Caminhões elétricos Scania vão ser usados em rodovias elétricas do Reino Unido

por Blog do Caminhoneiro

A Scania vai participar de mais um estudo de viabilidade de uso de caminhões elétricos de longa distância equipados com um sistema de carregamento dinâmico de baterias, com eletricidade fornecida por uma rede de cabos aéreos em estradas elétricas, as eHighways.

Este será o primeiro estudo desse tipo a ser realizado no Reino Unido, com o objetivo de demonstrar a eficiência da tecnologia para um lançamento nacional. O envolvimento da Scania no estudo faz parte de um consórcio cujos outros membros incluem Siemens Mobility, Costain, The Center for Sustainable Road Freight (Cambridge University e Heriot-Watt University), ARUP, Milne Research, SPL Powerlines, CI Planning, BOX ENERGI e Possible.

O governo britânico está investindo £ 20 milhões (R$ 123 milhões) em um amplo programa de testes de transporte rodoviário com emissão zero de poluentes, dentro de um acordo anunciado recentemente, com o nome de Plano de Descarbonização de Transporte (TDP).

O consórcio do qual a Scania faz parte propôs a construção de um sistema de estradas elétricas usando a tecnologia da Siemens, chamada de Mobility ‘eHighway’, como a forma mais rápida, com menores emissões e mais econômica de transformar o setor de transporte rodoviário britânico.

O estudo, que já recebeu aprovação, terá duração de nove meses, iniciando agora. Espera-se que a maioria das principais rodovias do país sejam eletrificadas até o ano de 2030.

Além do Reino Unido, a Scania participa de projetos semelhantes na Alemanha, Suécia e Itália. As rodovias elétricas permitem que os caminhões adaptados com o sistema se conectem aos cabos aéreos e funcionem usando eletricidade, de maneira semelhante aos sistemas ferroviários e de trólebus. Os caminhões da Scania vêm equipados com uma bateria que carrega enquanto eles estão em movimento para que possam se desprender dos cabos para ultrapassar outros veículos e também para chegar ao destino final com zero emissões do início ao fim.

“Eletrificar o frete rodoviário é a chave na jornada do Reino Unido para emissões zero de poluentes. Temos trabalhado com nossos parceiros para desenvolver e amadurecer tecnologias rodoviárias elétricas e demonstramos que não são apenas alternativas viáveis, mas atraentes e econômicas na comparação com os veículos movidos a combustíveis fósseis para nossos clientes. Esta parceria se dedica a unir excelência técnica com ambição visionária, e é assim que alcançaremos um sistema de estradas elétricas prático e acessível para o transporte de mercadorias e indústria de logística”, diz James Armstrong, diretor administrativo da Scania Grã-Bretanha.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!