Venda de implementos reduz queda no ano

por Blog do Caminhoneiro

Apesar dos grandes efeitos causados pela pandemia do coronavírus em abril e maio, a indústria de implementos rodoviários já vem recuperando o ritmo. Entre janeiro e julho, foram emplacados 62 mil implementos novos, queda de 8,3% ante o mesmo período de 2019, que registrou 67 mil emplacamentos.

“O mercado está reagindo lentamente e o resultado é o recuo no percentual de retração. Se essa curva positiva seguir seu caminho sem interrupções podemos esperar que o ano terá uma perda inferior a 10% mas ainda é cedo para estimar qualquer percentual”, explica Norberto Fabris, presidente da ANFIR-Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários.

A recuperação já é sentida de forma mais rápida para alguns segmentos, que registram alta nas vendas. No segmento Pesado são Basculante, Canavieiro, Carrega Tudo, Silo e Tanque Inox com vendas em alta, enquanto no Leve as linhas são Baú Lonado, Basculante, Betoneira e Tanque.

“A crise econômica ainda existe mas o mercado está buscando maneiras de se recuperar, com auxílio das diversas medidas tomadas pelo governo federal”, diz Fabris.

Por segmento

O segmento de Reboques e Semirreboques registrou recuo de 7,7%. No período de janeiro a julho de 2020 a indústria entregou ao mercado 34 mil produtos ante 37 mil unidades no mesmo período do ano passado.

No setor de Carroceria sobre chassis a queda foi de 8,9%. Em sete meses, a indústria distribuiu 28 mil produtos. No mesmo período de 2019, as empresas entregaram aproximadamente 31 mil unidades.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Deixe sua opinião sobre o assunto!