Quatro Actros transportam peça de 330 toneladas na Alemanha

Dois Actros SLT 650 e mais dois Actros convencionais foram usados para tracionar uma carga de 330 toneladas, entre as cidades de Westphalia até a doca no canal Datteln-Ems em Lüdinghausen, na Alemanha. Apesar do transporte de cargas super-pesadas serem comuns, essa tinha uma dificuldade maior.

O tanque de pressão, usado para moldar peças de fibra de carbono, tinha 25 metros de comprimento e 7 metros de altura, com um centro de gravidade muito alto. Com isso, qualquer inclinação maior do que cinco graus poderia fazer a carga tombar.

Para nivelar tudo, foram usadas carretas do tipo lagarta, com um sistema de nivelamento ajustado hidraulicamente. Para oferecer mais segurança, a suspensão ficou a um metro do chão.

Dois caminhões puxavam o gigantesco tanque, e outros dois transportaram a tampa e mais uma série de peças, cada uma com largura de até 8 metros.

O maior problema para esse tipo de transporte na Europa são as vias, muitas delas com traçado antigo, cheio de curvas. Em uma das curvas, com um desnível muito grande, a empresa responsável pela carga precisou fazer um aterro provisório, com acabamento em painéis de plástico, o que fez com que o caminhão perdesse tração.

Por isso, o segundo veículo teve que voltar cerca de dois quilômetros, para poder ser conectado à traseira da carreta, e empurrar a carga.

Foram seis horas de viagem, num trajeto de pouco mais de 30 quilômetros.

Blog do Caminhoneiro

Siga o Blog do Caminhoneiro nas redes sociais

Deixe um comentário!

Salários de R$ 450 mil ao ano não atraem motoristas para o transporte de grãos nos EUA Johnny Cash comprou e nunca usou um Peterbilt 359 Conheça o caminhão que foi o primeiro bitruck do Brasil Auxílio de R$ 1.000 para caminhoneiros é aprovado Conheça os detalhes do projeto Roda Bem Caminhoneiro