Toyota do Brasil retoma produção a partir de 22 de junho

por Blog do Caminhoneiro

A Toyota do Brasil retoma a produção de suas fábricas no Estado de São Paulo de maneira gradual a partir de segunda-feira, 22 de junho. Nesta data, as unidades de São Bernardo do Campo, Indaiatuba e Porto Feliz retomam suas atividades produtivas, enquanto a planta de Sorocaba retornará na sexta-feira, 26 de junho.

Para garantir a segurança e o bem-estar de todos os colaboradores, um novo e completo protocolo de segurança foi implementado. Nas portarias das fábricas, câmeras termográficas foram instaladas, para medir a temperatura em tempo real logo na chegada dos colaboradores. Para evitar aglomeração, os fretados chegarão de forma escalonada, enquanto aqueles que chegam com veículos individuais terão a temperatura medida antes de entrar no estacionamento.

Em relação aos fretados, a capacidade foi diminuída para metade para oferecer o distanciamento correto dos funcionários, o que fez com que o número de veículos fosse dobrado. Todos eles contam agora com álcool em gel para higienização das mãos. A Toyota também reforçou a importância de os colaboradores da produção já virem uniformizados, para evitar aglomerações no vestiário.

Para o pessoal da parte administrativa, de segunda a quinta-feira, fica definido um rodízio, no qual, no máximo 50% da força-tarefa será feita de forma presencial, segundo as normas de segurança estabelecidas, com um distanciamento mínimo de um metro. Já as reuniões serão feitas por videoconferência. Às sextas-feiras, o trabalho remoto é para 100% dos colaboradores. Além disso, cada colaborador receberá um kit com dez máscaras para serem usadas durante o expediente.

No refeitório, em vez do self-service, as refeições serão servidas em porções embaladas individualmente. Já nas mesas, os colaboradores sentarão de forma intercalada, em “W”, para que ninguém fique em frente nem ao lado um do outro. E, durante esse horário, serão realizadas escalas de 20 minutos, para garantir a melhor circulação de ar no ambiente.

Outra medida adotada por causa do novo cenário é a disponibilização de álcool em gel em diversos locais de circulação. Já nas áreas comuns, como nas áreas de café, foi adotada a sinalização no piso, para mostrar a distância segura entre os colaboradores.

Contribuição com a sociedade

Desde o início da pandemia no Brasil, em março, a empresa sempre se mostrou atenta à segurança dos colaboradores, dos stakeholders e ao bem-estar da sociedade em torno das suas plantas. Tanto que anunciou uma série de iniciativas para ajudar no combate à covid-19.

Entre as medidas adotadas, destacam-se a doação de quatro unidades da Toyota Hilux adaptadas para ambulância e o fornecimento de cerca de 30 mil frascos de álcool em gel. A companhia ainda entregou 25 toneladas de alimentos para as comunidades em vulnerabilidade social das cidades onde atua, como São Bernardo do Campo, Indaiatuba, Sorocaba, Porto Feliz, todas no Estado de São Paulo, Guaíba, no Rio Grande do Sul, e em alguns municípios onde a Fundação Toyota tem projetos de conservação ambiental, como no Nordeste e na região da Serra da Mantiqueira, entre os estados de São Paulo e Minas Gerais. Neste último caso, foram doadas cestas funcionais, com hortaliças, produzidas por agricultores locais, com o objetivo de estimular a economia local.

A fim de gerar renda para essas comunidades do entorno, a empresa também anunciou a doação de 28 mil máscaras de tecido, das quais 8 mil foram produzidas por cooperativas de costureiras, por meio do Projeto ReTornar, feito em parceria com a Associação Social Comunidade de Amor (Asca), de Sorocaba (SP). O lote restante, foi produzido por uma cooperativa local de Tamandaré (IRCOS), no estado de Pernambuco.

Reparo de ventiladores

As ações não param por aí. A Toyota, em parceria com o Senai, participa da rede voluntária de empresas para o reparo de respiradores, na fábrica de Sorocaba. Até o momento, foram recebidas 51 unidades, 21 consertados e entregues a hospitais do Estado, em cidades como Itapetininga, Leme, Ribeirão Pires, São Bernardo do Campo, São Paulo, Sorocaba, Vinhedo, Taubaté e Votorantim.

Desde o final de maio, a companhia faz parte de uma iniciativa com outras empresas, inédita no setor, para produzir 4 mil ventiladores até o fim de julho. Para tanto, forneceu mão de obra e consultoria produtiva, com a utilização do Sistema Toyota de Produção (TPS), que busca aumentar a eficiência operacional.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Deixe sua opinião sobre o assunto!