Conheça o Tieman Super Triple – O maior roadtrain para transporte de combustível da Austrália

por Blog do Caminhoneiro

Três carretas, 23 eixos, 168 toneladas de peso bruto total combinado. Esse é o Tieman Super Triple, um roadtrain australiano pronto para o transporte de até 142 mil litros de diesel em cada viagem.

O gigante é composto por três carretas, cada uma com 50 mil litros de capacidade e quatro eixos, com dois dollys de três eixos, rebocados por um Volvo FH16 700 10×6.

O gigante opera para a empresa Great Southern Fuels desde o início deste ano, rodando em uma rota de cerca de 4 mil quilômetros pelos desertos australianos.

Os eixos traseiros dos implementos são direcionais, para minimizar o arrasto em manobras. De acordo com a Tieman, o implemento tem uma estabilidade incrível, apesar do tamanho, sem oscilações ou movimentação lateral, mesmo em alta velocidade.

Para poder rodar, esse gigante precisou passar por 16 testes em rodovias. Apesar disso, a liberação para circulação só ocorre em algumas vias, pré-estabelecidas pelos órgãos responsáveis australianos.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

15 comentários
5

Artigos relacionados

15 comentários

Albede 16/10/2020 - 10:08

É NA AUSTRÁLIA!!!

Reply
João Gilnei 16/10/2020 - 08:03

Realmente, têm um Monte de idiotas que quer dirigir, mas não pensa que vai trabalhar, três vezes mais, pois prá descarregar vai ter que desengatar uma por uma.

Reply
Leopoldo Eugênio Bernardeli 15/10/2020 - 21:09

Assim a firma quebra

Reply
Leopoldo Eugênio Bernardeli 15/10/2020 - 21:08

Os pedágios do governo federal e estadual adora

Reply
Neyzinho 15/10/2020 - 21:05

As estradas do nosso país são umas”” belezas “””….
E com isso ficavam um queijo suíço 👎👎👎🤨🤨

Reply
Samuel Da Paz Scheffer 15/10/2020 - 19:42

Queria ver o motorista fazer o teste de baliza com um gigante desses!!

Reply
Julio cezar obinger de lima 15/10/2020 - 15:52

Tudo os caras comparam com o Brasil, salário do motorista valor de frete, lá é AUSTRALIA, outro país outro continente, outras realidades parem de ficar comparando tudo, viva a realidade do Brasil e nao se fosse aqui ou lá ou cá, o coisa chata.

Reply
Cleiton Pereira De Oliveira 15/10/2020 - 11:44

Se isso fosse no Brasil, os pedágio agradece. Um negocio desse deva ser que nem anda em rodovia pista simples. Até porque não cabe

Reply
Cleiton Pereira De Oliveira 15/10/2020 - 11:43

Se isso fosse no Brasil, os pedágio agradece. Um negocio desse deva ser que nem anda em rodovia pista simples.

Reply
Renato 15/10/2020 - 10:37

Agora vai ficar bom mesmo não prescisa nem subir o frete tanto eixo vai compensar assim pensa o dono de caminhão paga 6 ou 7 porcento pro motora e pronto ,motorista vai ter aos montes pra pegar uma merda dessa e trabalhar de graça 🤮🤮🤮🤮

Reply
José+Adriano 15/10/2020 - 09:39

e o salário do piloto que é bom ninguém fala nada pobre só nasceu pra servir de degrau pra rico mesmo e o pior que tem abestalhado por aí que o sonho dele é dirigir um desse ai kkkkkk

Reply
Paulo César 15/10/2020 - 08:42

É ainda tem corno pra falar que queria trabalhar num troço desses no Brasil !

Reply
Isomar oliveira chagas 15/10/2020 - 08:23

Muito lindos os caminhao autraliano gostei eu gostaria de pilota uma maquina dessa

Reply
Rai_ 14/10/2020 - 13:29

Correção, o PBTC é 168t e tem o limite técnico que vai além das 155t usando regras especiais para transporte que é o caso desse conjunto.

Reply
Rai_ 14/10/2020 - 13:24

Eu já vi esse vídeo e não há indicativo de eixos direcionais nos reboques. Se fosse um conjunto da Nova Zelândia, provavelmente teria o último eixo direcional em cada implemento. Na Austrália, é comum ver quatro eixos em tandem e não tem a função direcional até porque eles não carregam tanta carga. Até onde sei, o limite é 27t contra 20t do tandem triplo.
Esse conjunto lá pela composição de peso por eixo, levaria por volta de 155t (11t rodados simples + 60t dos três conjuntos de tandem triplo + 81t dos três tandem quádruplo). A matéria indica 148t, ou seja, quase no limite.

Reply

Escreva um comentário