Caminhoneiros passam a fazer parte do público prioritário na vacinação contra a covid-19

Trabalhadores do setor de transporte de cargas e de passageiros passaram a fazer parte do grupo prioritário para receberem as primeiras doses da vacina contra a covid-19, conforme divulgado pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, do Governo Federal.

Na última semana, a Confederação Nacional do Transporte (CNT), havia enviado carga ao Ministério da Saúde, solicitando a inclusão desses trabalhadores no público com direito a receber a vacina assim que estiver disponível.

Apesar dos caminhoneiros e motoristas de ônibus passarem a fazer parte desse grupo, o ministério não se posicionou sobre os profissionais dos setores ferroviário, aéreo, navegação e portuário.

“Esses profissionais são os responsáveis pela prestação dos serviços de transporte de vacinas, pessoas, alimentos, medicamentos e outros suprimentos necessários para atravessarmos o momento crítico que se abateu sobre o país. Nos ares, portos, estradas ou vias urbanas, esses profissionais são fundamentais”, destacou Vander Costa, presidente da CNT, no pedido enviado ao Ministério da Saúde.

Na carta, a CNT colocou à disposição do governo todas as 157 unidades do SEST SENAT espalhadas pelo Brasil para vacinação dos caminhoneiro.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

1 comentário

Ezequiel Neto 22/12/2020 - 10:18

Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, do Governo Federal? Que Plano é esse: Alguém conhece?

Reply

Deixe um comentário!

O Royal Eagle é um Scania 143 como você nunca viu T112MC – Scania desenvolveu modelo exclusivo para a Nova Zelândia Você lembra do seriado “As Aventuras de BJ” nos anos 1980? Caminhões chineses são equipados com cabine de modelo da década de 1970 Conheça o transporte Piggyback, muito usado nos Estados Unidos