o valor do diesel, com subsídio de R$ 0,46, e também alterou a política de alterações de preço da Petrobras, que havia passado a fazer alterações várias vezes por semana desde junho de 2017. Com a mudança, a estatal passou a reajustar o diesel apenas mensalmente. As duas alterações valeram até 31 de dezembro de 2018, não sendo renovadas pelo novo governo federal.

LEIA MAIS  Fontanella Transportes anuncia vagas para motoristas carreteiros em seis estados

O valor dos combustíveis, nas refinarias, leva em consideração o valor do petróleo bruto no mercado internacional. Ao sair das refinarias, vão sendo adicionados outros custos, como impostos, valor de frete, lucro das distribuidoras e postos, e outros.

LEIA MAIS  Projeto de lei pode acabar com veículos a diesel no Brasil em 2060

Hoje, um dos maiores tributos sobre o valor dos combustíveis é o ICMS, que é dos estados. O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços chega a ser de mais de 30% do valor final do diesel em alguns estados.




7 comentários em “Governo Bolsonaro irá rever política de valores dos combustíveis

  • 31/03/2019 em 09:35
    Permalink

    sabem o que eu não entendo?como pode o combustivel da petrobras se mais mais caro que ipiranga,shell,ale entre outras bandeiras,exemplo fácil é no rj:petrobras 386.9,shell,369.9.alguém me explica isso?

  • 23/03/2019 em 00:33
    Permalink

    A ANTT tem que cobrar o CIOT cada frete feito
    Deveria ser feito obrigatório não só interestadual e sim estadual tbm queria ver essas porra de frete não iai paga direto sem
    O CIOT não sairia a carga respeito do óleo diesel tem que abaixar uns 2.16 % na bomba
    Pois se não acontecer isso vai continuar msm coisa vlw

  • 22/03/2019 em 18:06
    Permalink

    Infelizmente, enquanto houver excessos de programas assistencialistas, guerra fiscal entre os estados , corrupção , estatais pra levar nas costas e altos salários nas instituições governamentais, nos iremos continuar pagando caro em tudoooooooooooo!!!!!

  • 22/03/2019 em 13:13
    Permalink

    eu nao acredito nessa comversa de reduzir ja perdi as esperanca eu pago em um litro de desel 3,95 por litros

  • 22/03/2019 em 12:52
    Permalink

    A população NÃO aceita subsidiar o diesel. Pode ver que grande parte da população ficou contra os caminhoneiros na greve por conta disso.
    O que o governo deve fazer é abater, diminuir impostos e consequentemente diminuir os gastos do governo para que isso seja possível.

    • 22/03/2019 em 15:58
      Permalink

      Tu não sabe nem o que tá falando.

      • 23/03/2019 em 12:00
        Permalink

        Por quê não sabe, hein? Você é algum tipo de especialista, Adriano sabichão?

Fechado para comentários.