Adulteração de chassi de veículos poderá ter penas maiores

O Projeto de Lei 4868/20, do deputado Coronel Armando (PSL-SC), altera o Código Penal para aumentar a pena para os crimes de adulteração de chassis de veículos.

Atualmente, a pena é de três a seis anos e multa. Se o projeto for aprovado, a pena poderá passar para mais de oito anos de cadeia.

O projeto também pretende aumentar a pena para quem negociar veículo roubado, que passaria de prisão de um a quatro anos e multa para mais de 5 anos de reclusão.

Para o parlamentar, a medida, se aprovada, vai coibir a venda de veículos roubados ou furtados, e também a adulteração de seus números de chassis.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Siga o Blog do Caminhoneiro nas redes sociais

Deixe um comentário!

Salários de R$ 450 mil ao ano não atraem motoristas para o transporte de grãos nos EUA Johnny Cash comprou e nunca usou um Peterbilt 359 Conheça o caminhão que foi o primeiro bitruck do Brasil Auxílio de R$ 1.000 para caminhoneiros é aprovado Conheça os detalhes do projeto Roda Bem Caminhoneiro