Tatra Phoenix transportará cargas gigantes na Austrália

por Blog do Caminhoneiro

Os caminhões Tatra, em breve, passarão a fazer parte da rotina das estradas do Brasil, já que a montadora está construindo uma fábrica na cidade de Ponta Grossa, no Paraná, onde a DAF também mantém uma planta. Os caminhões Tatra usam cabines e motores fornecidos pela DAF, mas são construídos com um sistema único de suspensão, garantindo robustez e adaptabilidade para qualquer terreno.

Essa versatilidade tem ampliado a presença da marca em muito mercados, chegando agora à Austrália. Uma unidade do modelo Phoenix, produzido sob encomenda na República Tcheca, irá rodar no país com um rodotrem de 11 eixos, transportando cargas acima de 90 toneladas de PBTC.

O veículo foi adquirido pela empresa Tellus, uma gerenciadora de lixo do país, e o caminhão conta com motor Paccar MX-13, de 530 cavalos de potência, o mais potente da montadora, aliado à cabine do DAF CF.

Diferente do projeto original do Tatra Phoenix, esse recebeu alterações na tomada de ar, que fica posicionada no teto da cabine, sobre o para-brisa, e também tem um “chapéu”, que é uma exigência para uso em sites de mineração australianos, evitando acidentes com queda de pedras, por exemplo. A parte inferior do chassi também recebeu reforços.

No ano passado, a Tatra vendeu mais de 3.600 caminhões em todo o mundo, e o número deve subir bastante, com a abertura da nova fábrica no Brasil e ampliação das exportações da República Tcheca.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!