Caminhoneiro ganha processo referente ao não pagamento da Tabela de Fretes




Um caminhoneiro de Palmeira das Missões, no Rio Grande do Sul, processou uma transportadora e uma empresa embarcadora pelo pagamento do valor do frete abaixo do devido, conforme a Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas, conhecida como Tabela de Fretes.

O caminhoneiro realizou o transporte de fertilizantes, entre as cidades de Barcarena, no Pará e Querência, no Mato Grosso, recebendo o valor de R$ 112,00 por tonelada transportada e sem receber adiantamento do valor dos pedágios, conforme Resolução nº 2.885 da ANTT e a Lei Federal nº 10.209/2001. A rota compreende cerca de 1.600 quilômetros entre as duas cidades.

De acordo com o processo, julgado pela Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, o valor recebido por tonelada de carga deveria ser de R$ 212,00, conforme a tabela de fretes vigente na data da realização do transporte. Além da diferença do valor dos fretes, o caminhoneiro pediu indenização pelo não pagamento do vale-pedágio, no valor de R$ 15.724,00.

A defesa conseguiu anular a indenização pelo não pagamento do vale-pedágio, já que o caminhoneiro não conseguiu juntar provas ao processo.

Porém, em relação à carga, totalizando 50.770 quilogramas, o caminhoneiro será indenizado pela diferença do valor do frete, de R$ 100 por tonelada transportada, multiplicado por dois, corrigido pelo IGP-M e acrescido de juros, contados a partir da data de entrega da carga.




6 comentários em “Caminhoneiro ganha processo referente ao não pagamento da Tabela de Fretes

  • 07/05/2019 em 19:14
    Permalink

    Porque ele carregou …… Nós caminhoneiros não somos unidos todos estão carregando abaixo da tabela ….cadê a ANTT que não fiscaliza as empresas na Bahia

  • 06/05/2019 em 20:28
    Permalink

    Boa notícia mesmo que gente avaliando o contrário. O importante aqui é que a justiça foi feita e serve de alerta para os atravessadores. Além, é claro, de mostrar a valiosa ação de cidadania e justiça neste País carente de tudo. PARABÉNS AOS ENVOLVIDOS!!!

  • 06/05/2019 em 13:22
    Permalink

    Meu marido é caminhoneiro, mas acho que é fake, nem fala numero processo etc.

  • 06/05/2019 em 13:03
    Permalink

    Qual o número ou contato para denunciar valor de frete pago incorretamente pela empresa que presto serviço de transporte de carga frigorífico ?

  • 06/05/2019 em 12:18
    Permalink

    Que matéria fake , na onde que entre querência e Barcarena tem pedágio e ainda mais recebeu indenização pelos mesmo pedágio que não existe ?

    • 06/05/2019 em 12:30
      Permalink

      Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk não entendi nada kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Povo lá do sul andando no Parazão e quer ganha vali pedágio?
      E pra cai cu da bunda kkkkkkkkkkk
      Quer ganha dinheiro fácil

Fechado para comentários.