Carros-fortes do Grupo Protege são equipados com transmissões automáticas Allison

por Blog do Caminhoneiro

O Grupo Protege iniciou um programa piloto para testar os ganhos operacionais com carros-fortes equipados com transmissões automáticas Allison. O Grupo Protege realiza um amplo leque de atividades que englobam serviços de transporte de valores e logística de cargas, segurança patrimonial, formação de vigilantes e serviços aeroportuários, e tem uma frota de mais de 1.800 veículos de vários tipos.

“O Grupo Protege investe fortemente no bem-estar e segurança de seus colaboradores, e as transmissões automáticas reduzem muito o desgaste físico e mental do condutor. O estado de alerta, para uma pronta reação em eventuais situações críticas, é condição fundamental para um bom trabalho no segmento em que atuamos”, explica Nelson Dias, gerente de engenharia automotiva do Grupo Protege.

Os dois carros-fortes são equipados com transmissões Allison Série 2000, sendo um Volkswagen 9.160CE e um Mercedes-Benz 915 E.

“Os caminhões automáticos têm se mostrado menos desgastantes para os condutores e para as equipes que compõem a guarnição do veículo, já que eles não ficam sujeitos aos ‘balanços’ que são comuns às mudanças de marchas das transmissões manuais. É unanime entre as equipes que operam os caminhões automáticos, a convicção do menor desgaste físico ao longo da jornada de trabalho”, diz Dias.

O Grupo Protege também destaca que o tempo que esses veículos ficam parados para manutenção é menor do que aqueles equipados com câmbios manuais ou automatizadas.

As transmissões automáticas dispensam as paradas para intervenções em sistemas de embreagem, fato comum nas transmissões manuais. Além disso, proporcionam o funcionamento mais homogêneo do trem-de-força, evitando sobregiros do motor, e atuam como auxiliares do sistema de freios.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Deixe sua opinião sobre o assunto!