Otimização de rotas pode fazer gestor de frotas cortar R$ 7 mil por mês

por Blog do Caminhoneiro

Dentro do mercado de logística, a gestão de frotas é sempre um fator crucial para que os negócios sejam alavancados – ou não. Dentro dessa gestão, uma barreira comum é o gasto com combustível. Em pesquisa realizada pela Cobli, empresa que conecta gestores e frotas através de uma ferramenta que utiliza IoT, foi percebido que a otimização de rotas dos automóveis pode fazer com que empresas economizem cerca de R$ 7 mil por mês.

De acordo com os especialistas da Cobli, para percorrer a menor distância possível é necessário ter uma roteirização otimizada dos trajetos pelos quais os automóveis percorrerão. Essa roteirização reduz o “vai-e-vem” dos veículos, além de garantir que eles cubram diferentes locais de uma maneira mais assertiva.

“Enxergamos como uma etapa fundamental da gestão de frotas a questão de lidar com rotas. Parece simples de início, uma vez que você tem um ponto A e um ponto B a serem percorridos, mas é aí que começam a aparecer outros elementos que prejudicam uma visualização melhor dessa equação. Ter uma completa noção de todos os poréns que envolvem as rotas, além de uma grande quantidade de dados que o permitirão mensurar distâncias, custos e horário, é muito importante para que o gestor não gaste mais do que deve”, explica Rodrigo Mourad, diretor executivo da Cobli.

Diversas ferramentas fazem a roteirização automaticamente, reduzindo o trabalho manual e otimizando as rotas para garantir mais eficiência no resultado, como é o caso da Cobli. Através de uma ferramenta desenvolvida pela própria empresa, é possível ter em um painel exclusivo todas as informações relativas ao veículo (manutenção, combustível etc.), modo de direção do próprio motoristas e os caminhos que estão sendo tomados – nesse sentido, inclusive, verificar se os motoristas não estão desviando a rota por diversos motivos.

“Estudos apontam que os melhores motoristas gastam entre 20% e 30% menos combustível do que os piores motoristas, enquanto empresas que otimizam suas rotas conseguem fazer seus veículos rodarem de 15% a 30% menos. Isso pode representar um ganho de até R$ 7 mil por mês para uma frota de 30 veículos”, continua Mourad.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário